Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Elos perdidos: pesquisador encontra sete letras inéditas de Belchior

Composições escritas entre 1971 e 1979 foram enviadas ao Departamento de Censura Federal da Ditadura Militar, mas não sofreram cortes

Por Da Redação Atualizado em 23 ago 2021, 12h25 - Publicado em 23 ago 2021, 12h05

Debruçado sobre o acervo digitalizado do Arquivo Nacional, o jornalista e pesquisador Renato Vieira encontrou sete letras inéditas do cantor e compositor Belchior, morto em 2017, aos 70 anos.

+ Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

As letras foram escritas pelo músico cearense no período entre 1971 e 1979 e foram enviadas ao então Departamento de Censura Federal da Ditadura Militar. O curioso é quem nenhuma delas sofreu cortes ou foi proibida de ser gravada.

+ Ícones da cultura iorubá ganham exposição no MAR

As músicas – alguma delas parcerias com Fagner e com Fausto Nilo – jamais chegaram a ser gravadas, e Vieira ainda não sabe responder se foi uma decisão artística de Belchior ou da gravadora.

+ Eduardo Paes: “Nunca tivemos tantos casos de Covid-19 este ano ano”

O jornalista, que pesquisa a obra de Belchior desde 2013 e coordenou o relançamento de alguns discos do cantor, avalia a descoberta como “elos perdidos” da obra do autor de clássicos como Sujeito de Sorte, Coração Selvagem e Apenas um Rapaz Latinoamericano.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Saiba tudo o que acontece na Cidade Maravilhosa. Assine a Veja Rio e continue lendo.

Impressa + Digital

Plano completo da Veja Rio! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da Veja Rio, diariamente atualizado.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas do Rio.

Receba mensalmente a Veja Rio impressa mais acesso imediato às edições digitais no App Veja, para celular e tablet

a partir de R$ 14,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Acesso ilimitado ao Site da Veja Rio, diariamente atualizado, com Blogs e Colunistas que são a cara da cidade.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas do Rio.

App Veja para celular e tablet, atualizado mensalmente com todas as edições da Veja Rio

a partir de R$ 12,90/mês