Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Perdeu: Leoni terá de pagar 50 mil a Paula Toller por campanha do PT

Em apoio a Fernando Haddad, ele criou uma paródia de Pintura Íntima, composta em parceria com a ex-vocalista do Kid Abelha, que não autorizou seu uso

Por Cleo Guimarães 25 mar 2021, 14h14

A Justiça do Rio deu parecer favorável a Paula Toller, e Leoni, seu ex-parceiro de Kid Abelha, terá de lhe pagar uma indenização de 50 mil reais por danos morais. Ele foi processado por divulgar, em suas redes sociais, um trecho alterado da música Pintura Íntima ao declarar apoio a Fernando Haddad, durante a campanha eleitoral de 2018. Coautora da canção, Paula não havia autorizado seu uso.

De mão cheia: Teresa Cristina vai comandar programa de culinária na web

Leoni criou uma paródia em que cantava “Com Manu e Haddad de mãos dadas, chegou a hora da virada”, baseada na letra original da música (e no mesmo ritmo): “Fazer amor de madrugada, amor com jeito de virada”. Em 2019, a Justiça deu ganho de causa à cantora, e agora 16ª Câmara Cível do TJ confirmou a sentença. Leoni terá também de pagar pelos danos materiais, que ainda serão calculados.

Tensão no Rio: grupos radicais vão protestar sexta (26) em Copacabana

Pintura Íntima é um dos maiores sucessos do repertório dos mais de 30 anos de carreira do Kid Abelha, banda que saiu de cena em 2016.

+ Para receber VEJA Rio em casa, clique aqui

Continua após a publicidade
Publicidade