ROTEIRO DA SEMANA

Bares

Por: Rachel Sterman - Atualizado em

ABENÇOADO. Na primeira estação do bondinho a caminho do Pão de Açúcar, no Morro da Urca, o lugar beneficia-se da vista sem igual. Seu segundo atrativo é a caipirinha (R$ 12,00 a R$ 21,00) preparada com esmero. Outra opção para curtir a paisagem e embalar a conversa é a cerveja em lata, das marcas Bohemia (R$ 6,00) e Brahma (R$ 5,00). Na lista de petiscos, empadas de massa leve, de camarão ou de palmito (R$ 6,00 cada uma), e o crocante pastel de carne (R$ 16,00, seis unidades) fazem sucesso. Também são boas pedidas o bolinho de bacalhau (R$ 18,00) e a bolinha de queijo (R$ 16,00), ambos servidos em porção de doze unidades. Uma dica recém-chegada é a abobrinha ao molho teriyaki (R$ 9,00). Importante: para chegar até lá é preciso pagar R$ 56,00 pela passagem do teleférico. Avenida Pasteur, 520, boxe 5 (Morro da Urca), Urca, ☎ 2275-8925 (90 lugares). 8h15/20h45. Cc: todos. Cd: todos. → Aberto em 2010.

ADELOS. A história do endereço inspira o nome da casa, na esquina da Rua do Mercado com a Travessa do Tinoco, que, até 1873, chamava-se Beco dos Adelos. Assim eram conhecidos os negociantes de produtos de segunda mão que ocupavam a região. Amplo, o casarão de 250 metros quadrados de área teve recuperadas partes originais do teto de madeira, do piso de ladrilho hidráulico e das paredes de pedra. Em cenário típico do Rio Antigo, dedique-se a geladas como Therezópolis Gold (R$ 11,00) ou Heineken (R$ 7,00), ambas em garrafas de 600 mililitros. O cardápio tem picanha fatiada com batata frita (R$ 43,00 a porção) e filé aperitivo ao molho madeira no pão italiano (R$ 38,00). Entre os petiscos mais pedidos está o chapa quente (R$ 29,00 a porção), com frango, linguiça e tiras de filé-mignon. Rua do Mercado, 51, Centro, ☎ 2516-1734 (200 lugares). 11h/0h (sáb. 12h/17h; fecha dom.). Cc: todos. Cd: todos. Aberto em 2011.

AMARELINHO. Remanescente da época áurea da Cinelândia, quando a praça fervilhava graças à concentração de grandes cinemas, o ponto tornou-se opção para aquele chopinho (da Brahma, R$ 4,70) do almoço prolongado ou da happy hour, acompanhado de petiscos simples como as porções de frango à passarinho (R$ 39,00) e de carne-seca com aipim (R$ 39,00), além do bolinho de bacalhau (R$ 22,00, dez unidades). Muito pedida, a codorna aperitivo (R$ 8,00) é preparada ao alho e óleo. Para quem busca uma refeição completa, a pedida é o churrasco misto, reunião de frango, contrafilé, carré de porco, linguiça, arroz, batata frita, molho à campanha e farofa (R$ 74,00, para até três pessoas). Praça Floriano, 55-B, Centro, ☎ 2240-8434, ? Cinelândia (200 lugares). 11h/2h (dom. até 0h). Cc: todos. Cd: todos. www.amarelinhodacinelandia.com.br. Aberto em 1921.

