SHOWS

Depois do susto

Recuperado de uma cirurgia no coração, Zé Ramalho defende clássicos e as faixas do CD Sinais dos Tempos

Por: Carolina Barbosa - Atualizado em

Leonardo Marinho/divulgação
(Foto: Redação Veja rio)

Em março, o bardo paraibano de 63 anos, há mais de três décadas radicado no Rio, foi submetido a uma cirurgia no coração. Três meses depois do susto no Hospital Samaritano, Zé Ramalho já cumpria sua tradicional, e intensa, agenda de festas de São João. Agora é a vez do público carioca conferir sua recuperação. O músico apresenta no Vivo Rio, no sábado (3), o espetáculo Sinais dos Cantos. No repertório entram faixas de seu mais recente disco de inéditas, Sinais dos Tempos (2012), o pri­meiro desde 2007 e o 23º de sua carreira, produzido por selo próprio, o Avôhai Music. Novidades, a exemplo de Indo com o Tempo e Sinais, ganharão, ao vivo, a companhia de clássicos do porte de Avôhai, Chão de Giz, Táxi Lunar e Admirável Gado Novo. No palco, Ramalho (voz e violão) é acompanhado por Dodô de Moraes (teclado), Edu Constant (bateria), Chico Guedes (baixo), Zé Gomes (percussão) e Toti Cavalcante (sax e flauta). 16 anos.

Vivo Rio (2?242 lugares). Avenida Infante Dom Henrique, 85, Parque do Flamengo, ☎ 2272-2901. Sábado (3), 22h. R$ 80,00 (balcão) a R$ 180,00 (camarote A e setor vip). Bilheteria: 12h/21h (seg. a sex.); a partir das 12h (sáb.). Estac. c/manobr. (R$ 30,00). IR. www.vivorio.com.br.

Fonte: VEJA RIO