Clique e assine com até 65% de desconto

Fernanda Lima sobre meditação: ‘No começo não conseguia ficar parada’

A apresentadora está à frente do novo programa do GNT Caminho Zen, com estreia em 11 de março

Por Fernanda Thedim Atualizado em 9 mar 2020, 10h11 - Publicado em 6 mar 2020, 12h00

Durante um périplo por três cidades no Japão, Monja Coen e Fernanda Lima trataram de questões da vida moderna. O papo entre a missionária e a apresentadora é o fio condutor do novo programa do GNT Caminho Zen, com estreia em 11 de março. Os cinco episódios perpassam práticas da cultura local que se alastram com cada vez mais vigor pelo mundo ocidental. “A meditação, para uma pessoa hiperativa como eu, ajuda muito. Mas no começo não conseguia ficar parada”, reconhece Fernanda, que compara: “As posturas da ioga funcionam como se eu estivesse ludibriando um pouco a minha mente, fazendo um exercício com o corpo. Na verdade, estou trabalhando intensamente a respiração. Só depois disso consigo me acalmar, sentar e meditar”. Ela praticou ioga durante toda a gravidez da filha, Maria Manoela, de 4 meses. “Sempre me sinto melhor depois. Meus filhos até dizem: ‘Mãe, acho que tu tem que praticar um pouco de ioga, você está muito irritada!’. Aí eu vou, faço, volto, falo as mesmas coisas, mas de outra maneira, bem melhor.”

+ Novo método combina exercícios com autoconhecimento

+ Projeto de treinos gratuitos de corrida retoma as atividades no Rio

+ Treino para emagrecer lidera topo de tendências fitness para 2020

Continua após a publicidade
Publicidade