SHOWS

O rei do bolero

Em duas sessões na Miranda, na sexta (26), Lucho Gatica enfileira clássicos como El Reloj, La Barca e Tu Me Acostumbraste

Por: Carolina Barbosa - Atualizado em

Rodney Suguita/Folha Imagem
(Foto: Redação Veja rio)

Estrela internacional, ele viveu seu auge nos anos 50 e 60. Em 2007, ganhou um Grammy pelo conjunto da obra. Aos 84 anos, Lucho Gatica nem pensa em aposentadoria. A voz aguda não é a mesma de meados do século passado, mas assisti-lo ao vivo desfiando clássicos do bolero pode ser uma experiência única para os fãs do gênero. Em duas sessões de pouco mais de uma hora, na sexta (26), no palco da Miranda, o cantor vai entoar hinos do porte de El Reloj, La Barca, Sinceridad e Tu Me Acostumbraste. O show marca o relançamento do disco Lucho Gatica ? Boleros Eternos, pelo selo Albatroz Music, do músico brasileiro Roberto Menescal. Até o início de 2014, também deve chegar às lojas, em produção da mesma gravadora, um álbum do astro com convidados como Nana Caymmi e o próprio Menescal. Gatica é um cidadão do mundo: mantém residências no Chile, onde nasceu, no México, onde viveu os tempos áureos, e em Los Angeles. Curiosamente, também guarda boas relações com o Rio. No final dos anos 90, visitou a cidade para fazer uma apresentação no Mistura Fina. Era uma temporada caça-níqueis, curta e despretensiosa, mas acabou se estendendo por quase um mês, em duas sessões diárias, e inspirando outras visitas até 2000. Gozador, o músico vivia passeando pela extinta casa na Lagoa e, volta e meia, até atendia o telefone.

Miranda (200 lugares). Avenida Borges de Medeiros, 1424 (2º piso), Lagoa, ☎ 2239-0305. Sexta (26), 20h (1ª sessão), 22h30 (2ª sessão). R$ 160,00 (setor sustenido) a R$ 240,00 (setor um tom acima) Bilheteria: 12h/18h (dom. e seg.); 10h/21h (ter. a qui.); a partir das 10h (sex. e sáb.). IC. www.mirandabrasil.com.br.

Fonte: VEJA RIO