ARMAZÉM DEVASSA. Embora pertença a uma rede com treze lojas, a casa se diferencia das demais por causa do cardápio exclusivo oferecido por Andrea Tinoco. A chef prepara, entre outros tira-gostos, carpaccio de salmão com rúcula (R$ 25,90), casquinha de siri com farofa de dendê (R$ 21,90) e o petisco na moita (R$ 21,90), um escondidinho de carne-seca com catupiry gratinado. Outra dica, o só tem filé (R$ 42,90) traz tiras de filé-mignon ao molho madeira, cebola e salsa, dentro de uma cuia crocante de pão italiano. Para regar a conversa há tulipas de chope Devassa Loura (R$ 5,80), Ruiva e Negra (R$ 6,80 cada uma), entre outros sabores curiosos ? a exemplo da Índia (R$ 6,80) e da Sarara (R$ 8,90). Da lista de drinques, são boas pedidas o caipirante (R$ 19,90), feito com vodca nacional, banana, morango, açúcar, um toque de canela e pedacinhos de gelo, e a caipirésima (R$ 19,90), mistura de vodca nacional, alecrim, pouco açúcar, lima-da-pérsia, kiwi, pedaços de gelo e uma dose de saquê nacional. Rua Visconde de Pirajá, 539 (Hotel Mar Ipanema), Ipanema, ☎ 2512-2051 (70 lugares). 6h/4h. Cc: todos. Cd: R e V. ↔ ? → www.cervejariadevassa.com.br. Aberto em 2007.

BAR DA PRAIA. Na varanda chama atenção o grafite assinado pelo grupo FleshBeck Crew. Quando a noite chega, o clima de azaração se intensifica. Uma dica do caprichado cardápio é o wrap de salmão com patê de cream cheese e wasabi (R$ 26,90). O rolinho primavera de camarão e alho-poró (R$ 21,90, seis unidades) também pode acompanhar bebes como a sangria branca (R$ 54,00 a jarra de 750 mililitros) ou o apple martini (R$ 17,90), que leva vodca citrus, limão-siciliano e xarope de maçã verde. Opção mais consistente, o rodízio de comida japonesa custa R$ 58,90 (durante a semana) e R$ 65,90 (sábado e domingo). Rua João Lira, 5 (Hotel Marina Palace), Leblon, ☎ 2172-1067 (60 lugares). 15h/1h (qui. até 3h; sex. e sáb. até 4h). Cc: todos. Cd: todos. ↔ Aberto em 1998.

BARTHODOMEU. Autêntico pé-limpo, o endereço prima pela descontração. O ambiente mais agradável fica sob teto retrátil, ao lado da parede que imita uma rocha. Comece pela salada marroquina (R$ 21,90), preparada com mix de alface picada, rabanetes fatiados, cebola-roxa, pepino japonês e tomates, ao molho de especiarias árabes. A chef Tatiana Abramant também prepara pratos, a exemplo do peixe ao molho de camarão (R$ 37,60), guarnecido de arroz de brócolis, e do arroz de lula e camarões (R$ 43,80) ao molho de tomates frescos. Na carta de bebidas, uma curiosidade é a proposta interativa do drink todo meu. Funciona assim: com as opções em uma cartela, o cliente escolhe a base, que pode ser vodca (R$ 15,00), cachaça (R$ 14,90) ou tequila (R$ 14,50), além de até cinco ingredientes ? morango, caju, tabasco, canela e gengibre estão na lista. São mais de 200 as combinações possíveis. Rua Maria Quitéria, 46, Ipanema, ☎ 2247-8609 (200 lugares). 12h/2h (sex. e sáb. até 4h). Cc: todos. Cd: todos. Aberto em 2009.

BARZIN. Ocupante do endereço de Ipanema onde funcionou a última filial do Conversa Fiada, o empreendimento tem quatro sócios famosos: o apresentador Bruno de Luca, o piloto Cacá (filho do Galvão) Bueno, o cantor Di Ferrero, da banda NX Zero, e o rapper Tulio Dek. Um acerto evidente dos novos donos do pedaço foi a adoção, nos dois primeiros andares, de tons claros nas paredes e nos revestimentos de madeira dos balcões. Da Stella Artois, o chope (R$ 6,70, 300 mililitros) é pedida refrescante, assim como o talita (R$ 19,90), drinque feito de espumante, melancia, licor de melancia e limão-siciliano. Para beliscar, vá de picanha clássica na chapa (R$ 58,90, para duas pessoas), bolinho de bacalhau (R$ 24,90, doze unidades) ou bolinho de aipim rosti, com recheios de mussarela de búfala com manjericão ou de carne-seca (R$ 24,90). Em todas as noites há programação musical, que varia de pop a house, comandada por bandas ou DJs. Rua Vinicius de Moraes, 75, Ipanema, ☎ 2522-1809 (180 lugares). 12h/3h (fecha seg.). Cc: todos. Cd: todos. Couvert art.: R$ 20,00 a R$ 80,00. ↔ Aberto em 2011.

