ROTEIRO DA SEMANA

Bares

Por: Rafael Sento Sé - Atualizado em

ADEGA PORTUGÁLIA. Dos mesmos donos do elegante Alcaparra, na Praia do Flamengo, é uma mistura mais popular de bar e restaurante que funciona em frente ao Largo do Machado. Uma porta de saloon dá acesso ao salão interno, mas também há mesas na calçada. Trivial, o cardápio traz deliciosos bolinhos de bacalhau, fritos na hora e sequinhos (R$ 30,00 a dúzia), além de porções de gurjão de peixe ao molho tártaro (R$ 21,90) e sardinha portuguesa (R$ 2,50 a unidade). Outras possibilidades são as porções de frango à passarinho (R$ 21,90) e de picanha de carne de sol com farofa (R$ 30,90). Da Brahma, o chope gelado (R$ 3,90 a tulipa) completa o programa. Largo do Machado, 30, loja A, Catete, ☎ 2558-2821, ? Largo do Machado (80 lugares). 8h/0h. Cc: todos. Cd: todos. ? ? Aberto em 1994.

ARMAZÉM DO CHOPP. Instalado num antigo casarão do bairro, tem decoração rústica e recria o ambiente dos velhos armazéns, repleto de relíquias e quinquilharias. Decoram o espaço barris e a réplica de uma locomotiva em miniatura que circula sobre trilhos suspensos no alto do salão. O cardápio é famoso pelas pizzas de massa fina e crocante: a armazém (R$ 30,95) leva pimentão, cebola, cogumelo, bacon e azeitona. Também têm boa saída tira-gostos como a linguicinha petisco (R$ 18,55), com farofa e mostarda escura, e a porção de carne-seca com aipim frito na tábua (R$ 39,85). Lá dentro, ou nas mesas da varanda voltada para a rua, bebe-se chope Brahma por R$ 4,00. Rua Marquês de Abrantes, 66, Flamengo, ☎ 2557-4052, ? Flamengo (250 lugares). 11h/2h. Cc: todos. Cd: todos. ? ↔ www.armazemdochopp.com.br. Aberto em 1996.

ARMAZÉM DO LEME. No fim de 2010, por causa de uma mudança na sociedade, o Armazém Carioca no bairro mudou de nome. A varanda dá de cara para uma movimentada esquina do Leme. Também há lugares na parte interna, enfeitada com uma antiga máquina registradora. São bom começo as empadas de frango ou camarão (R$ 3,50 a unidade). Também há porções de lulas grelhadas ao molho shoyu (R$ 25,20) e de polenta frita com parmesão (R$ 10,90). O cliente encontra duas marcas de chope: Brahma (R$ 4,40 a tulipa) e o artesanal Clássico (R$ 3,90 a tulipa), produzido em Benfica. De segunda a quarta, os preços caem para R$ 4,00 e R$ 3,00, respectivamente. Feita com cachaça de marca própria, a caipirinha de limão custa R$ 9,90. Avenida Nossa Senhora de Copacabana, 31, loja B, Copacabana, ☎ 2275-4049 (150 lugares). 12h/1h (sex. e sáb. até 2h). Cc: todos. Cd: todos. www.armazemdoleme.com.br. Aberto em 2006.

BAR DA FOCA. No meio do agito da Rua Farani, é destino certo de estudantes da Universidade Santa Úrsula e das Faculdades Integradas Hélio Alonso, além de moradores da vizinhança. A casa não trabalha com frituras. Até a porção de batata palito é preparada no forno, podendo vir com queijo derretido e alho (R$ 16,00). Pizzas são o carro-chefe, em sabores como carne-seca com catupiry e portuguesa (R$ 23,00 cada uma). As opções de cerveja incluem marcas importadas, como a uruguaia Norteña (R$ 12,00, 960 mililitros), mas a turma prefere ficar com as nacionais Brahma, Skol e Antarctica pagando R$ 4,00 pela garrafa. Rua Farani, 23, Botafogo, ☎ 2553-7045 (50 lugares). 11h/1h (sáb. e dom. a partir de 15h). Cc: M e V. Cd: R e V. Aberto em 2002.

