Clique e assine por apenas 4,90/mês

Ney Matogrosso 79 anos: Poema e Tanto Amar no topo das paradas

Levantamento do Ecad aponta as músicas mais tocadas do cantor, que faz aniversário neste sábado (1º)

Por Marcela Capobianco - 31 jul 2020, 20h09

O cantor Ney Matogrosso completa 79 anos neste sábado (1º) e, para comemorar a data, o Escritório Central de Arrecadação e Distribuição (Ecad) fez um levantamento das músicas mais tocadas do artista nos últimos cinco anos.

Ney tem 934 gravações no banco de dados do Ecad. Quase 95% de seus rendimentos entre 2015 e 2019 em direitos autorais foram provenientes dos segmentos de televisão e rádio.

As cinco primeiras colocadas do ranking foram Poema (autoria de Cazuza e Frejat), Tanto Amar (de Chico Buarque), Balada do Louco (de Rita Lee e Arnaldo Baptista), Rosa de Hiroshima (composta por Gerson Conrad e Vinicius de Moraes), e Promessas Demais (de Zeca Barreto, Moraes Moreira e Paulo Leminski).

Também aparecem na lista Um Pouco de Calor (Dan Nacagawa), Amor Objeto (composta por Roberto de Carvalho e Rita Lee), Amor Perfeito (Michael Sullivan/Lincoln Olivetti/Miguel/Paulo Massadas/Robson Jorge), Flores Astrais (de João Ricardo/João Apolinário) e Homem com H (composição de Antonio Barros).

Continua após a publicidade

O curioso é que o maior sucesso dos Secos e Molhados, grupo do qual Ney Matogrosso fez parte nos anos 70, Sangue Latino, não aparece entre as músicas mais tocadas entre 2015 e 2019.

Publicidade