Clique e assine por apenas 4,90/mês

Quarenta anos sem Vinicius: Garota de Ipanema é canção mais tocada

Morto em 9 de julho de 1980, Vinicius de Moraes deixou legado imortal para a música brasileira. Ecad selecionou canções de sucesso

Por Marcela Capobianco - Atualizado em 10 jul 2020, 22h16 - Publicado em 9 jul 2020, 18h17

O compositor Vinicius de Moraes nos deixou há exatos 40 anos, em 9 de julho de 1980. O Poetinha deixou um legado imenso para a arte brasileira e suas músicas seguem tocando os corações de todos os brasileiros.

Para marcar a data, o Escritório Central de Arrecadação e Distribuição (Ecad) fez um levantamento das músicas mais tocadas de Vinicius de Moraes nos últimos cinco anos.

+ Festival de paródias vai premiar vencedor com 2 000 reais

Três parceiros de Vinicius se destacaram no ranking: Tom Jobim, Toquinho e Baden Powell.

Continua após a publicidade

Com Tom, constam dez músicas no ranking do Ecad. Entre elas, clássicos como Garota de Ipanema, Chega de Saudade e Eu Sei Que Vou Te Amar, que são, inclusive, as três primeiras colocadas.

+ Escola de Artes Visuais do Parque Lage terá aulas on-line

Completam a lista Aquarela, composta com Toquinho, Mushi e Guido Morra, Tarde em Itapoã, com Toquinho, Água de Beber, com Tom Jobim, Berimbau, escrita com Banden Powell, Regra Três, com Toquinho e O Morro Não Tem Vez e Insensatez, parcerias com Tom.

Continua após a publicidade

Ouça essas e outras músicas no Amazon Music! Teste grátis por 3 meses!

 

+ Lives do fim de semana: Diogo Nogueira, Wesley Safadão e muito rock

Vinicius de Moraes tem 599 canções e 484 gravações cadastradas no banco de dados do Ecad. Nos últimos cinco anos, quase 80% dos rendimentos em direitos autorais pela execução pública de música destinados a ele foram referentes aos segmentos de shows, música ao vivo e TV.

Continua após a publicidade

+ Para receber VEJA Rio em casa, clique aqui

O pagamento de direitos autorais de músicas é assegurado por 70 anos após a morte do autor (ou do último autor, no caso das parcerias), conforme determina a 9.610/98.

 

Publicidade