Clique e assine por apenas 4,90/mês

Celebridades americanas fazem campanha pelo uso de máscaras

Número de casos de Covid-19 voltou a subir nos EUA após relaxamento de medidas de isolamento

Por Marcela Capobianco - 3 jul 2020, 11h46

Atrizes e influenciadoras americanas como Jennifer Aniston, Reese Witherspoon e Kourtney Kardashian aderiram a uma campanha para conscientizar o povo sobre a necessidade de usar máscaras de proteção.

+ Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

Com a hashtag #WearADamnMask (em português: “use a droga da máscara!), artistas tentam conscientizar sobre a necessidade de se proteger do novo coronavírus. Os Estados Unidos, junto com o Brasil, são epicentro da pandemia e, com a chegada do verão no Hemisfério Norte, muitas medidas de isolamento vêm sendo afrouxadas naquele país. Com isso, os casos de Covid-19 têm voltado a crescer, principalmente em estados como a Flórida, que tem muitas praias.

+ Rio registra mais de dez mil mortes por Covid-19

Continua após a publicidade

View this post on Instagram

Hey Everybody! Wearing a mask is not a political statement. It means you care about other people’s health and safety. Be KIND, wear a mask! #wearadamnmask

A post shared by Reese Witherspoon (@reesewitherspoon) on

Continua após a publicidade

+Primeira noite de funcionamento de bares tem aglomerações no Rio

A atriz Resse Whiterspoon escreveu em seu perfil no Instagram: “Olá, pessoal! Usar máscara não é uma questão política. Significa que você se importa com a saúde e a segurança de outras pessoas. Seja gentil, use a máscara”.

+Academias do Rio reabrem com agendamento prévio

Já Jennifer Aniston foi de textão: “Eu entendo que as máscaras são desconfortáveis, mas negócios estão fechando, pessoas estão perdendo seus empregos, profissionais da saúde estão trabalhando em exaustão… E muitas vidas foram levadas pelo vírus porque não estamos fazendo o suficiente. Eu realmente acredito na bondade das pessoas, então acho que podemos fazer por onde, mas ainda há muitas pessoas no país que se recusam a seguir ações que ajudam a achatar a curva de contágio. Usar máscara não deveria virar um debate político sobre “direitos que estão sendo negados”.

Publicidade