Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Fabio Porchat vai financiar três peças de comédia com 80 000 reais

Iniciativa integra o Prêmio do Humor, criado pelo ator e roteirista em 2017, que pretende ser uma injeção de ânimo e esperança na retomada da cultura

Por Marcela Capobianco 19 jul 2021, 14h13

Ciente – e preocupado – da grave crise que o teatro enfrenta por causa da pandemia do novo coronavírus, Fabio Porchat resolveu ir além no já tradicional Prêmio do Humor, criado por ele.

A edição da premiação que elege os melhores artistas e espetáculos teatrais de humor no Rio de Janeiro e em São Paulo vai selecionar três peças inéditas de comédia para receber um aporte de 80 000 reais cada. A ideia é que os projetos possam ganhar os palcos no início de 2022.

+ Mistérios noturnos dão o tom de espetáculo dirigido por Yara de Novaes

As inscrições dos projetos começam no dia 1º de agosto. O tema dos espetáculo é livre, desde que eles façam rir. Pelo menos metade do elenco e da produção deve ser composta por pessoas pretas.

“A pandemia tentou derrubar o teatro, mas a gente não vai deixar. Queremos que o teatro volte a florescer, com elenco e plateia vacinados em 2022 e a pandemia bem longe da gente”, diz Porchat, que banca todo o projeto sem parceiros ou patrocínio.

Continua após a publicidade

+ Três monólogos em cartaz de forma presencial no Rio

O júri é formado pelos atores Aloísio de Abreu, Sura Berdstchevsky, Ary França, Zezeh Barbosa e pelo jornalista Rafael Teixeira. O resultado deve ser revelado em dezembro.

+ Novo disco da Maria Bethânia chega ao streaming no fim de julho

Já nas categorias convencionais do prêmio serão eleitos melhor texto, melhor direção, melhor performance, melhor espetáculo de 2021. Além disso, haverá um prêmio especial e uma homenagem a um grande nome da comédia.

+ Para receber VEJA Rio em casa, clique aqui

Os detalhes e o edital podem ser conferidos no site.

Continua após a publicidade
Publicidade