Clique e assine por apenas 4,90/mês

Renato Gaúcho: ‘PM não me expulsou da praia, só pediu para eu não sentar’

No fim de semana em que prefeito prometeu 'endurecer' fiscalização, técnico do Grêmio estava sem máscara na areia e foi abordado por policial

Por Cleo Guimarães - Atualizado em 14 jul 2020, 10h17 - Publicado em 13 jul 2020, 11h36

O fim de semana foi de muita praia para Renato Gaúcho, que passou as tardes de sábado e de domingo no point de sempre: em Ipanema, na altura da Rua Vinícius de Morais. Sem máscara de proteção, o técnico do Grêmio jogou futevôlei, mergulhou e socializou com amigos e com a filha, Carol Portaluppi. Os banhos de mar e de sol continuam proibidos na cidade, assim como a prática de atividades esportivas coletivas nas areias – segundo o prefeito Marcelo Crivella, as praias teriam fiscalização mais rigorosa justamente a partir deste fim de semana, leia aqui: Coronavírus: ordem do prefeito é ‘endurecer bem’ a fiscalização nas praias

Gagliasso e Ewbank: casal enfrenta críticas por desrespeitar protocolo

Flagrado por fotógrafos no momento em que foi abordado por um PM, Renato nega que tenha sido expulso da praia. “Ele foi muito educado e só pediu para eu e os meus amigos não ficarmos sentados, a gente tinha que estar em movimento”, conta. Renato estava sem máscara (seu uso é obrigatório) e diz que não houve nenhuma menção a uma possível multa. “O policial nem tocou nesse assunto”. A prefeitura diz que, por meio da Guarda Municipal, reforçou o patrulhamento na orla da Zona Sul para orientar a população e fiscalizar se medidas restritivas estão sendo cumpridas.

+Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

Continua após a publicidade
Publicidade