Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

A Guerra dos Sexos

Veja Rio:

Resenha por Miguel Barbieri Jr

Copyright Fox Searchlight Pictures/Divulgação

Em época na qual se fala muito do empoderamento feminino, um filme como A Guerra dos Sexos vem a calhar. Baseada em caso real, ocorrido em 1973, a história mostra a inspiradora trajetória de Billie Jean King (papel da eficiente Emma Stone, de La La Land). Tenista número 1 do mundo, ela desafiou o machismo ao requerer um prêmio em dinheiro igual ao dos homens. Sem sucesso junto à associação, decidiu criar o próprio torneio, apenas com mulheres. Ao mesmo tempo, Billie, embora casada, começou a se sentir atraída por uma cabeleireira bissexual (Andrea Riseborough). O ator Steve Carell tem presença importante como Bobby Riggs, um tenista fanfarrão e chauvinista de 55 anos. Diretor de Pequena Miss Sunshine (2006), o casal Jonathan Dayton e Valerie Faris acerta no tom suave (e bem-humorado) sem perder o foco no posicionamento crítico. Feminismo e homossexualidade no esporte são apresentados em um histórico episódio de superação. Direção: Jonathan Dayton e Valerie Faris (Battle of the Sexes, EUA/Inglaterra, 2017, 121min). 12 anos.

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.