de olho na conta

Light pode ser multada por conta de luz sem histórico de consumo

Primeira conta de luz após o aumento da tarifa chega sem histórico de consumo e Procon pode multar a empresa em R$ 7 milhões

Por: Redação VEJA RIO

conta de luz
Primeira conta de luz após o aumento veio sem o histórico de consumo (Foto: Reprodução)

Além o aumento de 21,06% na tarifa anunciado no início de março, os cariocas tiveram outra supresas ao receberem a conta de luz este mês. A primeira cobrança já com o reajuste chegou aos consumidores sem o gráfico que mostra o histórico de consumo dos últimos 12 meses. O espaço em que deveriam constar as informações está preenchido um "comunicado ao cliente" sobre o reajuste.

+ Dicas para economizar água e energia elétrica

Essa mudança, no entanto, pode custar caro à concessionária. O Procon-RJ vai autuar a Light por violação do direito à informação, com base no Código de Defesa do Consumidor, já que, com a ausência do gráfico, os consumidores ficam impossibilitados de saber se o valor da conta subiu devido ao reajuste ou por excesso de consumo. Caso seja condenada, a empresa pode pagar uma multa de até R$ 7 milhões. 

A Light, por sua vez, alega que não é obrigada a exibir o gráfico, já que o histórico de consumo não está listado no Artigo 119 do Código como item obrigatório na conta de energia, e que os clientes podem consultá-lo por meio da Agência Virtual.

Fonte: VEJA RIO