ESPECIAL

Enlata - II Encontro Latino de Artes

Confira a programação completa do evento

- Atualizado em

SEGUNDA FEIRA, 22 de abril (Gratuito)

19h |

Vídeo-instalação: Arú ? Colômbia - ABERTURA DA VÍDEO-INSTALAÇÃO

Espaço: Auditório Consulado General da Argentina

Praia de Botafogo, 228 ? sobreloja (Edifício Argentina)

22/04 ? abertura

Dias 24, 25 e 26, das 10h às 20h

ARÚ é uma animação que desde a plástica mantém um caráter conceitual, sem deixar de lado uma narrativa pedagógica e documental. Começa com um olhar subjetivo do diretor e termina com a narração de uma mulher, líder da tribo Ticuna. Mostra dois momentos no tempo do povo indígena Ticuna desenhando um paralelo entre a comunidade idealizada ? inexistente ?, em que seus habitantes convivem com base em um entendimento inato, ancestral, e a comunidade real, a que custa a sobreviver, enfrenta obstáculos e mantém sua cultura em um mundo globalizado.

FICHA TÉCNICA

Título: ARÚ

Título do Documento e investigação: En anhelo de la comunidad ideal

Diretor e animador: José Alejandro Sabogal Guzmán

Som: Jefferson Rosas

Técnica: Desenho em grafite e tinta sobre papel.

QUARTA FEIRA, 24 de abril (R$ 6,00 a inteira e R$ 3,00 a meia-entrada)

20h | ABERTURA OFICIAL DO ENLATA 2013

Apresentação Musical: Cabernet Vocal - Argentina

Espaço: Teatro II ? Centro Cultural Banco do Brasil

Rua Primeiro de Março, 66 ? Centro

O grupo Cabernet, considerado o melhor grupo vocal argentino da atualidade, adianta o tema de seu novo CD de música argentina e latino-americana: uma passagem pelas raízes do nosso folclore, que conta com a produção artística de Lucho González. Explorando intensamente a voz humana, o grupo leva ao extremo dos registros a reprodução de sons complexos que potencializam o impacto sonoro e visual no espectador. Portanto, não importa o estilo preferido de música do público: a voz é o primeiro instrumento musical e uma forma de comunicação compreendida por todos. A proposta do grupo vocal Cabernet chega a todas as pessoas de diferentes culturas e idades.

FICHA TÉCNICA

Marcos Lozano ? contratenor

Patricio Witis ? tenor

Manuel Moreira ? tenor

Ale Dolina ? tenor

Diego Pietropaolo ? barítono

Pol Gonzalez ? bajo

Ianina Trigo ? produção

*Vídeo-instalação: Arú ? Colômbia

Das 10h às 20h

Espaço: Auditório Consulado General da Argentina

Praia de Botafogo, 228 ? sobreloja (Edifício Argentina)

QUINTA FEIRA, 25 de abril (R$ 6,00 a inteira e R$ 3,00 a meia-entrada)

20h |

Apresentação Musical: Orquestra Revelia - Brasil

Espaço: Teatro II ? Centro Cultural Banco do Brasil

A Orquestra Revelia desenvolve há cinco anos um trabalho de pesquisa e execução musical dedicado à reflexão acerca da identidade cultural brasileira. O grupo é formado por integrantes e ex-integrantes da Orquestra de Sopros da Pró-arte e da Orquestra Corações Futuristas ? dirigida pelo compositor Egberto Gismonti, com quem o grupo tem excursionado pelo Brasil e Europa desde 2010 e se prepara para gravar um disco em 2013. Em 2012, a orquestra gravou seu primeiro CD intitulado ?Músicas para saudar Jorge Amado?, em homenagem ao centenário do escritor baiano, com direção musical de Luiz Potter e direção artística de Bruno Correa Bordallo.

FICHA TÉCNICA

Gabriel Gabriel ? saxofones, soprano, tenor, flauta e voz

Mariana Bernardes ? voz

Aline Gonçalves ? clarinete, clarone e flautas

Luiz Potter ? violão, guitarra, bandolim

Matias Correa ? contrabaixo e voz

Lourenço Vasconcellos ? vibrafone, bateria e percussão

Diogo Acosta ? saxofones alto, tenor e flauta

Letícia Barbosa ? flautas

Jeferson Souza ? flautas

Thiago Pires ? trompete, flugelhorn e viola caipira

Vitor Medeiros ? saxofones tenor, barítono, clarone e flauta

Georgia Camara ? bateria e percussão

Marcello Mattos ? percussão

Luiz Potter ? Produção e direção musical

Responsável técnico ? Guilherme Marques

*DEMONSTRAÇÔES-DEBATES:

