Victor Arruda

Veja Rio
starsstarsstarsstarsstars

Resenha por Rafael Teixeira

Inaugurada em 2000 no Shopping Cidade Copacabana (ou Shopping dos Antiquários, como ficou conhecido), a Galeria Artur Fidalgo mudou-se no fim de agosto para um imóvel mais amplo, no mesmo centro comercial, onde anteriormente funcionava outro espaço de exibição e negociação de arte, a Graphos: Brasil. Em sua segunda mostra no novo ponto, o marchand Artur Fidalgo apresenta a individual Trans, de Victor Arruda, nome destacado da cena artística contemporânea brasileira. Diminuto, mas atraente, o acervo reúne dez telas em acrílica vivamente coloridas, evocando certa influência dos quadrinhos — presente e assumida nos trabalhos de Arruda desde a década de 70. Imagem recorrente na obra do artista, corpos humanos, ou partes deles, permeiam as criações de tintas surrealistas, como se vê em Díptico da Gravata, Homenagem a Athos Bulcão.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s