SHOWS

Música elegante brasileira

Paula Morelenbaum e Marcos Valle dividem repertório recheado de clássicos de Tom, Vinicius e Jorge Ben Jor

Por: Thayz Guimarães

Foto: Christian Gaul/Divulgação; Divulgação
(Foto: Redação Veja rio)

Nos últimos dez anos de vida, Tom Jobim (1927-1994) contou, no palco e nos estúdios, com o apoio de um grupo de backing vocals no qual sobressaía Paula Morelenbaum. Marcada por essa experiência, a cantora carioca, revelada em 1979, no conjunto vocal Céu da Boca, dedicou atenção especial à bossa nova ao longo de sua carreira-solo. Na companhia de Marcos Valle, expoente da chamada segunda geração do gênero, ela se apresenta na terça (24), no Teatro de Arena do Espaço Sesc, em Copacabana. A intérprete pegou o espírito da coisa, como comprovou no repertório de Telecoteco, disco de 2008 indicado ao Grammy Latino. Valle, atento, já a convidou para dividir apresentações no exterior, em palcos nobres como o do clube de jazz Bird­land, em Nova York. Nesta apresentação carioca, os dois serão escoltados por Jacques Morelenbaum (violoncelo) - marido de Paula, ele também deu expediente na Banda Nova, de Tom Jobim -, Lula Galvão (violão e guitarra) e Rick de La Torre (bateria e percussão). O programa previsto é variado. Estão garantidas Águas de Março (Tom Jobim), Tarde em Itapoã (Toquinho e Vinicius de Moraes), Desafinado (Tom Jobim e Newton Mendonça) e Água de Beber (Tom Jobim e Vinicius de Moraes). Aos clássicos, somam-se releituras elegantes de composições de nomes como Lennon e McCartney (Blackbird) e Jorge Ben Jor (Vem, Morena, Vem e Mas que Nada). Em dueto, Paula e Valle também enfileiram ao vivo sucessos dele, a exemplo de Não Tem Nada Não, Batucada Surgiu, Preciso Aprender a Ser Só e Samba de Verão. Livre.

Espaço Sesc - Teatro de Arena (240 lugares). Rua Domingos Ferreira, 160, Copacabana, ☎ 2548-1088. Terça (24), 20h30. R$ 10,00. Bilheteria: a partir das 15h (ter.). www.sescrio.org.br.

Fonte: VEJA RIO