BEERJACK HIDEOUT. Na mais recente contagem do estoque, 280 rótulos de cervejas especiais foram encontrados nas prateleiras. Com a reforma do salão no térreo, a capacidade foi ampliada. Entre as novidades está o chope Röter de trigo (R$ 6,90, 330 mililitros), produção artesanal da cervejaria Röter, de Barra do Piraí. Também recém-chegada, a belga Floreffe Tripel (R$ 19,50, 330 mililitros) acompanha bem o croquete de queijo provolone ao molho agridoce de rapadura (R$ 22,50, seis unidades). Outra combinação acertada une a gelada Colorado Indica (R$ 20,90, 600 mililitros) à cafta servida com molho tahine (R$ 21,00, oito unidades). Rua Martins Ferreira, 71, Botafogo, ☎ 2226-0267 (70 lugares). 17h/24h (qui. a sáb. até 2h). Cc: todos. Cd: todos. Aberto em 2010.

B.G. BAR. Bastante frequentado por estudantes da PUC e jovens em geral, o endereço provoca aglomeração na calçada em frente ao pequeno salão. Em cascos de 600 mililitros, e a preços razoáveis para a região, saem do freezer Skol, Brahma, Antarctica (R$ 5,00 cada uma), Bohemia (R$ 6,50) e Antarctica Original (R$ 7,00). No tamanho long neck, Boêmia e Heineken custam R$ 4,50 cada uma. Estão na promoção a Stella Artois e a Budweiser (R$ 4,00 cada uma). Entre os tira-gostos do cardápio trivial há frango à passarinho (R$ 18,00) e bolinho de bacalhau (R$ 16,00, doze unidades). Bolinhos de aipim com camarão ou com carne-seca custam R$ 14,00 cada porção com dez unidades. Praça Santos Dumont, 126, loja B, Gávea, ☎ 2512-0761 (28 lugares). 7h/1h (dom. a partir de 16h). ? Aberto em 1980.

BOTEQUIM ENCURRALADO. Vizinha da pizzaria Capricciosa, parte da intensa concentração de bares do Jardim Oceânico, a casa promove noites de voz e violão sexta e sábado, a partir das 21h. De segunda a quinta, das 17h às 20h, tem promoção dose dupla ? quem pede um chope Brahma (R$ 3,70 a caldeireta) ganha outro. Para beliscar, escolha entre o pastel de camarão e o bolinho de bacalhau (R$ 17,50 cada porção de oito unidades). O espetinho, de filé-mignon (R$ 9,90) ou de frango (R$ 8,25), também pode fazer companhia para as cervejas Bohemia, Antarctica Original (R$ 6,00) e Heineken (R$ 6,95), na garrafa de 600 mililitros. Rua Olegário Maciel, 130, loja H, Barra, ☎ 2492-1258 (60 lugares). 11h/2h (fecha dom.). Cc: todos. Cd: todos. Couvert art.: R$ 7,00 (sex. e sáb.). Aberto em 2010.