BAR DO BELMIRO. Depois de comprado e reformado pelo empresário cearense Antonio Rodrigues, mudou de mãos novamente para o mesmo grupo que comanda o tradicional Vieira Souto, na Praça da Cruz Vermelha. No entanto, pouca coisa mudou, tanto no ambiente quanto no cardápio. Abra os trabalhos com empadas de palmito (R$ 4,00) e camarão com catupiry (R$ 5,00). Nas versões abertas, há opções de frango e carne-seca (R$ 4,00 cada uma). Feito com chorizo argentino e queijo provolone, o tira-gosto paulista (R$ 36,00) é um sanduíche servido cortado em pedaços e vale a pedida. Para molhar a garganta, vá de chope Brahma (R$ 3,80 a caldeireta) e caipirinha de limão (R$ 12,00). Rua Conde de Irajá, 503, Botafogo, ☎ 2539-1354 (100 lugares). 7h/0h (sex. e sáb. até 1h). Cc: M e V. Cd: todos. Aberto em 1986.

BAR DO BETO. Sob nova direção e com a cozinha comandada pelo jovem chef Rafael Lopes, o endereço foi completamente remoçado. Agora apenas um vidro separa a rua do ambiente interno, que ganhou revestimento de madeira e inevitável televisão de tela plana. Salteado na manteiga de garrafa e água de coco, o mexilhão é servido na companhia de torradas. O chope Stella Artois também pode ter a companhia de tiras de cherne empanadas (R$ 16,90) com molho tártaro. Outra pedida entre os bebes é a caipirinha de maracujá (R$ 15,00). Aos sábados tem feijoada (R$ 16,90), acompanhada de saborosa batida de limão. Rua Farme de Amoedo, 51, Ipanema, ☎ 2523-1105, ? General Osório (100 lugares). 12h/0h (sex. e sáb. até 2h). Cc: todos. Cd: todos. ? ↔ www.bardobetorj.com.br. Aberto em 1980.

BAR 399. Tem esse nome por causa do antigo prefixo dos números de telefone da área. Em pouco tempo de funcionamento, conquistou a preferência da clientela na Avenida Olegário Maciel e vive lotado. O cardápio de tira-gostos traz filé aperitivo ao molho madeira (R$ 33,00), salpicado de queijo gorgonzola e acompanhado de batata portuguesa e pão francês, e camarão empanado ao molho tártaro (R$ 32,00). Sequinhos, os pastéis (R$ 18,90, vinte unidades) chegam à mesa em porções mistas com recheios de feijão, abóbora com carne-seca, siri, camarão, palmito, frango com catupiry, carne e queijo de minas. Para beber, decida-se entre o chope da Brahma (R$ 3,50 a caldeireta), gelado no ponto certo, e curiosidades como a caipirosca de manga com pimenta (R$ 10,90). Avenida Olegário Maciel, 231, loja H, Barra, ☎ 3495-0690 (70 lugares). 17h/2h (dom. 16h/0h; fecha seg.). Cc: M e V. Cd: todos. ↔ Aberto em 2009.

BERBIGÃO. É especializado em frutos do mar. Para começar, escolha entre a porção de graúdos bolinhos de bacalhau (R$ 22,90, doze unidades), a casquinha de siri (R$ 7,70) e o polvo ao alho e óleo (R$ 57,20). Em agosto, o bacalhau tem vez no cardápio de promoções. Grelhado e na companhia de arroz de brócolis, batata sautée, cebola e alho, o bacalhau de melo sai a R$ 115,90, para dois, e ganha companhia de garrafa de vinho verde ou alentejano, além de meia porção de bolinho de bacalhau. O preço do prato de peixe sozinho é R$ 98,50. Gelado e com espuma no ponto certo, o chope Brahma chega à mesa na tulipa de 300 mililitros (R$ 3,90) ou na torre de 2,5 litros (R$ 35,90). Rua do Catete, 150, Catete, ☎ 2205-7245, ? Catete (164 lugares). 11h30/1h (sex. e sáb. até 2h). Cc: todos. Cd: todos. ? → ↔ www.berbigao.com.br. Aberto em 2008.

