TEATRO

Títeres humanos

Drama Da Vida das Marionetes leva filme de Bergman para o palco do Espaço Sesc

Por: Rafael Teixeira

Avaliação ✪✪✪

Fábio Maranhão/divulgação
(Foto: Redação Veja rio)

Em que pese a aparente harmonia, o casamento de Peter (Pedro Osório) e Katarina (Milena Toscano) guarda algo de doentio ? a ponto de o marido já ter sonhado que assassinava a mulher. Medíocre de espírito, ele sente apenas tédio pela vida. Ela é intensa e parece gostar de humilhá-lo, notadamente sendo infiel. Certo dia, sem motivo evidente, Peter mata uma prostituta (Claudia Mauro). Quem manipula os fios do títere que é esse homem ? e, de alguma forma, qualquer um de nós? Sem apontar para uma conclusão, a pergunta instiga o público no drama Da Vida das Marionetes, adaptação do filme homônimo de Ingmar Bergman. A direção de Guilherme Leme reveste a montagem de austeridade, reforçando, na cenografia e na luz, a ideia de secura das relações. Completado por Luiz Furlanetto, Sandra Barsotti e Arnaldo Marques, o elenco se entrega à proposta, tanto no tom de voz algo monocórdio quanto nas marcações rigorosas e praticamente sem contato físico entre os atores (75min). 14 anos. Estreou em 2/8/2014.

Espaço Sesc ? Mezanino (72 lugares). Rua Domingos Ferreira, 160, Copacabana, ☎ 2547-0156. → Quarta a sábado, 21h; domingo, 20h. R$ 20,00. Bilheteria: a partir das 15h (qua. a dom.). Até domingo (24).

Fonte: VEJA RIO