TEATRO

Tempo_Festival 2013

Serão apresentadas dez produções do mesmo número de companhias, metade delas estrangeira

Por: Rafael Teixeira - Atualizado em

Tempo Festival/divulgaçÃo
(Foto: Redação Veja rio)

Criado em 2009, o festival dirigido por Bia Junqueira, Cesar Augusto e Márcia Dias adquiriu rapidamente o status de um dos mais importantes eventos de artes cênicas do país. Neste ano, como já virou praxe, a programação é uma variada e indefinível mescla de espetáculos de teatro e dança, muitos em oportunidade única de serem vistos por aqui. Serão apresentadas dez produções do mesmo número de companhias, metade delas estrangeira. Performances, instalações e vídeos completam a lista de atrações que ocupam dez palcos da cidade, além de ruas do Centro e da Zona Sul. Quem abre os trabalhos é a companhia El Conde de Torrefiel, da Espanha. No sábado (16) e no domingo (17), às 20h, a trupe apresenta Observen Cómo el Cansancio Derrota al Pensamiento (50min, 16 anos). Tão inusitado quanto o título é o palco da montagem: a quadra de basquete do Clube Militar, no Jardim Botânico. Em cena, três atores espanhóis, Pablo Gisbert, Andreu Martínez e Jordi Rodríguez, se juntam a três jovens jogadores (que, aqui, serão escolhidos entre alunos da Central Única de Favelas). Enquanto disputam uma partida, uma voz em off faz perguntas e respostas sobre temas tão distintos quanto amor, política, entretenimento, dinheiro, arte e morte. A entrada para este espetáculo é gratuita.

Confira a programação completa em abr.ai/tempo-festival

Fonte: VEJA RIO