SHOWS

António Zambujo

O fadista alentejano, morador do Bairro Alto, em Lisboa, se apresenta na Miranda, na terça (18) e na quarta (19)

Por: Rachel Sterman - Atualizado em

Rita Carmo/divulgação
(Foto: Redação Veja rio)

O fadista alentejano, morador do Bairro Alto, em Lisboa, vem ao Brasil no mínimo duas vezes por ano. Na última visita, em dezembro de 2012, apresentou o repertório do belo Quinto, seu terceiro trabalho editado por aqui. São as faixas desse disco que ele volta a defender na Miranda, na terça (18) e na quarta (19). Embora o fado seja a base para suas composições, Zambujo se distingue por associá-lo a outros gêneros ? inclusive alguns bem brasileiros, como o samba e a bossa nova. "Existe uma ligação muito forte entre os ritmos brasileiros e os portugueses. Esse intercâmbio é essencial para integrar a música dos dois países", diz o parceiro de nomes locais como Yamandu Costa, Zé Paulo Becker e Rodrigo Maranhão. Ele sobe ao palco escoltado pelos conterrâneos Ricardo Cruz (baixo) e Bernardo Couto (guitarra portuguesa), além do cabo-verdiano Jon Luz (cavaquinho). No programa estão garantidas a graciosa Flagrante, Fado Desconcertado, de arranjo mais tradicional, e Lambreta. 16 anos.

Miranda (200 lugares). Avenida Borges de Medeiros, 1424 (2º piso), Lagoa, ☎ 2239-0305. Terça (18) e quarta (19), 21h30. R$ 160,00 a R$ 300,00. Bilheteria: 12h/18h (dom. e seg.); a partir das 10h (ter. e qua.). IC. www.mirandabrasil.com.br.

Habitué: um dos pontos favoritos do músico na cidade é o Caranguejo, em Copacabana, onde sempre passa para beliscar um pastel

Fonte: VEJA RIO