TEATRO

Momix

Companhia especializada em espetáculos que unem com maestria dança, acrobacia e ilusionismo se apresenta a partir de quinta (26)

Por: Carolina Barbosa - Atualizado em

Max Pucciariello/divulgação
(Foto: Redação Veja rio)

Coreógrafo americano, Moses Pendleton estava entre os fundadores do Pilobolus, em 1971. Dez anos depois, acertou mais uma vez ao criar o Momix, outra companhia especializada em espetáculos que unem com maestria dança, acrobacia e ilusionismo. Após as sessões lotadas de Botanica, em 2010 e 2011, o grupo volta ao Theatro Municipal para exibir os passos de Alchemia. A nova montagem só foi vista na Itália, onde estreou, em fevereiro. Em cena, dez bailarinos encarnam magos e aprendizes dos segredos da transmutação ao longo de dezessete quadros encantadores. Na trilha sonora, quatro composições podem soar familiares aos ouvidos de um cinéfilo mais atento: são Remorse, Penance, Refusal e Chi Mai, criadas originalmente pelo italiano Ennio Morricone para o longa A Missão (1986), aventura de Roland Joffé estrelada por Robert De Niro. Direção do coreógrafo (90min). 12 anos.

Theatro Municipal (2?256 lugares). Praça Marechal Floriano, s/nº, Centro, ☎ 2332-9005, ? Cinelândia. Quinta (26) e sexta (27), 20h30. Domingo (29), 16h. R$ 120,00 (galeria) a R$ 320,00 (camarote, frisa, plateia e balcão nobre). Bilheteria: a partir das 10h (qui., sex. e dom.). IC. Até 2 de outubro. Estreia prometida para quinta (26). Até 2 de outubro.

Promoção camarada: quem comprar ingresso até quarta (25) ganha desconto de 50%

Assista a trechos de Alchemia em vejario.com.br/videos

Fonte: VEJA RIO