Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

“Fui assediada pela minha terapeuta”, conta Xuxa

Apresentadora disse ter sido tocada ao cochilar numa sessão; ela havia buscado ajuda para curar o trauma dos assédios sofridos durante a infância

Por Cleo Guimarães 24 nov 2020, 18h49

Xuxa não faz terapia – e tem motivos para isso: “A última terapeuta que tive me tocou”, disse ela a Ana Paula Araújo, em entrevista transmitida pelo Instagram da jornalista nesta segunda (23). Ana lançou recentemente um livro-reportagem sobre a cultura estupro no Brasil (leia mais aqui: Entrevista:Ana Paula Araújo conta os bastidores de seu livro sobre o abuso sexual no país) e vem fazendo diversas entrevistas sobre o assunto.

+ Para receber VEJA Rio em casa, clique aqui

Não é a primeira vez que Xuxa fala sobre os assédios que sofreu durante anos – ela escreveu recentemente um texto no qual conta que foi abusada durante boa parte da infância.  “Eu tenho o sono muito leve, porque muitas vezes fui tocada à noite. Tentei fazer terapia, fiz por dois meses“, disse. Ela disse a Ana Paula que, ao buscar ajuda profissional para tentar se livrar do trauma, foi assediada pela terapeuta quando deu “uma cochiladinha” na sessão.

Rio: seguranças do Carrefour espancaram e violentaram mulher negra

“Ela dizia que eu precisava relaxar, colocava música e incenso para eu dormir. Em algum momento da terapia, eu acabei dormindo. Quando acordei, ela estava me tocando“. Depois desta experiência, a apresentadora nunca mais buscou este tipo de tratamento.

View this post on Instagram

A post shared by Ana Paula Araujo (@appaaraujo)

Continua após a publicidade
Publicidade