DIVERSÃO

Uma festa em cada esquina

A capital paulistana exibe uma variedade de noitadas para ninguém botar defeito. Calcula-se que existam pelo menos 180 casas noturnas em atividade. Entre as opções de diversão, é possível dançar de rosto colado em algum arrasta-pé, escutar ao vivo o DJ gringo do momento em espaços refinados, jogar-se na pista dos clubes de flashback como se fosse John Travolta no filme Os Embalos de Sábado à Noite ou encarnar o caubói nas casas voltadas para o sertanejo. Confira uma seleção de dez espaços que ag

Por: Carolina Giovanelli - Atualizado em

baladas-clube-disco.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

ASTRONETE

Localizado na fervilhante região do Baixo Augusta, o clubinho atrai fãs do estilo retrô. Com estrutura diminuta, exibe um convidativo balcão logo na entrada. Por ali, faz sucesso o chope irlandês Guinness (R$ 18,00 o pint; 568 mililitros). Após um pequeno corredor, a pista tem paredes pintadas de vermelho e decoração de pôsteres de filmes eróticos antigos. Às sextas, têm vez canções dos anos 50 aos 70 e shows ao vivo. A festa Discotexxx traz hits mais conhecidos do rock aos sábados. Rua Augusta, 335, Consolação, ☎ 3151-4568 (150 pessoas). 22h/último cliente (qua. a sáb.). Grátis a R$ 20,00. Cc: M e V. Cd: M e V.

D-EDGE

Há quase uma década em atividade, o clube é referência para os fãs da música eletrônica. Em 2010, passou por uma expansão que dobrousua capacidade e disponibilizou outros dois andares. O agradável terraço funciona como fumódromo. Seu maior atributo continua sendo a pista decorada com 200 retângulos de luz, tanto nas paredes quanto no teto e no chão. Quase toda semana um DJ gringo dá as caras na cabine, e, quando pinta um convidado muito importante, os preços estão sujeitos a mudança. Somente às segundas, a trilha aposta no rock. Avenida Auro Soares de Moura Andrade, 141, Barra Funda, ☎ 3665-9500 (900 pessoas). 0h/último cliente (seg. e qui. a sáb.) e 5h/12h (dom.). Seg.: R$ 40,00. Qui.: R$ 40,00 (mulheres) e R$ 60,00 (homens). Sex. e dom.: R$ 50,00. Sáb.: R$ 70,00. Cc: todos. Cd: todos. Estac. c/manobr. (R$ 20,00). www.d-edge.com.br. ? Aberto em 2003.

DIQUINTA

Os pés de valsa parecem não esquentar a cabeça com a pista repleta de luminárias e abarrotada de gente. Vários casais rodopiam animadamente neste point de samba-rock e black music ao som de bandas ao vivo. Nos intervalos, o DJ Chicão manda sucessos do gênero. São recomendadas roupas confortáveis e despojadas. Quem ainda não manja as coreografias pode encarar umas aulinhas às sextas e aos sábados, das 22h às 23h. Para a alegria dos universitários, estudantes pagam meia. Rua Baumann, 1435, Vila Leopoldina, ☎ 3715-4801 (400 pessoas). 21h/último cliente (sex. e sáb.). R$ 30,00 (mulheres) e R$ 40,00 (homens). Estudantes pagam meia. Cc: todos. Cd: todos. Estac. c/manobr. (R$ 20,00). www.diquinta.com.br. ? Aberto em 2003.

DISCO

Com sócios de peso, entre eles Michel Saad e Marcos Mion, o endereço faz sucesso entre os endinheirados. Merece atenção a arquitetura do espaço, elaborada por Isay Weinfeld, com um grande painel dos irmãos Campana. House bomba as caixas de som. A Disco também costuma ser palco de festas de marcas bacanas de bebidas ou de comemorações particulares de famosos. Capriche no visual para não fazer feio. Rua Professor Atílio Innocenti, 160, Itaim Bibi, ☎ 3078-0404 (600 pessoas). 23h/último cliente (qua., sex. e sáb.). Consumação: R$ 100,00 (mulheres) e R$ 200,00 (homens). Cc: todos. Cd: todos. Estac. c/manobr. (R$ 30,00). www.clubdisco.com.br. → ? Aberto em 2000.

ESTÚDIO EMME

Point de moderninhos, a casa de ambiente único e pé-direito alto costuma exibir longas filas na porta. Às quintas, rola um baile à moda antiga para dançar junto ritmos como salsae samba. Têm destaque na programação as festanças quinzenais Santo Forte, de ritmos brasileiros, aos sábados, e a Talco Bells, de soul e funk, às sextas. O projeto Squat Party, focado no pop escrachado, marca presença uma vez por mês. Avenida Pedroso de Morais, 1036, Pinheiros, ☎ 3031-3290 (1 000 pessoas). 21h/último cliente (qui.); 23h30/último cliente (sex. e sáb.). R$ 30,00 a R$ 40,00. Bilheteria: 13h/19h (seg. a sáb.). Cc: M e V. Cd: R e V. Estac. c/manobr. (R$ 20,00). www.estudioemme.com.br. → ? Aberto em 2010.