BOTECO BEM BOLADO. Instalado desde o fim do ano passado no mesmo endereço do Mofo, o bar tem um vidro blindex que separa o ambiente interno da rua. Um pequeno mezanino ampliou o espaço interno. O chope Brahma (R$ 4,50 a tulipa) divide as atenções com as garrafas long neck das marcas Heineken, Bohemia e Stella Artois (R$ 5,00 cada uma). O carro-chefe local é o combinado bem bolado (R$ 47,90), de filé aperitivo, linguiça calabresa, bolinho de bacalhau, aipim frito e carne-seca desfiada. Com nacos de frango, porco e boi no ponto certo, o espetinho misto (R$ 12,00) é acompanhado de molho à campanha, batata frita e farofa. Rua Barão do Flamengo, 35, lojas B e C, Flamengo, ☎ 3586-0546 (68 lugares), ? Largo do Machado. 11h/1h (fecha dom.). Cc: todos. Cd: todos. Aberto em 2010. →

BOTECO SALVAÇÃO. Na decoração, azulejos, imagens de santos e mesas com pés de ferro homenageiam os pés-sujos. No 2º andar há mesas de sinuca e agradável varanda. A carta de cervejas conta com rótulos artesanais nacionais, além das convencionais Itaipava (R$ 5,50) e Antarctica (R$ 6,70). Entre as puro malte, peça a Therezópolis Gold (R$ 11,20, 600 mililitros) ou a Bamberg Pilsen (R$ 14,50 a long neck). Ajudam a manter o clima botequeiro petiscos como a porção de linguiça calabresa acebolada (R$ 20,50) e o espetinho de queijo de coalho (R$ 10,50, duas unidades). O croquete de abóbora com carne-seca (R$ 7,90, duas unidades) vale a pedida. Rua Henrique de Novaes, 55, Botafogo, ☎ 2226-9691 e 2539-0216 (150 lugares). 18h/2h (sáb. 20h/3h; dom. 13h/0h; fecha seg.). Cc: M e V. Cd: todos. → beta.matrizonline.com.br/botecosalvacao. Aberto em 2008.

BUTESKINA. Na confluência das ruas Cinco de Julho e Santa Clara, em Copacabana, passou por reformas que despoluíram sua fachada. O cardápio de comes, com delícias como bolinha de batata-baroa com recheio de carne-seca e catupiry (R$ 18,90, dez unidades), além de pastel de camarão com catupiry e de queijo brie com damasco (19,50 cada porção de seis unidades), é o ponto forte. Outra pedida interessante é a porção de frango frito em creme de alho servida dentro de copinhos de cachaça (R$ 24,90, dez unidades), que pode ser acompanhada de chope Brahma (R$ 4,00 a tulipa). Às sextas, o prato do dia (R$ 12,00) é costela bovina com batata e agrião. No sábado entra em cena a feijoada, servida por R$ 25,00, para um, e R$ 35,00, para dois. Rua Santa Clara, 145, loja A, Copacabana, ☎ 2256-5439. 11h/2h (dom. a ter. até 0h). Cc: todos. Cd: todos. ? ↔ www.buteskina.com.br.

CAFÉ DEL MAR. De frente para a Praia de Copacabana, a primeira filial carioca da rede nascida em Ibiza esbanja conforto em ambiente iluminado cuidadosamente e com serviço atencioso. No segundo piso, com cobrança de entrada revertida em créditos para consumação, a cabine de DJ ocupa o centro do salão e entrega a vocação noturna. Além das tradicionais patatas bravas (R$ 14,00), porção de batatas fritas cortadas em cubos e servidas com saborosos molhos aïoli e de tomate picante, há tapas de frutos do mar, como o camarão grelhado (R$ 24,00) com manteiga de gengibre, pimenta dedo-de-moça e redução de leite de coco. Outro forte local é a carta de drinques. Custam os mesmos R$ 22,00 o coquetel batizado com o nome da casa (vodca Absolut de pêssego, frutas cítricas e Curaçao Blue) e o seduttion (vodca Absolut de baunilha, abacaxi e framboesa). Avenida Atlântica, 1910, Copacabana, ☎ 3649-9658 (400 pessoas). 12h/2h (22h/5h no 2º andar). Cc: A, M e V. Cd: todos. Entrada: R$ 20,00 (mulheres) e R$ 50,00 (homens). Estac. c/manobr. R$ 10,00. ↔ → Aberto em 2010.

