Clique e assine por apenas 7,90/mês

Coronavírus: ‘Cura virá das Igrejas’, diz prefeito de Duque de Caxias

Em vídeo, Washington Reis promete que os templos, "graças a Deus", vão permanecer abertos: "A cura virá de lá, dos pés do Senhor"

Por Cleo Guimarães - 25 mar 2020, 11h43

Um vídeo que circula nas redes sociais desde terça-feira (24) mostra o prefeito de Duque de Caxias, Washington Reis (MDB), afirmando que não fechará as igrejas evangélicas do município, mesmo com o primeiro caso de COVID-19 confirmado na cidade. O político aparece num canteiro de obras ao lado da vereadora e membro da Igreja Universal do Reino de Deus, Maria Landerleide (Republicanos) e de quatro secretários, (todos aglomerados em frente a uma câmera e a menos de dois metros de distância entre si, desrespeitando os protocolos de saúde), e vai além.

Coronavírus: Rio pode reduzir mensalidades escolares durante quarentena

Não só promete que as igrejas, “Graças a Deus”, vão permanecer abertas, mas também que “a cura virá de lá, dos pés do Senhor.” Washington também afirma que Duque de Caxias “tem a proteção de Deus contra essa doença que está ceifando muitas vidas”. Ele termina a transmissão perguntando, em tom informal, à vereadora: “Tá ligada, né? Tá ligada que a Assembléia e a Universal não vão fechar!”.

Guia definitivo da quarentena: consulte-o e livre-se do tédio!

Continua após a publicidade

A vereadora afirma que a pessoa que entra na Igreja Universal “tem suas mãos lavadas com água e sabão e logo em seguida com álcool em gel” e que os fiéis vão à igreja orar e voltar para suas casas, já que os cultos estão suspensos.

Coronavírus: traficantes ordenam toque de recolher na Rocinha

Publicidade