ROTEIRO DA SEMANA

Shows

Por: Rafael Sento Sé - Atualizado em

AMÉLIA RABELLO. Com direção musical de Cristóvão Bastos e produção da irmã, a cavaquinista Luciana Rabello, a cantora lança A Delicadeza que Vem Desses Sons. No álbum, que marca a comemoração dos seus quarenta anos de carreira, entram samba, choro, modinha e toada, assinados por nomes consagrados e dois novatos: os sobrinhos de Amélia Ana Rabello e Julião Pinheiro. 14 anos. Solar de Botafogo (160 lugares). Rua General Polidoro, 180, Botafogo, ☎ 2541-1941. Segunda (12), 20h30. R$ 40,00. www.solardebotafogo.com.br.

BETO LEE. Depois da incursão como apresentador de TV no Multishow, o cantor e guitarrista retorna aos palcos para lançar Celebração e Sacrifício, seu segundo disco-solo. Nas onze faixas, o filho de Rita Lee e Roberto de Carvalho mostra um rock redondo e sem firulas. 18 anos. Studio RJ (400 pessoas). Avenida Vieira Souto, 110, 1º andar, Ipanema, ☎ 2523-1204, ? General Osório. Quarta (14), 22h. R$ 30,00. www.studiorj.org.

BIG GILSON. Gravado num pub em Buenos Aires, Big Gilson & Blues Dynamite - Live! é o primeiro DVD da carreira do guitarrista. Sem cortes, o registro inspira a apresentação na Lapa. Além de canções próprias, há versões de Baby Please Don?t Go, do papa Muddy Watters, e Take Me to the River, de Al Green. 18 anos. Rio Rock Blues (350 pessoas). Rua do Riachuelo, 20, Lapa, ☎ 2222-2334. Sábado (17), 22h. R$ 35,00. Cc: M e V. www.riorockebluesclub.com.br.

CRISTINA BRAGA. Depois de excursionar com o CD Feito um Peixe, a harpista abre espaço na agenda para a tradicional temporada natalina, em que interpreta canções temáticas brasileiras e portuguesas. No espetáculo Natal Brasileiro, será acompanhada por João Carlos Coutinho (acordeom), Joca Moraes (bateria de alfaia) e Ricardo Medeiros (contrabaixo). Participação do violoncelista Miguel Baloussier. 14 anos. Teatro Carlos Gomes (685 lugares). Praça Tiradentes, 19, Centro, ☎ 2232-8701, ? Carioca. → Terça (13), 19h. R$ 1,00. Bilheteria: a partir das 18h (ter.).

DAVID GANC E QUARTETO DE CORDAS GUERRA-PEIXE. Convidados do projeto Estação Pensamento & Arte, o flautista e saxofonista e o grupo formado por Ricardo Amado (primeiro violino), Rogério Rosa (segundo violino), Eduardo Pereira (viola) e Ricardo Santoro (violoncello) tocam composições de Tom Jobim. Participação do percussionista Mingo Araújo. Livre. Biblioteca Popular de Botafogo (50 lugares). Rua Farani, 53, Botafogo, ☎ 3235-3799. Sexta (16), 19h30. Grátis.

DINDA. Formado por João Bernardo (voz), Beto Callado (baixo e guitarra), Matias Zibecchi (bateria e percussão) e Marcelo Cardoso (guitarra e baixo), o quarteto defende um pop fofo que recheia o disco de estreia: Ano que Vem Eu Vou Ser na Avenida o Palhaço que Eu Fui na Sua Vida. 18 anos. Espaço Cultural Sérgio Porto (300 lugares). Rua Humaitá, 163, Humaitá, ☎ 2266-0896. Quinta (15), 21h. R$ 20,00.

