SHOWS

Safra recente

Festival Pernambuco Contemporâneo leva seis novidades da cena musical nordestina ao CCBB

Por: Rachel Sterman - Atualizado em

Flora Pimentel/divulgação
(Foto: Redação Veja rio)

Do frevo ao mangue beat, muitas contribuições de peso para a música brasileira têm o mesmo endereço de origem. A terra natal de, entre outros, Luiz Gonzaga (1912-1989), Capiba (1904-1997), Chico Science (1966-1997) e Otto, além dos grupos Mombojó e Mundo Livre S/A, continua fértil nessa seara. Prova disso são as seis atrações do festival Pernambuco Contemporâneo, que ocupa o CCBB de terça (19) a 26 de março com apresentações semanais.

Abrem os trabalhos os integrantes da banda Rua, formada por Caio Lima (voz), Bruno Giorgi (guitarra), Hugo Medeiros (bateria), Yuri Pimentel (baixo e teclado) e Nelson Brederode (bandolim e cavaquinho). Os compositores-instrumentistas embolam referências de samba, free jazz e das batidas eletrônicas do trip-hop. Ao vivo, mostram faixas do primeiro CD, Do Absurdo, lançado em 2011, e do mais recente EP, Limbo, que, acrescido de novas canções, vai virar disco ainda neste ano.

No dia 26, Hugo Linns (viola), formado no conservatório de música de seu estado, apresenta o álbum Fita Branca, produção autoral inspirada nos ritmos tradicionais do Nordeste. A programação avança pelo próximo mês. No dia 5 de março, os dez membros do conjunto Pouca Chinfra mostram seu samba bem-humorado. Grupos instrumentais, o Wassab, que já dividiu o palco com o percussionista Naná Vasconcelos, e a Banda de Joseph Tourton são as atrações dos dias 12 e 19, respectivamente. No encerramento, em 26 de março, a Bande Dessinée defende um saboroso repertório pop cantado em português, francês e italiano.

Pernambuco Contemporâneo. Livre. Centro Cultural Banco do Brasil ? Teatro II (155 lugares). Rua Primeiro de Março, 66, Centro, ☎ 3808-2007. → Terça (19), 12h e 19h. R$ 6,00. Bilheteria: a partir das 9h (ter.). www.bb.com.br/cultura.

Fonte: VEJA RIO