CARAVELA DO VISCONDE. Bom endereço para quem gosta de carnes na brasa. O ambiente está tal como quando foi aberto na década de 80. Nos fins de semana, na hora do almoço, costuma haver fila de espera. Preparado na churrasqueira, o galeto (R$ 19,00) é servido com batata frita. Um sucesso, a picanha é acompanhada de arroz, farofa e batatas fritas (R$ 43,90, para duas pessoas). Para beliscar, peça o frango à passarinho (R$ 19,00 a porção). Da Brahma, o chope custa R$ 4,30 (300 mililitros). Rua Visconde de Caravelas, 136, Botafogo, 2266-3128 (100 lugares). 11h/0h (dom. até 18h). Cc: A, M e V. Cd: todos. ? Aberto em 1986.

CEVADA. Com salão de pé-direito alto, o endereço passou por mudanças depois de adquirido pelo empresário cearense Antonio Rodrigues, dono do Belmonte. Ganhou bom tratamento acústico e paredes de cor salmão que contrastam com os azulejos brancos e verdes. O pastel de carne-seca com catupiry (R$ 4,20 a unidade) ou a patinha de caranguejo ao molho tártaro (R$ 18,90 a dúzia) abrem os trabalhos e fazem bela tabelinha com o chope Brahma (R$ 4,99 a caldeireta). Também encontram clientela cativa a costelinha de porco com molho barbecue (R$ 32,00, seis unidades) e o bolinho de aipim com camarão e catupiry (R$ 5,00 a unidade). Praça Serzedelo Correia, 27, loja A, Copacabana, ☎ 2547-5337/7905, ? Siqueira Campos (60 lugares). 8h/1h (sáb. até 3h). Cc: todos. Cd: R e V. Aberto em 2009.

CHARLESTON BUBBLE LOUNGE. Porta de madeira e um vitral transportam o cliente para os anos 20, quando o ritmo que batiza a casa despontou e o Copacabana Palace, bem do outro lado da rua, foi inaugurado. As referências à década também estão na caprichada decoração e na roupa das garçonetes, que lembra a das melindrosas. Com jeito de bar temático, o empreendimento aberto em julho investe nas bebidas borbulhantes. Só de champanhes legítimos são 36 as opções, com preços entre R$ 238,00 (Möet Chandon Brut) e R$ 1?319,00 (Dom Perignon Rosé) para as garrafas de 750 mililitros. Mais em conta, a garrafa do espumante Chandon Reserve Brut (R$ 69,00) combina com pedidas de frutos do mar. Há duplas de vieira (R$ 24,90) e de pata de centola (R$ 78,90), além de porção de lula, empanada em flocos de milho e servida com molho agridoce (R$ 36,90). Entre as poucas sugestões que não vêm do mar encontra-se a batata assada ao molho pesto (R$ 24,90). Rua Rodolfo Dantas, 26, loja B, Copacabana, ☎ 3795-3158 (150 pessoas). 18h/1h (dom. 12h/19h; fecha seg.). Cc: todos. Cd: todos. www.bubblelounge.com.br.

ESPELUNCA CHIC. Piso de tábua corrida e balcão de pedras portuguesas conferem aparência rústica ao endereço. Em pleno burburinho do Baixo Copa, atrai muitos turistas que encontram tira-gostos de boteco em versões elaboradas, como bolinho de arroz com gorgonzola (R$ 17,90, dez unidades) e croquete de carne-seca e aipim (R$ 18,80, dez unidades). Os espetinhos chegam à mesa nas versões filé-mignon com cebola e pimentão (R$ 7,90 a unidade), frango com alho-poró e gergelim (R$ 6,70) e queijo de coalho (R$ 6,80). Para beber, vá de chope Brahma (R$ 4,00 a tulipa). Rua Bolívar, 17, Copacabana, ☎ 2236-4090, ? Cantagalo (80 lugares). 17h/2h. Cc: D, M e V. Cd: todos. www.espeluncachic.com.br. Aberto em 2007.