EDUARDO RANGEL. O cantor e compositor brasiliense lança Estúdio, seu terceiro disco, produzido por Leo Brandão, com participação dos saxofonistas Leo Gandelman e Milton Guedes, dos contrabaixistas Dunga e André Vasconcellos e dos guitarristas Kiko Pereira, Walter Villaça e Torcuato Mariano. Na segunda apresentação da turnê na cidade, Rangel mostra cinco das novas canções e outras mais antigas, como Viúva Negra, gravada por Edson Cordeiro. Ele lidera um quinteto que inclui violoncelo e sax. 14 anos. Solar de Botafogo (160 lugares). Rua General Polidoro, 180, Botafogo, ☎ 2541-1941. Sexta (16), 21h30. R$ 40,00. www.solardebotafogo.com.br.

GERALDO CARNEIRO. Requisitado roteirista de TV, autor e tradutor, o poeta mineiro radicado no Rio transforma seus versos em letras de música mais uma vez. Gozos da Alma, o novo CD, traz canções interpretadas por grande elenco. Parte dos artistas que estiveram em estúdio participa do espetáculo de lançamento. São esperados no palco Francis Hime, Olivia Byington, Olivia Hime, Wagner Tiso, Danilo Caymmi e Mart?nália. Livre. Teatro Café Pequeno (110 lugares). Avenida Ataulfo de Paiva, 269, Leblon, ☎ 2294-4480. Segunda (12), 21h. R$ 10,00. Bilheteria: a partir das 16h (seg.). TT.

JAY VAQUER. Depois de protagonizar o musical Cazas de Cazuza (2000), o cantor e compositor se lançou na carreira musical. Lançado este ano, Umbigobunker!?, seu quinto disco de estúdio, traz mais da mistura de pop e rock que caracteriza sua carreira. 16 anos. Teatro Rival Petrobras (472 lugares). Rua Álvaro Alvim, 33, Cinelândia, ☎ 2240-4469, ? Cinelândia. Quarta (14) e quinta (15), 19h30. R$ 50,00. Bilheteria: 15h/21h (seg. e ter.); a partir das 15h (qua. e qui.). TT. www.rivalpetrobras.com.br.

JOÃO BOSCO. Poucos músicos conjugam de forma tão primorosa melodia e letra quanto o cantor e violonista mineiro. Em apresentação de voz e violão a preços populares, Bosco revisita clássicos do porte de Memória da Pele, Desenho de Giz e Papel Machê. 14 anos. Teatro Nelson Rodrigues (394 lugares). Avenida República do Chile, 230, Centro, ☎ 2262-0942, ? Carioca. → Terça (13) e quarta (14), 20h. R$ 10,00. Bilheteria: a partir de 10h (ter. e qua.).

LAFAYETTE E OS TREMENDÕES. Iniciativa do guitarrista Gabriel Thomas, da banda Autoramas, o grupo reúne jovens músicos apaixonados pela jovem guarda e o tecladista que moldou a sonoridade da turma de Roberto, Erasmo & Cia. O resultado está no CD As 15 Superquentes de Lafayette & os Tremendões (2009), que traz uma contagiante mistura de guitarras distorcidas com o hipnotizante teclado do músico. A formação no palco conta ainda com Nervoso e Renato Martins (guitarras), Melvin Fleming (contrabaixo), Marcello Callado (bateria) e Érika Martins (voz). Depois do espetáculo, a diversão fica por conta dos DJs Bacalhau e El Gonzales. 16 anos. Teatro Rival Petrobras (472 lugares). Rua Álvaro Alvim, 33, Cinelândia, ☎ 2240-4469, ? Cinelândia. Sábado (17), 23h30. R$ 50,00. Bilheteria: 15h/21h (seg. a sex.); a partir das 15h (sáb.). TT. www.rivalpetrobras.com.br.

