Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

BBB: Juliette pode ficar milionária mesmo se não vencer a competição

Especialistas em marketing digital afirmam que, com o número de seguidores da paraibana, é possível cobrar até R$ 85 000,00 por uma propaganda

Por Da Redação 19 abr 2021, 13h18

Enquanto a rapper Karol Conká precisa até de uma ajudinha da Globo para limpar a imagem após a polêmica participação no BBB 21 – estreia, no final de abril, uma série documental sobre o processo de “reconstrução” da carreira da cantora pós-reality show – a sister Juliette sequer precisa ser campeã do programa para ficar rica.

+ Para receber VEJA Rio em casa, clique aqui

É o que prevê um estudo da agência Brunch, a pedido da revista Exame. Com 21,8 milhões de seguidores no Instagram, a advogada e maquiadora poderá cobrar até R$ 85 000 por uma postagem patrocinada. Caso Juliette destine 20% de suas postagens a propagandas, ela conseguirá arrecadar R$ 1,7 milhão por mês.

+ Xuxa se envolve em mais uma polêmica

Esse preço é calculado com base nos custos da produção de fotos e vídeos, o uso da imagem da celebridade e o custo da distribuição do conteúdo nas redes sociais.

+ Com talento e ambição, Maxwell Alexandre conquista espaço no panteão das artes

O engajamento do influenciador nas redes – ou seja: o quanto os seguidores conversam com a famosa, seja comentando os posts, reagindo aos stories e salvando o conteúdo – também é fundamental para que o valor de cada propaganda seja calculado.

+ Bolovo 2.0: seis versões cariocas do delicioso quitute

Ao que tudo indica, o BBB foi só o começo de uma vida sob os holofotes para a paraibana.

Continua após a publicidade
Publicidade