ESTAÇÃO BAIÃO DE DOIS. Um cajueiro artificial carregado de frutas e o letreiro de néon conferem um toque kitsch a este reduto da gastronomia nordestina dentro da Feira de São Cristóvão. Nos dias mais quentes, o salão refrigerado serve de alento, assim como o chope Sol (R$ 4,95, 350 mililitros) na caneca zero grau, que chega esbranquiçada de tão gelada. Entre as boas amostras da culinária local estão bolinho de aipim com carne de sol (R$ 18,70, dez unidades) e patinha de caranguejo, no vinagrete ou à dorée (R$ 38,50 a porção de 24 unidades). Outra sugestão é o acarajé (R$ 8,80). Avenida Nordeste, loja 46-A (Feira de São Cristóvão), São Cristóvão, ☎ 3860-3296/3238 (400 lugares). 10h/17h (sex. e sáb. até 2h; dom. até 19h; fecha seg.). Cc: todos. Cd: todos. Estac. R$ 5,00 (R$ 7,00 sáb e dom.). ↔ www.baiaodedois.com.br. Aberto em 2003.

HERR BRAUER. Batizado de ?senhor cervejeiro?, em alemão, abriga uma opulenta carta de geladas. São mais de oitenta rótulos, entre eles o holandês La Trappe Quadrupel (R$ 69,00 a garrafa de 750 mililitros). Sugestão recente, a belga Kwak (R$ 33,00, 330 mililitros; R$ 87,00, 750 mililitros) é servida em copo atraente, semelhante a um vidro de laboratório. Diariamente, entre 18h e 20h, tem Hofbräu Original e Erdinger Weiss ou Dunkel a promocionais R$ 13,00, cada uma. Fora desse horário, as garrafas saem por R$ 15,50 e R$ 15,90. No cardápio de tira-gostos, os espetinhos ocupam lugar de destaque. São três opções a R$ 9,90, acompanhadas de farofa ou mostarda: frango com bacon, filé-mignon com linguiça ou lombinho com cebola. Rua Barão do Flamengo, 35, loja O, Flamengo, ☎ 2225-4359, ? Largo do Machado. 11h30/1h (seg. até 15h40; sex. e sáb. até 2h). Cc: todos. Cd: todos. Aberto em 2006.

INVICTO SPORTS & FUN. Reduto temático de esporte, tem catorze TVs de plasma e um telão. Alguns detalhes da decoração são um capacete usado pelo piloto de Fórmula 1 Ayrton Senna e luvas assinadas por uma lenda do boxe, o americano Muhammad Ali. Para beliscar, peça a porção de nachos (R$ 22,90) acompanhada de molho cheddar, chili da casa e guacamole ou a de fajitas (R$ 25,90), iscas de carne, pimentão, cream cheese e frijoles (uma pasta de feijão). O chope Brahma (R$ 5,10) é tirado com nitrogênio, em vez de gás carbônico. Também há cervejas long neck da mexicana Sol (R$ 8,90) e da argentina Quilmes (R$ 6,90), além das nacionais Stella Artois (R$ 6,00) e Cerpa (R$ 4,90). Rua Conde de Irajá, 201, Botafogo, ☎ 2537-9267 (96 lugares). 18h/1h (sex. até 2h; sáb. 17h/2h; dom. a partir das 15h). Cc: todos. Cd: todos. → ↔ www.invictorestaurante.com.br. Aberto em 2011.

LOBBY BAR. O repertório de piano ao vivo, recheado de clássicos da bossa nova, denuncia as intenções: o bar do lobby do Rio Othon Palace é voltado essencialmente para turistas. Não surpreende, portanto, que a caipirinha de limão (R$ 9,00) esteja entre os drinques mais pedidos. Para quem prefere cerveja, a escolha recai sobre garrafas long neck da Brahma ou da Bohemia (R$ 7,00 cada uma). Para beliscar, os petiscos mais indicados são a linguiça recheada de provolone (R$ 16,00), o camarão empanado com coco e o bolinho de bacalhau (R$ 18,00 cada porção de oito unidades). Avenida Atlântica, 3264, térreo, Rio Othon Palace Hotel, Copacabana, ☎ 2106-1500 (28 lugares). 8h/1h. Cc: todos. Cd: todos. → ↔ Aberto em 1975.

