Clique e assine por apenas 4,90/mês

Antonio Fagundes: ‘Regina Duarte está se queimando de todos os lados’

Em quarentena, ator fala sobre a atuação de sua ex-parceira romântica à frente da Secretaria de Cultura e a descoberta tardia do Instagram

Por Cleo Guimarães - Atualizado em 7 abr 2020, 19h01 - Publicado em 3 abr 2020, 12h00

A peça adiou, o convívio social acabou, o povo sumiu — e agora, Antonio Fagundes? Agora o ator, fechadinho em casa com a mulher, Alexandra, aproveita para ler muito (o início deste texto é livremente inspirado em José, de Carlos Drummond de Andrade, um de seus poetas preferidos). Sua mais recente descoberta é o jovem escritor americano Blake Crouch, por quem anda encantado. “É um autor louquíssimo de ficção científica”, explica.

+ Para receber a Veja Rio em casa, é só clicar aqui.

Enquanto não define a nova data de estreia no Rio (era para ser em maio) da peça Baixa Terapia, já vista por mais de 300 000 pessoas, Fagundes dedica-se também à página que mantém no Instagram, onde conquistou 320 000 seguidores em cerca de três meses. “Fiquei moderninho, virei até blogueirinho”, brinca. De casa, acompanha as ações de Regina Duarte, seu par romântico em três novelas, hoje à frente da Secretaria da Cultura. “Ela está se queimando de todos os lados. O cobertor é muito curto”, avalia.

Roberto Carlos: quem abraçou, abraçou

Continua após a publicidade

Giovanna Antonelli: “Casamento longo não é sinônimo de felicidade”

Maya Gabeira: coronavírus ameaça o surfe de ondas grandes em Nazaré

Apaixonado e indignado: a volta de Marcelo D2 ao Planet Hemp

Publicidade