BOTEQUIM JOAQUINA. Na orla do Leme, a primeira filial da casa no Humaitá tem na decoração, além das referências bem-humoradas aos tempos do Império, piso de madeira laminada e um lustre suntuoso. Chope gelado da Brahma (R$ 4,90 a caldeireta) e qualidade de atendimento acima da média explicam o sucesso dos dois endereços do negócio. Complete o programa pedindo o sonho de aipim com carne-seca ou de camarão com catupiry (R$ 19,00). Outra opção é a lula a dorée com molhos aïoli ou tártaro (R$ 22,00). Para interessados em um petisco mais reforçado, a pedida é o aipim frito com carne-seca acebolada e molho à base de catupiry, sob queijo parmesão gratinado (R$ 28,00). Rua Voluntários da Pátria, 448, lojas 3 e 4 (Cobal do Humaitá), Humaitá, ☎ 2527-1722 (200 lugares). 11h30/2h (sex. e sáb. até 4h). Cc: todos. Cd: todos. Estac. (R$ 4,00 a primeira hora) ?; Avenida Atlântica, 974, Leme, ☎ 2275-8569 (75 lugares). 11h30/2h (sex. e sáb. até 3h). Cc: todos. Cd: todos. → www.joaquinabar.com.br. Aberto em 2007.

BRACARENSE. Estabelecimento cuja fama já ultrapassou as fronteiras da cidade, o Braca, para os íntimos, é reduto de chope gelado e quitutes caprichados. Disputadas especialmente nos dias de praia, cadeiras e mesas espalham-se pela calçada, sob o toldo. O salão interno é tomado por um balcão com vitrine onde ficam expostos alguns petiscos. Um dos mais famosos, a bolota de aipim recheada de camarão e catupiry (R$ 3,30 a unidade) divide as atenções com a empada de frango (R$ 3,20). Mais substancioso, o filé-mignon aperitivo com alho é ladeado por aipim frito (R$ 36,00 a porção). Também vale a pedida o sanduíche de linguicinha artesanal no pão francês (R$ 10,00). Completa a visita o bem tirado chope da Brahma (R$ 4,70, 300 mililitros), razão da popularidade do lugar. Rua José Linhares, 85, loja B, Leblon, ☎ 2294-3549 (60 lugares). 9h/0h (dom. 10h/22h). Cd: R e V. Aberto em 1961.

CACHAÇARIA DO PETISCO. No salão, os vistosos tonéis de cobre não são apenas decorativos: o boteco, dos mesmos donos do Petisco da Vila, abriga um alambique de verdade. A produção local e outros mais de 100 rótulos podem ser adquiridos e degustados em doses ali mesmo. Um dos quatro tipos de cachaça feitos na casa é envelhecido em barril de jequitibá (R$ 6,00). Também faz sucesso a gabriela (R$ 5,00), infusão de cravo e canela, mas a campeã de pedidos é mesmo a versão envelhecida em carvalho francês (R$ 8,50 a dose). Porções de provolone à milanesa (R$ 32,80) e de picanha grelhada com pão de alho (R$ 66,90, para três pessoas) podem acompanhar as purinhas. Para refrescar, peça o chope da Brahma (R$ 5,90 a tulipa). Avenida Pastor Martin Luther King Jr, 126, 1º piso (Shopping Nova América, Rua do Rio), Del Castilho, ☎ 2583-1500, ? Del Castilho (120 lugares). 11h/2h. Cc: V. Cd: todos. Couvert art.: R$ 3,99 (qua. e sáb. a partir das 19h). Estac. (R$ 6,00 as primeiras quatro horas e R$ 0,50

a fração). www.petiscodavila.com.br/cachacaria.htm. Aberto em 2006.

