Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Luto: morre a promoter Alicinha Cavalcanti, aos 58 anos

Homenageada nas redes por amigas como Astrid Fontenelle e Marilia Gabriela, ela foi vítima de uma doença degenerativa rara, diagnosticada em 2017

Por Da Redação 2 ago 2021, 16h27

Diagnosticada com esclerose lateral amiotrófica (ELA) em 2017, a promoter Alicinha Cavalcanti morreu neste segunda (2), em decorrência da doença, rara e degenerativa, que provoca  a destruição dos neurônios responsáveis pelo movimento dos músculos voluntários. A ELA leva a uma paralisia progressiva, que acaba impedindo tarefas simples como andar, falar e respirar. Alicinha contava com uma assistência médica domiciliar durante 24h por dia e teve o apoio e a supervisão integral do marido, Rodrigo Biondi, com quem estava casada há 16 anos.

Vídeo: ‘Tô levando duas medalhinhas para casa’, diz Rebeca Andrade

Uma das primeiras promoters do país, ela tinha mais de 15 mil nomes em seu poderoso mailing e foi a responsável pela lista de convidados dos mais badalados camarotes da Sapucaí nos áureos tempos dos espaços VIP do Sambódromo. Sua morte foi lamentada nas redes por muitos artistas – a relação de trabalho muitas vezes virava amizade de longos anos.

Paes ‘apaga’ Nuzman de foto com Rebeca Andrade e resultado tosco vira meme

“Minha amiga mais linda, mais generosa, que não se abatia com nada, que a tudo vencia com ânimo e alegria nos deixou hoje para sempre (…) Ah, Lilizinha querida, você vai fazer uma falta danada“, postou Marilia Gabriela.

Continua após a publicidade

Carolina Ferraz lança livro de culinária; veja receitas queridinhas

Astrid Fontenelle também a homenageou no Instagram. “Perdi hoje minha amiga mais sapeca e deliciosa. Mulher forte. Mulher amorosa. Lutou bravamente contra uma doença que até hoje não reconheço o nome. Alicinha era puro AMOR. E pelo Gabriel (filho de Astrid) então… seria sua madrinha de consagração. Hoje virou estrela. Meus sinceros sentimentos ao Rodrigo que esteve com ela nessa luta num dos pactos de AMOR mais lindo que vi”, escreveu.

Era este o tom de quase todas as mensagens dos muitos amigos que a promoter fez em seus 58 anos de vida.

+ Para receber VEJA Rio em casa, clique aqui

 

Continua após a publicidade
Publicidade