Clique e assine por apenas 4,90/mês

De olho na torcida do Fla, Eduardo Paes pode ter Marcos Braz como vice

Hoje responsável pelo futebol do vitorioso time rubro-negro, dirigente já foi secretário de Esportes e Lazer do ex-prefeito, por indicação de Romário

Por Cleo Guimarães - 23 jul 2020, 11h24

Não é de hoje que o ex-prefeito Eduardo Paes planeja ter alguém “terrivelmente rubro-negro” como vice em sua chapa – na reeleição de 2012, ele chegou a cortejar a então presidente do Flamengo e vereadora pelo PMDB, Patricia Amorim. Vascaíno e consciente da força política de um bom gestor intimamente ligado ao clube de maior torcida do país, Paes, pré-candidato às eleições municipais pelo DEM, confirma seu interesse em ter o responsável pelo futebol do Flamengo como vice em sua chapa. “Mas não está nada definido ainda”, diz.

Flamengo: quem é a advogada apontada como amante de Jorge Jesus

A possível dobradinha Paes-Braz não chega a ser uma novidade (o ex-prefeito já o elogiou publicamente algumas vezes), e vem ganhando força nos últimos dias. Fontes ligadas ao clube afirmaram a VEJA RIO que o vice de futebol – uma unanimidade entre os flamenguistas graças às boas contratações e aos cinco títulos conquistados no último ano – “gosta da ideia” de uma parceria política com Paes.

+Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

Continua após a publicidade

Braz não é um neófito na política, longe disso. Hoje filiado ao PL, ele foi Secretário Municipal de Esportes e Lazer justamente no segundo mandato de Paes, em 2015, por indicação do senador Romário, “parça” do futebol. Procurado por VEJA RIO, Braz, que está em Portugal negociando a contratação de um substituto para o técnico Jorge Jesus, não retornou às ligações. 

Demissões na Mangueira: ‘Fiquei três noites sem dormir’, diz presidente

Publicidade