MEKONG. Batizada em homenagem ao rio que corta a China e outros seis países do sul da Ásia, a casa assumiu de vez sua porção bar. Tendo por base a mistura de rum, saquê e ervas aromáticas, o thai smile (R$ 17,90) leva ainda romã e suco de limão-siciliano. Pode completar o programa o mix (R$ 24,50), com seis petiscos, entre eles samosa de curry de cordeiro e bolinho de cebola, batata e especiarias. Empanado com coco e coentro, o camarão (R$ 24,00, quatro unidades) é indicado para quem gosta de contraste de sabores. Para o aniversário de um ano, o cardápio ganhou novos pratos e petiscos, como jhinga samosa (R$ 18,90 a porção com quatro), pastéis indianos de camarão, leite de coco e especiarias, servidos com chutney de manga, maçã e damasco. Rua General Urquiza, 188, loja A, Leblon, ☎ 2529-2124 (40 lugares). 12h/0h (seg. a partir de 18h; sex. até 1h; sáb. 13h/1h; dom. a partir das 13h). Cc: D, M e V. Cd: todos. www.mekong.com.br. Aberto em 2010.

MOAIS SNOOKER BAR. O lugar é dedicado aos amantes da popular dobradinha cerveja e sinuca. São seis mesas, sendo as duas do 1º piso no estilo mata-mata (R$ 1,00 a ficha) e as quatro do 2º no formato tradicional (R$ 18,00 a hora). Entre uma tacada de outra, bebe-se cerveja em garrafa das marcas Antarctica (R$ 6,00), Bohemia (R$ 6,50) e Antarctica Original (R$ 6,50). Para repor as energias, aposte no carro-chefe local, a batata rosti. Os sabores de maior sucesso são quatro queijos (R$ 31,00) e mussarela, calabresa e orégano (R$ 30,00). Rua Almirante João Cândido Brasil, 113, Tijuca, ☎ 2278-4401 (150 lugares). 18h30/4h (fecha seg.). Cc: M e V. Cd: todos. ↔ www.moaissnookerbar.com.br. Aberto em 2004.

OLIMPÍADAS DO CHOPP. Bem em frente à estação de metrô Saens Peña, é uma mão na roda em tempos de Lei Seca. Da Brahma, o chope (R$ 4,00, 300 mililitros) é a pedida para acompanhar um dos triviais petiscos do cardápio. A isca de frango ou peixe é acompanhada de molho tártaro ou rosé (R$ 21,00 cada porção). Também têm seus adeptos a carne-seca com aipim (R$ 45,00) e bolinho de bacalhau (R$ 18,00, dez unidades). Quinta e sábado são dias de música ao vivo, a partir das 20h, sem cobrança de couvert. Rua Carlos Vasconcelos, 155, Tijuca, ☎ 2254-1090, ? Saens Peña (200 lugares). 11h/0h (sex. e sáb. até 1h). Cc: todos. Cd: todos. Aberto em 1995.

PETISCO DA VILA. Um dos bares mais emblemáticos do bairro de Noel Rosa serve fartas porções de acepipes. A variedade também impressiona: só de tira-gostos são cerca de quarenta tipos, entre jiló com alho, tremoços, picles, tomate seco, cebolinha caramelada e torresminho, servidos em sistema de bufê por peso durante a noite (R$ 7,50, 100 gramas). Do cardápio à la carte recorra a porções de frango à passarinho (R$ 21,60) e couve-flor à dorée (R$ 13,80). Rebata com chope Brahma (R$ 4,80 a caldeireta) ou cervejas em garrafa das marcas Bohemia (R$ 5,90) e Antarctica Original (R$ 6,90). Avenida 28 de Setembro, 238, Vila Isabel, ☎ 2576-5652/ 6321 (450 lugares). 11h/4h. Cc: M e V. Cd: todos. Estac. c/ manobr. (R$ 3,00 as primeiras três horas). ? ↔ www.petiscodavila.com.br. Aberto em 1969.

PETIT PAULETTE. Comandado por Paulo Barbosa da Silva, ex-sócio do Aconchego Carioca, é outra boa pedida para os amantes da boa gastronomia de boteco. Fica a poucos metros do Bar da Frente e do famoso Aconchego, de Kátia Barbosa. O ambiente é ainda mais despojado do que o dos concorrentes. Serve geladas garrafas de Bohemia, Antarctica Original (R$ 6,50 cada uma) e Heineken (R$ 7,00). No inventivo cardápio de petiscos, há novidades como a sensação de bacalhau (R$ 15,00, quatro unidades), um croquete com recheio do peixe e de massa de arroz de brócolis, e a sensação de grão-de-bico (R$ 19,00, quatro unidades), bolinho com massa à base do grão e recheio de costela desfiada e agrião. Não aceita cartões de crédito. Rua Barão de Iguatemi, 408, loja A, Praça da Bandeira, ☎ 2502-2649 (40 lugares). 12h/23h (fecha seg.). Cd: todos. Aberto em 2007.