CAFÉ DEL MAR. Na filial carioca da rede nascida em Ibiza, cobra-se entrada revertida em créditos para consumação depois das 22h. Elaborada, a seção de comes traz patatas bravas (R$ 14,00), porção de batatas fritas cortadas em cubos e servidas com saborosos molhos aïoli e de tomate picante, e tapas de pescados, a exemplo do camarão grelhado (R$ 24,00) com manteiga de gengibre, pimenta dedo-de-moça e redução de leite de coco. Outro forte é a carta de drinques. Custam o mesmo preço, R$ 22,00, o preparo que leva o nome da casa (vodca Absolut de pêssego, frutas cítricas e Curaçao Blue) e o rose lichee (shochu e lichia). No sábado, a noite é de bebida liberada: mulheres pagam R$ 40,00 (até 1h; R$ 45,00 após esse horário) e homens, R$ 80,00 (até 1h; R$ 95,00 após esse horário). Avenida Atlântica, 1910, Copacabana, ☎ 3649-9658 (400 pessoas). 19h/2h (sex. 19h/5h; sáb. 14h/6h; dom 12h/0h; fecha seg.). Cc: todos. Cd: todos. Entrada: R$ 20,00 a R$ 50,00. ↔ → Aberto em 2010.

CANTINHO DAS CONCERTINAS. Quando veio para o Brasil no começo dos anos 60, para não prestar serviço militar em sua terra natal, Carlos Cadavez se estabeleceu no Rio. Natural da região de Trás-os-Montes, no norte de Portugal, passou a fazer almoço para os amigos mais próximos no Centro de Abastecimento do Estado da Guanabara (Cadeg), o conhecido mercadão em Benfica. Os pequenos encontros de outrora se transformaram numa grande confraternização da comunidade portuguesa promovida aos sábados, quando um grupo de fado faz a festa com repertório de canções típicas tocados ao vivo. Para beber, vá de garrafas de 600 mililitros de Skol, Devassa e Itaipava Premium (R$ 4,50 cada uma). Entre os quitutes figuram a posta de bacalhau na brasa (R$ 80,00), sardinhas com batatas cozidas (R$ 16,00) e um saboroso bolinho de bacalhau (R$ 2,80 a unidade). Convém fazer todos os pedidos de uma vez, já que a fila de espera é grande. Rua Capitão Felix, 110, rua 16, loja 11 (Cadeg), Benfica, ☎ 2580-4326 (300 lugares). 2h/14h (sáb., 2h/18h; fecha dom.). Estac. (Grátis). Aberto em 2002.

CEVADA. O endereço passou por mudanças depois de adquirido pelo empresário cearense Antonio Rodrigues, dono do Belmonte. No salão de pé-direito alto, com tratamento acústico, as paredes de cor salmão contrastam com os azulejos brancos e verdes. O pastel de carne-seca com catupiry (R$ 4,40 a unidade) ou a patinha de caranguejo ao molho tártaro (R$ 18,90 a dúzia) abrem os trabalhos e fazem bela tabelinha com o chope Brahma (R$ 4,60 a caldeireta). Para uma fome maior, a pedida é o cearense atolado (R$ 45,00, serve até três pessoas), reunião de picanha acebolada e aipim gratinado com queijos gorgonzola e mussarela ao molho branco. Praça Serzedelo Correia, 27, loja A, Copacabana, ☎ 2547-5337/7905, ? Siqueira Campos (60 lugares). 10h/1h (sáb. até 3h). Cc: todos. Cd: R e V. Aberto em 2009.

CHARLESTON BUBBLE LOUNGE. Ultrapassados a porta de madeira e o vitral, o clima é dos anos 20, época em que o ritmo que batiza a casa despontou. A carta é composta de quarenta rótulos de champanhe legítimo e setenta opções de espumante. Entre as indicações há opções como o Baron de Marck Brut (R$ 255,00) ou o Taittinger Brut (R$ 369,00). As garrafas de espumante Art Brut Casa Valduga (R$ 62,00), nacional, e Louis Perdrier (R$ 74,00), francês, são pedidas mais em conta. Da cozinha sai o magret de pato (R$ 37,90), especialidade local. A tábua de queijos, com brie, gruyère, roquefort, camembert, grana padano, picles e azeitonas, custa R$ 46,90 e serve três pessoas. Em porção para três, o camarão charleston, ao molho de tomate, com limão, azeitona e queijo feta, sai por R$ 34,90. Há programação musical de quinta a sábado. Rua Rodolfo Dantas, 26, loja B, Copacabana, ☎ 3795-3158 (150 pessoas). 18h/1h (sex. e sáb. até 2h). Cc: todos. Cd: todos. Entrada: R$ 12,00 (qui. a sáb. a partir das 21h). www.bubblelounge.com.br.