Das 11h às 13h

Grupo Vendimia Teatro

Espaço: CAL ? Casa das Artes de Laranjeiras

(Rua Rumânia, 44 ? Laranjeiras)

Das 15h às 17h

Cabernet Vocal

Espaço: UNIRIO ? Sala Villa Lobos: Av. Pasteur, 296 ? Urca

Das 17h às 19h

Grupo Contraelviento

Espaço: Universidade da Cidade: Av. Epitácio Pessoa 1964 ? Ipanema

*Video-instalação: Arú ? Colômbia

Das 10h às 20h

Espaço: Auditório Consulado General da Argentina

Praia de Botafogo, 228 ? sobreloja (Edifício Argentina)

SEXTA FEIRA, 26 de abril (R$ 6,00 a inteira e R$ 3,00 a meia-entrada)

20h |

Apresentação Teatral: Grupo Mezcla ? Juiz de Fora ? Brasil

Teatro II ? Centro Cultural Banco do Brasil

Sinopse do espetáculo MEU DIA PERFEITO

O senhor M acorda todos dos dias e sai para o terraço de seu prédio que fica no centro de uma grande cidade. Ele passa o dia tomando café, lendo o jornal, jogando bola, tomando sol no calor do meio-dia. Ao entardecer, com os vizinhos ouvindo músicas e futebol pelo rádio, ele sente com mais clareza o tamanho de sua solidão. A noite chega e as luzes dos prédios parecem um céu estrelado. Resolve dormir no telhado esperando que seu telefone toque. Ele é um professor de línguas solitário. Trata-se de um palhaço, um perdedor que só não perde a capacidade de sonhar e a vontade de brincar.

FICHA TÉCNICA

Título: MEU DIA PERFEITO

Concepção e Direção: Ricardo Martins

Elenco: Marcos Marinho

Voz em Off: José Eduardo Arcuri

Figurino e Maquiagem: Flávio Souza

Assistentes de ensaio: Lívia Gomes e Marion Gonçalves

Contrarregra e Operadora de som: Aliciane Rodrigues

*OFICINAS:

Das 10h às 13h

Oficina teatral: Grupo Vendimia Teatro - Colômbia

Espaço: Teatro II ? Centro Cultural Banco do Brasil

Valor: R$50

Inscrições: enviar currículo para enlata@oficinas.com.br

Dias 30/04, 02 e 03/05 ? terça, quinta e sexta-feira

De 13 às 17h

Oficina teatral: Grupo Contraelviento ? Equador

Espaço: Instituto CAL de Arte e Cultura

Valor: 190,00

Inscrições: enviar currículo para enlata@oficinas.com.br

SÁBADO, 27 de abril

11h |

Apresentação Teatral: Grupo Vendimia Teatro ? Colômbia (Gratuito)

Espaço: Praça do Largo do Machado

Sinopse do espetáculo LAS MUERTES DE LOS POETAS: o espetáculo é narrado pelo poeta grego Ésquilo que é acompanhado por dois personagens: La Zamba, que a princípio o apoia submissamente, e a Morte, que espera seu falecimento. A história começa com o grande poeta grego, que por sua vez representa o eurocentrismo, e La Zamba que, através da representação de diversos personagens, encarna poetas europeus. No entanto, com uma euforia produzida pelo personagem Calibán de ?A Tempestade?, o poeta grego não resiste em procurar por escritores e poetas latino-americanos. Depois de presenciar toda a miscigenação através da festa ? embalada pela Morte ? e de enxergar a riqueza do continente representada pelos personagens de diferentes culturas da região, Ésquilo se deixa seduzir por um tirano latino-americano e entra no jogo da representação. Mergulhado no personagem e num estado catártico produzido pelo déspota, La Zamba e a Morte pegam o poeta em uma armadilha e o colocam dentro de um carro para levá-lo de povoado em povoado e, como uma marionete de circo, contar a história de uma Europa em decadência e uma América viva e popular.

