AVENTURAS DO POETA

Musical põe Olavo Bilac em trama fictícia

Bilac Vê Estrelas, adaptação de livro homônimo de Ruy Castro, ganha o palco com irretocáveis músicas de Nei Lopes

Por: Rafael Teixeira

AVALIAÇÃO ✪✪✪

Bilac Vê Estrelas
André Dias e Sergio Menezes: como Olavo Bilac e José do Patrocínio (Foto: Leo Aversa/Divulgação)

Transposição para o palco do livro homônimo de Ruy Castro, Bilac Vê Estrelas é um raro exemplar recente de musical de fato brasileiro, do enredo às canções, no qual estas foram compostas especificamente para se encaixar na trama. Sob direção de João Fonseca, o resultado é adorável. Na história, adaptada por Heloisa Seixas, mulher de Ruy, e Julia Romeu, filha dela, personagens reais são inseridos em um enredo fictício: poeta querido da belle époque carioca, Olavo Bilac (André Dias, ótimo) se encanta com um projeto do jornalista José do Patrocínio (Sergio Menezes), seu amigo, de construir um dirigível. A ideia, porém, é cobiçada por uma espiã (Izabella Bicalho) e pelo ardiloso padre Maximiliano (Tadeu Aguiar). Graciosa em sua simplicidade, a trama ganha o luxuoso embalo de irretocáveis canções de Nei Lopes, com direção musical afiada de Luís Filipe de Lima. No elenco, além do protagonista, Alice Borges rouba a cena a bordo de uma hilária cartomante. Atenção: a partir deste sábado (31), o espetáculo passa a ser encenado nesse dia também às 16h. Além disso, há apresentações na quarta (4) e na quinta (5), às 19h (100min).12 anos. Estreou em 8/1/2015.

Teatro Sesc Ginástico (513 lugares). Avenida Graça Aranha, 187, Centro, ☎ 2279-4027. → Sexta e domingo, 19h; sábado, 16h e 19h. Sessões extras na quarta (4) ena quinta (5), 19h. R$ 20,00. Bilheteria: a partir das 13h(sex. a dom.). Até o dia 22.

+ Confira outras peças em cartaz na cidade

 

Fonte: VEJA RIO