DA GEMA. Alunos de gastronomia na Estácio de Sá, os quatro sócios resolveram arregaçar as mangas e tirar do papel o projeto de fim de curso: abrir um bar com alma carioca. A casa tem reproduções do calçadão de Copacabana e de painéis do profeta Gentileza. Inventivo, o cardápio está em constante transformação, mas já ostenta alguns clássicos, como o aipana (R$ 3,70 a unidade), um bolinho de aipim e banana recheado de linguiça e couve, de comer de joelhos. Outra pedida criativa é a empada de rabada (R$ 3,70 a unidade). O ninho de mafagafos (R$ 28,00) ? uma cesta de queijo parmesão recheada de lombo suíno, linguiça, bacon, mel e ratatouille ? é a porção concorrente do concurso Comida Di Buteco 2012. Além de garrafas de 600 mililitros de Antarctica Original e Bohemia (R$ 6,50 cada uma), a caprichada caipirinha (R$ 12,00) é servida nos sabores limão, maracujá, abacaxi, morango ou kiwi. Rua Barão de Mesquita, 615, lojas C e D, ☎ 2208-9414 (60 lugares). 12h/0h (qui. até 1h; sex. e sáb. até 2h; dom. até 21h; fecha seg.). Cc: todos. Cd: todos. Aberto em 2009.

ESPELUNCA CHIC. Pedras portuguesas na parede e piso de tábua corrida conferem aparência rústica ao endereço. Em pleno burburinho do Baixo Copa, atrai muitos turistas com tira-gostos de boteco em versões elaboradas, a exemplo do bolinho de arroz com gorgonzola (R$ 20,50) e do croquete de carne-seca com aipim (R$ 20,80), ambos em porções de dez unidades. Outra boa pedida é o gratinado de mignon (R$ 19,90) com catupiry e casquinha de parmesão. Os espetinhos chegam à mesa nas versões de filé-mignon com cebola e pimentão (R$ 13,50 a unidade) e frango com alho-poró e gergelim (R$ 9,80). Para beber, vá de chope Brahma (R$ 4,50 a tulipa). Rua Bolívar, 17, Copacabana, ☎ 2236-4090, ? Cantagalo (80 lugares). 17h/2h. Cc: D, M e V. Cd: todos. www.espeluncachic.com.br. Aberto em 2007.

FAENZA. Rodeada por boates, a casa foi contagiada pela vocação da vizinhança e se tornou ponto de encontro para o esquenta antes da noitada. Na parte externa, a cobertura moderninha é sustentada por duas toras de bambu. Ali e no salão interno são servidos belisquetes, a exemplo da batata faenza (R$ 20,90 a porção): fritas cobertas por uma combinação de queijos e bacon picado, servidas ao molho barbecue. Também são bem pedidos os minipastéis (R$ 17,90, oito unidades), nos sabores camarão, catupiry ou carne, e a bruschetta de mussarela de búfala (R$ 12,50), montada no pão italiano levemente torrado com cubos de tomate, azeite, shiitake, berinjela marinada, sal e pimenta-do-reino. Para refrescar, as dicas são o chope Brahma claro (R$ 4,90, 300 mililitros) ou o cremoso Brahma Black (R$ 6,50, 300 mililitros). Na carta de drinques, figuram o da vinci (R$ 12,90), mistura de vodca Absolut, gotas de triple-sec, limão e suco de cranberry, e o petrarca (R$ 12,90), que combina tequila, rum, laranja, abacaxi e um toque de limão. Avenida Armando Lombardi, 493, Barra, ☎ 2491-1709 (280 lugares). 12h/4h. Cc: todos. Cd: todos. Cr: todos. Manobr. (R$ 8,00). ↔ → www.restaurantefaenza.com.br. Aberto em 2008.

