TEATRO

O segundo sol

Com atriz estreante como trunfo, musical sobre Cássia Eller reproduz no CCBB a energia da cantora no palco

Por: Rafael Teixeira

AVALIAÇÃO ✪✪

Eunice Almeida/divulgaçÃo
(Foto: Redação Veja rio)

Especialmente prolífico nos últimos anos, o filão dos musicais biográficos nacionais tem se caracterizado pela constância da fórmula: escolhe-se um grande nome da música, fa­tia-se a sua vida em uma série de epi­sódios, canções são inseridas para combinar a letra com a cena e o papel principal é reservado a um ator que mimetize o biografado. Escrito por Patrícia Andrade e dirigido por João Fonseca (o mesmo de espetáculos sobre Tim Maia e Cazuza) e Vinicius Arneiro, Cássia Eller - O Musical segue à risca tais requisitos. Aqui, porém, a dramaturgia se mostra por demais expositiva, mesmo para esse tipo de peça, no qual as cenas funcionam tradicionalmente como pretextos para números musicais. A opção por uma cena mais crua, se evidencia a fragilidade do texto, é fiel ao estilo da cantora. Estreante no teatro, a curitibana Tacy de Campos se revela o trunfo da montagem ao encarnar a cantora com impressionante grau de semelhança. Beneficiada pelo que parece ser um traço de sua própria personalidade, ela transita entre a timidez de Cássia na vida e sua energia nos palcos - reproduzida com auxílio da boa direção musical de Lan Lan e Fernando Nunes (120min). 14 anos. Estreou em 29/5/2014.

Centro Cultural Banco do Brasil - Teatro I (175 lugares). Rua Primeiro de Março, 66, Centro, ☎ 3808-2020. → Quarta a domingo, 19h. Não haverá sessão em dias de jogos do Brasil na Copa do Mundo.

R$ 10,00. Bilheteria: a partir das 10h (qua. a dom.). Até 20 de julho.

Fonte: VEJA RIO