Sérgio Ricardo

Sérgio Ricardo revisita trilhas sonoras que compôs

Cantor, compositor e cineasta traz para os palcos canções que fazem parte da história do cinema brasileiro

Por: Rafael Cavalieri - Atualizado em

Sérgio Ricardo vai relembrar clássicos
(Foto: Selmy Yassuda)

Nome presente na primeira turma da bossa nova e personagem inesquecível da era dos festivais, o versátil Sérgio Ricardo também desenvolve, há décadas, um consistente trabalho como autor de trilhas sonoras. É essa a vertente explorada no espetáculo Cinema na Música, que o cantor, compositor e instrumentista apresenta no Theatro Net Rio, na segunda (6). Estória de João Joana é a única canção selecionada que não veio do cinema — trata-se de um cordel do poeta Carlos Drummond de Andrade musicado por Sérgio Ricardo.

+ Saiba mais sobre os melhores shows no Rio de Janeiro

Na lista aparecem ainda temas de filmes dirigidos por ele, a exemplo de Enquanto a Tristeza Não Vem, de Menino da Calça Branca (1970), e Palmares, de Pé sem Chão, curta incluído na programação do Festival do Rio 2014. O repertório se completa com suas criações para o clássico Deus e o Diabo na Terra do Sol (1964), de Glauber Rocha. Ao vivo, Sérgio é acompanhado pelos filhos João Gurgel (voz e violão) e Marina Lutfi (voz), além dos tarimbados Lui Coimbra (violão e charango), Itamar Assiére (piano e sanfona), Guto Wirtti (baixo), Alexandre Caldi (sopros), Jurim Moreira (bateria) e Armando Marçal (percussão). 12 anos.

Theatro Net Rio — Sala Tereza Rachel (622 lugares). Rua Siqueira Campos, 143 (Shopping dos Antiquários), sobreloja, ☎ 2147-8060 e 2148-8060. Segunda (6), 21h. R$ 80,00 (balcão) e R$ 110,00 (plateia). Bilheteria: a partir das 10h (seg.). IR. www.theatronetrio.com.br.

Fonte: VEJA RIO