LIA SABUGOSA. De timbre levemente grave, a voz da cantora cai bem nas releituras de sucessos da MPB em arranjos de rock. Barato Total, de Gilberto Gil, é um dos clássicos que devem aparecer na apresentação. Em Não Vou Me Adaptar, do Titãs, ela faz o caminho inverso, incorporando elementos da MPB. Completam o repertório canções do disco Pra Quem Quiser (2009). 14 anos. Oi Futuro Ipanema (120 lugares). Rua Visconde de Pirajá, 54, Ipanema, ☎ 3201-3010, ? General Osório. Terça (13), 21h. R$ 15,00. www.oifuturo.org.br.

LOBÃO. Desde a mudança para São Paulo, as apresentações do roqueiro se tornaram mais escassas por aqui. Ele faz uma pausa na turnê de Elétrico para estrelar um espetáculo mais intimista, na companhia apenas do baixista Duda Lima, do baterista Armando Junior e do guitarrista André Caccia Bava. Vida Bandida, Rádio Blá e outros sucessos estão prometidos. 18 anos. Studio RJ (400 pessoas). Avenida Vieira Souto, 110, 1º andar, Ipanema, ☎ 2523-1204, ? General Osório. Sábado (17), 23h. R$ 40,00. www.studiorj.org.

MARIA RITA. Depois do flerte com o samba, a cantora volta a canções mais cadenciadas no recém-lançado Elo. A lista de compositores que empresta obras para o novo trabalho inclui Lula Queiroga (Conceição dos Coqueiros) e novamente Marcelo Camelo (A Outra). Um dos momentos mais animados é a interpretação de Coração em Desalinho, de Monarco, tema de abertura da novela Insensato Coração. Com abertura do violinista Nicolas Krassik e seu conjunto Os Cordestinos. A banda do bloco Cordão da Bola Preta encerra os trabalhos. 18 anos. Fundição Progresso (4 000 pessoas). Rua dos Arcos, 24, Lapa, ☎ 2220-5070. Sexta (16), 23h. R$ 80,00. Bilheteria: 15h/18h (seg. a qui.); a partir das 15h (sex.). →

MONOBLOCO. Fundado pelo cantor Pedro Luís e seus colegas do grupo A Parede, o bloco levanta o público com versões batuqueiras para sucessos da música brasileira. Até Villa-Lobos já foi homenageado ao vivo. A abertura é da Orquestra Voadora, revelação do carnaval de 2008. 18 anos. Circo Voador (2 000 pessoas). Arcos da Lapa, s/nº, Lapa,

☎ 2533-0354. Sexta (16), 0h. R$ 80,00. Bilheteria: 12h/19h (ter. a qui.); a partir das 12h (sex.). IC. www.circovoador.com.br.

NELSON SARGENTO. Na companhia do grupo DNA do Samba, o elegante mangueirense enfileira clássicos como Acreditar (Dona Ivone Lara e Délcio Carvalho) e Aquarela Brasileira (Silas de Oliveira). 10 anos. Sesc Tijuca (220 lugares). Rua Barão de Mesquita, 539, Tijuca, ☎ 3238-2100. Domingo (18), 16h. Grátis. www.sescrio.com.br.

OS NOVOS CARIOCAS. O projeto é uma vitrine para nomes promissores da cena musical na cidade. Na próxima edição sobe ao palco o violonista Daniel Marques, líder da interessante Orquestra Frevo Diabo, que levou o Prêmio da Música Brasileira em 2010, na categoria grupo regional. Na carreira-solo, ele mostra parte do repertório de Carnaval de Perneta, disco prometido para o início de 2012. Depois é a vez do Carioca Samba Jazz, integrado por jovens e talentosos instrumentistas reunidos em torno das irmãs Antonia (violão) e Joana Adnet (clarinete). 18 anos. Espaço Cultural Sérgio Porto (300 lugares). Rua Humaitá, 163, Humaitá, ☎ 2266-0896. Sábado (17), 20h. R$ 20,00.