FICHA TÉCNICA

Título: LAS MUERTES DE LOS POETAS

Tempo de duração: 1 hora

Elenco: Carlos Araque, Clara Contreras, Cristina Alejandra Jiménez

Direção: María Fernanda Sarmiento Bonilla

Apoio Técnico: Mauricio Rodriguez

17h |

Ensaio Aberto: Grupo Travessia Teatro ? Brasil (*apresentação gratuita)

Espaço: Teatro II ? Centro Cultural Banco do Brasil

Sinopse do espetáculo em processo CARTAS DE TERRA E MAR

O novo projeto do grupo Travessia Teatro é um divisor na pesquisa e linguagem utilizada pelo grupo. Mesmo em processo, decidimos apresentar uma parte de nossa nova pesquisa teatral como gratidão aos hermanos e companheiros latinos que virão participar da 2º edição do ENLATA. Uma menina grava seu nome no tronco de uma árvore e esta, emocionada, deixa cair uma flor. O tempo passa e árvore ainda guarda o nome da menina em seu corpo, e ela, o que terá feito de sua flor? A menina cresce e conhece seu grande amor, mas, antes que se declarem, vem a guerra que os separa. Ele parte levando consigo apenas uma mala com muitas histórias e ela senta-se em uma praia à espera de seu amor. A um mar de distância, eles se comunicam através de cartas que nem sempre são recebidas. Ferido, ele passa a relatar às autoridades as novidades da luta: uma gardênia e uma carta de amor. Ela, amparada apenas por uma árvore, vê sua vida ser escrita nas areias da praia. Enfim ele retorna, mas sua amada já não está onde ele a deixou. Uma menina lhe diz que as lágrimas da mulher foram tantas que se fundiram às águas do mar e que, de cada gota derramada, brotou uma gardênia e ela foi buscá-las para enfeitar a terra para quando seu amor voltasse...

FICHA TÉCNICA

Título: CARTAS DE TERRA E MAR

Concepção: Cassiana Rodrigues

Dramaturgia: Cassiana Rodrigues e Leandro Lobo

Direção: Leandro Lobo

Assistente de Direção: Diogo Borges

Atores-dançarinos: Cassiana Rodrigues e Leandro Lobo

Figurinos: Carlos Alberto Nunes

Direção musical e trilha sonora: Beto Lemos

Cenário: Leandro Lobo e Lis Mainá

Visagismo: Erben Cau

Assistente de Maquiagem: Fabiana Gelard

Material gráfico: Adriana Marinho

20h |

Apresentação Teatral: Grupo Contraelviento - Equador

Espaço: Teatro II ? Centro Cultural Banco do Brasil (R$ 6,00 a inteira e R$ 3,00 a meia-entrada)

Sinopse do espetáculo AL FINAL DE LA NOCHE

O espetáculo é um diálogo interior. Um passeio pelo acontecido. A lembrança de uma noite ou muitas noites que são uma só. Eva é filha de sucessivos debates que vão se afundando em uma sociedade sem esperança. Testemunha de guerras infames que a abraçam silenciando sua voz. É uma jovem vivendo num tempo em que é perigoso ser mulher. Seus avós e seus filhos foram assassinados, arrancaram-lhe a memória e banalizaram seus sonhos. É habitante de uma cidade da qual se prefere fugir. Abre portas que a conduzem a casas fechadas, descobre a dor de ser no novo milênio. Sente a morte do filho Nonato enraizada na sua alma ávida e carente de amor. No limite, na margem de algum abismo profundo e negro como o final da noite, ela se reconhece e transita em seus mundos interiores. Encara a vida, essa Vieja Vida, que se revela fundamental em seus mistérios, escuta-a. Aprende a seguir vivendo, apesar de tudo.

FICHA TÉCNICA

Elenco: Verónica Falconí

Dramaturgia e Direção: Patricio Vallejo Aristizábal

Música: Popular Equatoriana

Canções:

Letra ? Patricio Vallejo Aristizábal

Música ? María Belén Bonilla

Cenografia e Vestuário: Sara Constante

Desenho de Iluminação: Patricio Vallejo Aristizábal

Imagem: Florian Zambrano Moreno

Fotografia: Colbert Peña Herrera

*FESTA LATINA ? BANANA ENLATA:

Com o grupo Mano a Mano

21h | Valor: R$15

Espaço: Banana Z ? Rua Sílvio Romero, 57 ? Lapa

DOMINGO, 28 de abril (R$ 6,00 a inteira e R$ 3,00 a meia-entrada)

16h |

Apresentação Cultura Popular: Terreirada Cearense

Espaço: Teatro II ? Centro Cultural Banco do Brasil

19h | Encerramento

Apresentação Musical: Bloco d´O Passo

Participação Especial do grupo Cabernet Vocal

Espaço: Teatro II ? Centro Cultural Banco do Brasil

DIAS 30/04, 02 e 03/05 ? TERÇA, QUINTA E SEXTA-FEIRA

*OFICINAS:

Das 13h às 17h

Oficina teatral: Grupo Contraelviento ? Equador

Espaço: Instituto CAL de Arte e Cultura

Valor: R$150

inscrições: enviar currículo para enlata@oficinas.com.br

Fonte: VEJA RIO