LA ESQUINA. No movimentado cruzamento da Rua do Lavradio com a Avenida Mem de Sá, a casa aposta na carta de drinques caprichada, assinada pelo uruguaio Fabian Martinez e executada pelo chileno Jorge Zambrano, e nos tira-gostos que fogem da mesmice, aos cuidados do chef uruguaio Hernan Olguin. O amante latino (R$ 16,90) leva Absolut Vanilla, abacaxi, hortelã, gengibre e água tônica. Com o mesmo preço, o drinque batizado com o nome do bar é preparado com Absolut Mango, xarope de tangerina, tangerina fresca, abacaxi, mel e gengibre. Cogumelos-de-paris chegam à mesa recheados de mussarela de búfala temperada e molho de shiitake com manjericão (R$ 25,00, oito unidades). Outra dica, o chivito, espécie de bauru tipicamente uruguaio, é montado com filé-mignon, peito de peru, mussarela, bacon, pimentão, cebola, salada e ovo (R$ 18,90). A programação artística tem música ao vivo e DJs residentes. Em dias de show, cobra-se de R$ 15,00 a R$ 20,00 de entrada. Avenida Mem de Sá, 82, sobrado, Lapa, ☎ 2507-3435 (110 lugares). 18h/2h (qui. a sáb. até 4h; fecha dom. e seg.). Cc: todos. Cd: todos. ↔ www.laesquina.com.br. Aberto em 2012.

MEXICO 70. Nas paredes, a decoração dá o recado: o bar celebra o tricampeonato mundial da seleção brasileira, como atestam fotos antigas, camisas, pôsteres e recortes de jornal emoldurados. Ladrilhos hidráulicos de cores e formas diversas enfeitam o piso. Entre as cervejas disponíveis, se encontram a Antarctica Original estupidamente gelada (R$ 6,40) e a Heineken (R$ 7,90), ambas na garrafa de 600 mililitros. A caipivodca pode ser servida na jarra (R$ 55,00, para cinco pessoas). No cardápio, a influência mexicana é sutil. Aparece em alguns petiscos, como as fajitas, tiras de carne temperadas suavemente com tequila e limão (R$ 36,90). Secos e vendidos a preço justo, os bolinhos de bacalhau (R$ 13,00, seis unidades) também são uma pedida atraente. De quinta a sábado, a happy hour é embalada por voz e violão ao vivo. Rua Djalma Ulrich, 23, Copacabana, ☎ 2146-4420 (70 lugares). 15h/3h. Cd: todos. Cc: todos. Aberto em 2012.

NORDESTINO CARIOCA. Antes de abrir este reduto dedicado a especialidades de sua terra natal, os paraibanos Roberto Araújo e Iracema Gonçalves vendiam churrasquinho na rua. Fartura para dois, a picanha de carne de sol (R$ 69,00) é guarnecida de feijão-tropeiro ou feijão-de-corda com legumes, além de aipim cozido ou frito. Os mesmos acompanhamentos podem vir com o cabrito ensopado (R$ 62,00). Se a ideia for apenas petiscar, peça o trio nordestino (R$ 22,00, três unidades), salgado feito de massa de pastel da casa e servido com recheios e em formatos diferentes: carne de sol, o triangular; queijo de coalho com cebola-roxa e orégano, o redondo; e cordeiro, no charuto, acompanhado de geleia de pimenta e creme de maionese com hortelã. Bebe-se cerveja Antarctica Original ou Bohemia (R$ 6,00 a garrafa de 600 mililitros). Avenida Sargento Carlos Argemiro Camargo, 49, Jacarepaguá (Largo do Anil), ☎ 3412-3353 (80 lugares). 12h/22h (sex. e sáb. até 0h; dom. até 18h; fecha seg.). Cc: todos. Cd: todos. Aberto em 2005.