ORQUESTRA OURO NEGRO. Idealizado pelo violonista Mario Adnet e pelo saxofonista Zé Nogueira, o conjunto de quinze músicos de primeira linha foi criado para homenagear o maestro Moacir Santos (1926-2006). Obras-primas do mestre estão no programa do espetáculo que vai acontecer mensalmente na recém-inaugurada casa. 18 anos. Studio RJ (300 pessoas). Avenida Vieira Souto, 110, 1º andar, Ipanema, ☎ 2523-1204, ? General Osório. Terça (13), 21h30. R$ 40,00. www.studiorj.org.

ORQUESTRA VOADORA. Rock, pop, funk, afrobeat, frevo, maracatu e música do Leste Europeu entram no variado repertório do bloco comandado apenas por naipes de percussão e sopros. A formação prevista é mais compacta, mas não menos animada. 18 anos. Studio RJ (400 pessoas). Avenida Vieira Souto, 110, 1º andar, Ipanema, ☎ 2523-1204, ? General Osório. Sexta (16), 23h. R$ 30,00. www.studiorj.org.

PAUL CAMPBELL E PAULO COUTO. O banjoísta americano e o gaitista brasileiro lideram o sexteto que tem ainda Rubinho, no teclado, Claudio Matheus, no baixo, Adilson Werneck, na bateria, e o experiente Alexis Andrade, na corneta. Comum em Nova Orleans, a formação apresenta standards do jazz. 18 anos. Santo Scenarium (120 lugares). Rua do Lavradio, 36, Centro, ☎ 3147-9007. Sábado (17), 21h30. R$ 10,00. Cc: todos. Cd: todos. santoscenarium.blogspot.com.

PEDRO LUÍS. Leia em Veja Rio Recomenda. 18 anos. Studio RJ (400 pessoas). Avenida Vieira Souto, 110, 1º andar, Ipanema, ☎ 2523-1204, ? General Osório. Quinta (15), 22h. R$ 30,00. www.studiorj.org.

QUARTETO OLINDA. Apesar de hoje tratar-se de um quinteto, o nome original do conjunto não mudou. Recém-chegado de uma turnê europeia, o grupo faz um forró que surpreende pelos arranjos lindamente interpretados por Claudio da Rabeca. O músico também canta ao lado do baixista Yuti Rabid e dos percussionistas Guga Amorim, Guga Santos e Bruno Vinezof. No repertório entram ainda samba de latada (ou de matuto) e coco. Livre. Caixa Cultural (189 lugares). Avenida Almirante Barroso, 25, Centro, ☎ 2544-4080, ? Carioca. → Quarta (14) e quinta (15), 19h30. R$ 15,00. Bilheteria: 10h/20h (ter.); a partir das 10h (qua. e qui.). → www.caixa.gov.br/caixacultural.

ROSEMARY. Musa da jovem guarda, a cantora de voz doce é uma apaixonada pela Mangueira. Na próxima apresentação, canta Folhas Secas (Nelson Cavaquinho e Guilherme de Brito), Chão de Esmeraldas (Chico Buarque e Hermínio Bello de Carvalho) e Alvorada (Cartola, Carlos Cachaça e Hermínio Bello de Carvalho). Entre uma música e outra, o jornalista e pesquisador Ricardo Cravo Albin comanda um talk-show. Livre. Centro Cultural Light (182 lugares). Avenida Marechal Floriano, 168, Centro, ☎ 2211-7295. → Quarta (14), 12h30. Grátis. Distribuição de senhas uma hora antes.

SANTA MÚSICA FAZ. Os produtores do evento inspirado no festival parisiense La Fête de la Musique levam atrações musicais ao Morro da Mineira. Às 16h, na Praça Coro Come, tem roda de samba com grupos da região.Às 17h, é a vez da bateria do bloco local, na quadra. De lá, às 18h30 parte um cortejo musical comandado pelo grupo afro Orumilá. Eles vão até a localidade conhecida como caixa-d?água, onde, a partir de 19h30, se apresentam os nomes mais conhecidos da tarde. A pianista Clara Sverner abre os trabalhos com música clássica. Depois, Maíra Freitas assume o instrumento, para interpretar temas da MPB, e é sucedida pelo jazz à brasileira de Fernando Moura. Em seguida, as teclas dão lugar às rimas do hip-hop do MC Jovem Cerebral, curador do evento, e do francês Rockin Squat, da banda Assassin. Livre. Morro da Mineira, Santa Teresa. Sábado (17), 16h. Grátis.

