ROTEIRO DA SEMANA

Quarenta anos de piano

- Atualizado em

tl-concertos.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Em 1972, aos 24 anos, o carioca Arnaldo Cohen (foto) ganhou o Concurso Internacional de Piano Ferruccio Busoni, na Itália. Desde então, já soma cerca de 3000 apresentações, em trajetória que inclui concertos ao lado de orquestras consagradas, a exemplo da Filarmônica de Los Angeles e da Sinfônica de Berlim. Suas quatro décadas de carreira serão comemoradas no sábado (23), no Theatro Municipal. Cohen vai atuar como solista da Orquestra Sinfônica Brasileira, sob a regência de Roberto Minczuk. Presente no palco na maior parte do tempo, o pianista se junta à OSB em dois terços do programa: no Concerto Nº 1 para Piano em Si Bemol Menor, Op. 23, de Tchaikovsky (1840-1893), e no Concerto Nº 3 para Piano em Ré Menor, Op. 30, de Rachmaninoff (1873-1943). A primeira talvez seja a mais famosa peça orquestral para o instrumento e, por isso mesmo, é de fácil comunicação com a plateia. A composição de Rachmaninoff, por outro lado, é considerada um tremendo desafio para o pianista. Antes, o público vai ouvir Bachmazônia, composição de Mateus Araújo, regente da OSB Jovem.

Theatro Municipal (2237 lugares). Praça Floriano, s/nº, Centro, ☎ 2332-9191, ? Cinelândia. Sábado (23), 16h. R$ 20,00 (galeria) a R$ 145,00 (balcão nobre e plateia). Bilheteria: 10h/18h (seg. a sex.); a partir das 10h (sáb.). IC.

Fonte: VEJA RIO