PAXECO BAR. Instalado em um espaçoso terraço sobre o restaurante Couve-Flor, o lugar oferece linda vista para o Cristo Redentor. Nesse ambiente despojado, dedique-se a drinques caprichados, como o mojito cidreira (R$ 18,00), de rum, suco de limão, hortelã e chá de capim-cidreira, ou o conexão (R$ 21,00), com uísque, morango e maple syrup. Da cozinha chegam o bolinho de arroz com chutney tailandês (R$ 24,00, sete unidades), o ceviche de bacalhau (R$ 29,00 a taça) e a porção de pastéis de caranguejo (R$ 26,00, seis unidades). Rua Pacheco Leão, 724, loja D, Jardim Botânico, ☎ 3114-8710 (80 lugares). 18h/1h. Cc: V e M. Cd: V e R. ↔ www.paxecobar.com.br. Aberto em 2011.

PLANETA DO CHOPP. Vizinho da Uerj, em Vila Isabel, reúne universitários em busca de chope gelado. No menu de petiscos destacam-se o aipim com carne-seca desfiada e acebolada (R$ 31,00) e a fraldinha ao molho madeira acompanhada de pão de alho (R$ 32,00). Também tem caldinho de feijão servido com torresmo e salsinha (R$ 7,00). Além de drinques tradicionais, como piña colada (R$ 15,00) e mojito (R$ 16,00), há o chope da Sol (R$ 4,50 a tulipa, R$ 6,00 a caneca). Na filial do Recreio chamam atenção um esportivo carro Cobra pendurado sobre o bar e a bomba de abastecimento antiga. Lá, a lista de tira-gostos tem ainda tirinhas de frango empanadas ao molho picante (R$ 23,00), casquinha de siri (R$ 16,00) e lula à dorée (R$ 40,00). Avenida 28 de Setembro, 20, Vila Isabel, ☎ 2264-8300 (400 lugares). 11h/2h (sex. e sáb. até 4h). Cc: todos. Cd: todos. Rua Antonio Baptista Bitencourt, 10, Recreio, ☎ 2437-6409 (150 lugares). 11h/2h. Cc: todos. Cd: todos. Couvert art.: R$ 6,00. www.planetadochopp.com.br. Aberto em 1996.

ROTA 66. A aposta na culinária tex-mex encontrou boa acolhida e o negócio espalhou-se pela cidade. Hoje funcionam quatro filiais, além da matriz, na Cobal do Humaitá ? que foi reformada e ampliada. Na parte etílica, drinques gigantescos fazem sucesso. À base de tequila, a taça de 2 litros de frozen de tangerina com morango (R$ 85,00) é novidade. Também tem chope Brahma (R$ 4,50 a tulipa). A porção de nachos (R$ 22,00) chega à mesa acompanhada de queijo e molho salsa. Já o finger ribs, porção de costelinha suína servida no balde, custa R$ 26,00. Rua Voluntários da Pátria, 448, loja 8-A (Cobal do Humaitá), Humaitá, ☎ 2286-8487 (75 lugares). 11h30/2h30. Cc: todos. Cd: todos. Estac. (R$ 4,00 a primeira hora) ↔; Avenida das Américas, 19019, 1º piso (Shopping Recreio), Recreio, ☎ 2025-1825 (180 pessoas). 11h30/1h (sex. e sáb. até 3h). Cc: todos; Rua Almirante João Cândido Brasil, 35, Tijuca, ☎ 2254-4219 (250 lugares). 11h30/2h30 (sex. e sáb. até 3h). Cc: todos. Cd: todos. ↔ → www.restauranterota66.com.br. Mais dois endereços. Aberto em 2001.

Fonte: VEJA RIO