TEATRO

A Porta da Frente

Em peça da talentosa autora Julia Spadaccini, o ator e também diretor Jorge Caetano vive um homem heterossexual que gosta de vestir roupas de mulher

Por: Rafael Teixeira - Atualizado em

AVALIAÇÃO ✪✪✪

João Julio Mello/divulgação
(Foto: Redação Veja rio)

Aos 35 anos, a carioca Julia Spadaccini ostenta sólida carreira como autora teatral, reconhecida por duas indicações ao Prêmio Shell ? para a comédia Quebra Ossos, de 2012, e o drama Aos Domingos, deste ano. No décimo oitavo texto montado em apenas dez anos, ela volta a acertar. Trata-se da quarta peça da Cia. Casa de Jorge, da qual Julia é uma das fundadoras, ao lado do ator Jorge Caetano. É dele o papel do protagonista, Sasha, um homem declaradamente heterossexual que gosta de vestir roupas de mulher. Sujeito de hábitos refinados, apreciador de chá e boa música, especialmente rock de qualidade, ele se muda para um novo apartamento e vira de cabeça para baixo a rotina da já complicada família que mora em frente. Revelar detalhes da relação entre os vizinhos seria estragar um bocado da bem engendrada trama. Pode-se adiantar, no entanto, que o processo vai do estranhamento ao envolvimento, com direito a um grande mal-entendido. Também diretor, ao lado de Marco André Nunes, Caetano aproveita com brilho as possibilidades de um personagem que, nas mãos de um ator menos experiente, teria tudo para cair na caricatura. No núcleo familiar, os destaques são Malu Valle, a tragicômica mãe infeliz enfurnada em sites de relacionamento, e, especialmente, Rogério Freitas, irrepreensível na pele do pai, um corretor de imóveis medíocre cuja alma é tocada pelo crossdresser (80min). 14 anos. Estreou em 10/8/2013.

Oi Futuro Flamengo (84 lugares). Rua Dois de Dezembro, 63, Flamengo, ☎ 3131-3060, ? Largo do Machado. → Quinta a domingo, 20h. R$ 20,00. Bilheteria: a partir das 14h (qui. a dom.). Até domingo (13).

Fonte: VEJA RIO