SARGENTO PIMENTA. Sensação do último Carnaval carioca, o bloco mostra suas versões de Beatles em ritmos brasileiros. Sgt. Pepper?s virou maracatu, A Hard Day?s Night foi transformado em pancadão, All My Loving tornou-se marchinha e I Wanna Hold Your Hand ganhou dimensões de samba-enredo. Fundição Progresso (4?000 pessoas). Rua dos Arcos, 24, Lapa, ☎ 2220-5070. Sábado (17), 23h59. R$ 70,00. www.fundicaoprogresso.com.br.

O TEATRO MÁGICO. Dono de uma fiel legião de fãs, o grupo liderado por Fernando Anitelli é um fenômeno do cenário independente, com mais de 6 milhões de downloads oficiais. A banda está de volta, depois de ter lançado na Lapa, em outubro, A Sociedade do Espetáculo, a mais recente investida em canções de protesto imersas em estética circense. 15 anos. Citibank Hall (3?337 lugares). Avenida Ayrton Senna, 3000 (Shopping Via Parque), Barra. Informações, ☎ 0300 7896846 (9h/21h). Sábado (17), 22h. R$ 60,00 (pista) a R$ 140,00 (camarote). Bilheteria: 12h/20h (seg. a sex.); a partir das 12h (sáb.). Cc: todos. Cd: R e V. TM. Estac. (R$ 5,00). → www.citibankhall.com.br.

UFRJAZZ ENSEMBLE. Clássicos do cinema, Tom Jobim e Ary Barroso ajudam a contar a história das big bands de jazz homenageadas pelo conjunto surgido na Escola de Música da UFRJ. Sob a regência do maestro e professor José Rua, o grupo com dezessete integrantes e potente naipe de sopros percorre caminho que passa pelo tema da Pantera Cor-de-Rosa, de Henry Mancini, e por Mambo Caliente, de Arturo Sandoval. O sapateador Steven Harper ilustra as músicas com suas coreografias. Livre. Teatro João Caetano (1?222 lugares). Praça Tiradentes, s/nº, Centro, ☎ 2332-9257. Terça (13), 11h e 15h. Grátis.

WWW. Quando o quinteto começou, a média de idade de seus integrantes era de 12 anos. Os primos da família Werneck cresceram e estão ali em torno dos 17. Depois de uma parada, porque o baterista Pedro e o vocalista Xande precisavam estudar para o vestibular, o grupo volta aos palcos para apresentar novidades como as baladas Andando na Chuva e Nossa História Não Tem Fim. Além do repertório autoral, eles fazem versões para Gabriel, o Pensador, Ultraje a Rigor e Nação Zumbi. 14 anos. Solar de Botafogo (160 lugares). Rua General Polidoro, 180, Botafogo, ☎ 2541-1941. Terça (13), 20h. R$ 20,00. www.solardebotafogo.com.br.

EM CARTAZ

BOSSA JAZZ E MUITO MAIS. Nomes como o saxofonista Raul Mascarenhas e o cantor e compositor americano Jesse Harris já passaram pelo palco do restaurante do hotel Marina Palace. Na sexta (16), a vez é da cantora e gaitista paulista Lily Dirus, com repertório próprio e sucessos da bossa nova e do jazz. No sábado (17), a cantora carioca Alegria Mattus passeia por MPB, pop e reggae. 18 anos. Vizta (80 lugares). Avenida Delfim Moreira, 630, Leblon (Hotel Marina Palace), ☎ 2172-1089. Sexta (16) e sábado (17), 21h30. R$ 30,00. →

Fonte: VEJA RIO