Clique e assine por apenas 4,90/mês

Morre Padre José Roberto Devellard, da Paróquia da Ressurreição (Arpoador)

Pároco sentiu-se mal antes de rezar missa pelos seus 47 anos de sacerdócio; levado para o hospital, sofreu um infarto na manhã desta terça (15)

Por Cleo Guimarães - Atualizado em 15 set 2020, 11h40 - Publicado em 15 set 2020, 11h37

Morreu na manhã desta terça (15) o padre José Roberto Devellard, responsável pela Paróquia da Ressurreição, no Arpoador. Ele tinha 75 anos e estava há 34 à frente da igreja da Rua Francisco Otaviano. O pároco também fazia um trabalho de catequização na Capela da Anunciação, na comunidade Pavão-Pavãozinho, em Copacabana, onde distribuía cestas básicas a famílias carentes.

Justiça do Rio reforça suspensão de aulas na rede privada da capital

Devellard era conhecido como um padre carismático e com grande poder de comunicação entre os jovens, o que fazia com que sua “Missa das Crianças”, nos domingos, ao final da tarde, fosse muito disputada pelos filhos e netos dos fiéis que já lotavam a igreja pela manhã, na missa das 10h30. Nessas ocasiões, não era raro ele citar letras de canções de Roberto Carlos, Cazuza, e de bandas como os Beatles, enquanto pregava.

Coronavírus: Luiz Fux, presidente do STF, testa positivo para Covid-19

Era um padre que ia além de teorias e discursos: em 2015, quando os arredores da igreja sofriam com frequentes arrastões na saída da praia, Devellard resolveu uniformizar, com camisetas amarelas e estampadas com fotos de santos, cerca de 250 crianças e adolescentes das comunidades do Cantagalo e Pavão-Pavãozinho. “É para evitar que sejam confundidos com infratores. Isso é triste demais, não deveria ser normal, mas acontece muito”, disse o padre, à época. A Paróquia fica na divisa entre Ipanema e Copacabana.

+ Para receber VEJA Rio em casa, clique aqui

Muito querido pelos fiéis da Zona Sul da cidade, Devellard completou nesta 47 anos de sacerdócio nesta segunda (14) e começou a sentir-se mal quando preparava-se para realizar a missa em comemoração à data. Levado para o hospital Copa D’Or, o padre acabou sofrendo um infarto fulminante na manhã desta terça (15). A missa de corpo presente será realizada pelo Cardeal Dom Orani Tempesta às 19h, na Paróquia da Ressurreição.

Continua após a publicidade
Publicidade