GAMBIARRA

Em clima descontraído, a domingueira criada em 2008 por amigos ligados ao teatro reúne um pessoal interessado em balançar com MPB, samba-rock, pop e flashbacks. Miro Rizzo, Fábio Ock, Taiguara Chagas, Trovão e Evelyn Cristina são os residentes. Em tempo: só é possível pagar a entrada com dinheiro. Open Bar Club para 1 000 pessoas. Avenida Henrique Schaumann, 794, Pinheiros. Informações: ☎ 3258-0106. 23h/último cliente (dom.). R$ 30,00. Cc: M e V. Cd: M e V. Estac. c/manobr. (R$ 20,00). ? www.gambiarraafesta.com.br.

LIONS NIGHTCLUB

Cacá Ribeiro (ex-Royal), Augusto de Arruda Botelho (da Clash) e Facundo Guerra (do Cine Joia) estão por trás do empreendimento. Com um varandão que dá vista para o centro da cidade, pista de efeito tridimensional e animais empalhados pendurados nas paredes, a Lions abriga sob o mesmo teto playboys, alternativos e gays. Às quartas, dia de pouca concorrência, bomba a Cio, de rock. Soul e funk aparecem às quintas. As sextas são tomadas pelo público GLS. Nas madrugadas de sábado, espere por eletrônico.Avenida Brigadeiro Luís Antônio, 277 (1º andar), centro, ☎ 3104-7157 (500 pessoas). 23h/6h (qua.); 0h/6h (qui. a sáb.). Qua.: R$ 70,00 (consumação). Qui.: R$ 60,00 (mulheres) e R$ 90,00 (homens). Sex.: R$ 80,00. Sáb.: R$ 60,00 (mulheres) e R$ 80,00 (homens). Cc: todos. Cd: todos. Estac. c/manobr. (R$ 25,00). www.lionsnightclub.com.br. → ? Aberto em 2010.

THE HISTORY

Direcionada aos mais maduros, a boate tem como destaque um globo espelhado gigante e o tarimbado DJ residente (e proprietário da casa) Iraí Campos nos toca-discos. A trilha sonora reveza sucessos dos anos 70, 80 e 90. Três telões ajudam a levantar o astral com uma boa seleção de clipes retrôs. Durante a madrugada, rolam breves performances de dançarinos e acrobatas. Em cima das mesas do salão, há um jogo Genius de 90 centímetros. Rua Gomes de Carvalho, 820, Vila Olímpia, ☎ 3846-4498 (800 pessoas). 22h/último cliente (qui. e sex.); 21h/último cliente (sáb.). Qui.: R$ 38,00 (mulheres) e R$ 50,00 (homens). Sex.: R$ 50,00 (mulheres) e R$ 70,00 (homens). Sáb.: R$ 65,00 (mulheres) e R$ 75,00 (homens). Cc: todos. Cd: todos. Estac. c/manobr. (R$ 20,00, qui.; R$ 25,00, sex. e sáb.). www.thehistory.com.br. → ? Aberto em 2008.

THE WEEK

Sem dúvida, trata-se da mais famosa balada gay da cidade. Com filiais no Rio de Janeiro e em Florianópolis, costuma receber cerca de 2 500 pessoas por fim de semana em um megaespaço de 3 200 metros quadrados. O salão principal fervilha ao som de batidas de house, tribal e progressive, enquanto outro ambiente, repleto de quadrados coloridos, sacode com faixas dos mesmos gêneros, porém mais conhecidas. A casa acaba de inaugurar uma terceira pista, dedicada ao pop. Uma ampla área externa, adornada com uma piscina, recebe a turma ávida por ar fresco. Rua Guaicurus, 324, Lapa, ☎ 3868-9944 (2 500 pessoas). 0h/8h (sáb.). R$ 50,00 (homens) e R$ 70,00 (mulheres). Cc: todos. Cd: todos. Estac. c/manobr. (R$ 30,00). → ? www.theweek.com.br. Aberto em 2004.

WOOD?S

Com botas e camisas xadrez, meninas bonitas e rapazes arrumados circulam por este clube voltado para o sertanejo. Vinda de Curitiba, a Wood?s aposta todas as noites em dois shows de duplas ou artistas-solo, que apresentam ao vivo versões de nomes como Chitãozinho e Xororó e Victor & Leo. Rua Quatá, 1016, Vila Olímpia, ☎ 3849-6868 (900 pessoas). 22h30/último cliente (qua., sex. e sáb.). R$ 80,00 (mulheres) e R$ 120,00 (homens). Cc: D, M e V. Cd: todos. www.woodsbar.com.br. Estac. c/manobr. (R$ 20,00). ? Aberto em 2010

Fonte: VEJA RIO