Clique e assine por apenas 3,90/mês

Barraco no Leblon: ‘Eu filmava e pensava: Surreal!’, diz autora de vídeo

Atriz e influenciadora digital, ex-paquita Andrea Veiga tinha acabado de jantar quando a confusão começou, bem na sua frente: 'Foi chocante'

Por Cleo Guimarães - Atualizado em 29 set 2020, 21h53 - Publicado em 29 set 2020, 15h01

Sexta-feira, dia 25 de setembro de 2020, pouco depois das oito da noite. A atriz Andrea Veiga tinha acabado de jantar com um casal de amigos no restaurante japonês Togu, no Leblon, e naquele momento morno do cafezinho antes de a conta chegar, percebeu que um carro conversível com duas mulheres de biquíni havia parado bem na sua frente. “Comecei a filmar porque achei inusitado, muito louco aquelas mulheres no carro, todo mundo sem máscara no meio de uma pandemia, se beijando”, diz.

Arquiteta do Leblon: ‘Foi sem querer que ele arrancou o biquíni’; veja o vídeo

Andrea conta ter ficado surpresa ao ver a reação de Aline Araújo, uma arquiteta que ocupava a mesa vizinha com o namorado, Mauricio Pitanga. A atriz havia conhecido o casal momentos antes, apresentada por um amigo em comum. “Ela disse que era fã da Xuxa,  lembrava do meu tempo de Paquita e fez um coraçãozinho com as mãos na minha direção”.

Barraco no Leblon: envolvidos podem ter cometido seis crimes

O vídeo filmado por Andrea mostra que Aline, ao ver as mulheres do carro se beijando, jogou água e depois uma garrafa de plástico na direção das duas. Acertou as costas da empresária Scheila Mack. “Não acreditei”, narra. Ela manteve o sangue frio ao ver as cenas de agressão mútua e continuou gravando.

Continua após a publicidade

‘Formas diferentes de ostentar’: pesquisadora analisa barracos no Rio e SP

“Eu ia filmando e pensando: Surreal isso tudo!”. Na gravação, que viralizou na internet, é possível ouvir a atriz perguntando, logo no início da filmagem: ‘A mulher está de sutiã e calcinha, é isso mesmo?’. Outro momento em que Andrea reage ao que acontece à sua volta é depois que Scheila bate no rosto da arquiteta. (Nesta hora, ela grita: ‘O que é isso?!!’).

+ Para receber VEJA Rio em casa, clique aqui

“Quando vi, ela estava enchendo a moça da mesa ao lado de sopapos”. O momento pós-soco, lembra, foi o mais tenso. “A menininha da mesa começou a chorar, então o pai dela  saiu correndo, foi até o carro, e fez aquilo: arrancou o biquíni da mulher”. Para Andrea, testemunha ocular da história, todos ali estão errados. “Foi uma agressividade absurda geral, ninguém tem razão”. O vídeo foi compartilhado nas redes pelo amigo da atriz.

Rock in Rio confirma datas da edição de 2021

Ela nega que tenha se colocado à disposição de Aline para testemunhar a seu favor, como afirmou a arquiteta a VEJA RIO. “Eu não disse nada disso. Não testemunharia a favor de ninguém ali, ninguém tem razão”, diz. Assim como as outras pessoas que estavam no restaurante àquela hora, a ex-Paquita também foi alvo de críticas nas redes por não estar usando proteção facial. “Eu estava jantando, do lado de fora do restaurante. Tudo certinho e dentro dos protocolos. Não dá para comer de máscara”.

Continua após a publicidade
Publicidade