O PLEBEU. Abriu no fim da década de 70 no lugar onde funcionou o pub The Lord. Um dos lugares mais disputados é a varanda do 2º andar. Tradicional reduto de cerveja gelada, o casarão em Botafogo oferece a belga Leffe por R$ 8,00 (long neck). Também serve as nacionais Bohemia (R$ 5,60) e Antarctica Original (R$ 5,80), ambas em garrafas de 600 mililitros. Para beliscar, frango à passarinho (R$ 22,50 a porção) ou carne de sol na pedra acompanhada de farofa e aipim frito (R$ 35,50). De sexta a domingo, a feijoada (R$ 41,00, para duas pessoas) encontra boa saída. Pelo mesmo preço, no domingo, também tem cozido com legumes, feijão-branco e pirão. Rua Capitão Salomão, 50, Botafogo, ☎ 2286-0699 (130 lugares). 11h30/4h (dom. até 21h30). Cc: todos. Cd: todos. ? www.oplebeu.com.br. Aberto em 1979.

PONTAPÉ BEACH. Num belo armazém de 1938, à beira da Praia da Ribeira, a proprietária e quituteira Rose Coelho abriu seu segundo e mais amplo bar. Tem música ao vivo a partir de 20h. Brilham na cozinha do lugar o croquete de arroz de brócolis e bacalhau, conhecido por lá como bacalhauzinho da derci (R$ 18,00, seis unidades), e o croquete de salmão ao molho de maracujá (R$ 12,00, seis unidades). Para beber, além do chope da Brahma (R$ 3,70 a tulipa), há cervejas em garrafa das marcas Antarctica Original e Bohemia (R$ 5,00 cada uma). Mais em conta estão a Brahma e a Antarctica (R$ 4,50 cada uma). No endereço antigo, agora conhecido como Pontapezinho, os preços e o cardápio são diferentes. Praia da Ribeira, 63, Ilha do Governador, ☎ 3495-2285 (280 lugares). 18h/0h (sáb. a partir. das 12h; dom 12h/17h; fecha seg.). Cc: todos. Cd: todos. Couvert art.: R$ 3,00 (ter. a qui.) e 4,00 (sex. e sáb.) → ?; Rua Maldonado, 361, Ilha do Governador, ☎ 3798-7628 (40 lugares). 18h/0h (fecha de dom. a ter.). Cc: todos. Cd: todos. Couvert art.: R$ 3,00 (sex. e sáb. partir das 20h) www.pontapebeach.com. Aberto em 2005.

SHOOTERS. Formado em gastronomia pela Estácio de Sá e com passagem pelo balcão do Mud Bug, em Copacabana, o barman Philipe Mello abriu o próprio negócio no fim do ano passado. O lugar tem decoração que remete ao universo das histórias em quadrinhos e boa carta de drinques. Na lista, o absolut punch (R$ 20,00) traz quatro copinhos contendo vodca Absolut vanilla, xarope de cranberry, tabasco, morango e sour, uma mistura cítrica com sucos de limão, laranja, abacaxi e açúcar. As caipishooters (R$ 16,00) têm receitas surpreendentes como morango, aceto balsâmico, espumante e vodca. Para comer, opte pelo gurjão de frango servido com mostarda (R$ 22,00 a porção) ou pelo filé aperitivo com torradas (R$ 30,00). Rua Nelson Mandela, 100, loja 124, Botafogo, ☎ 3281-7629, ? Botafogo (84 lugares). 18h/3h (seg. a qua. até 1h; fecha dom.). Cc: todos. Cd: todos. ↔ shootersriodejaneiro.blogspot.com. Aberto em 2010.

TIO SAM. Não se deixe levar pelo nome ou pelo letreiro com o personagem-símbolo dos Estados Unidos: o cardápio tem toque brasileiríssimo. Há caldos de feijão e de siri (R$ 5,00 cada tigela), além de pastéis (R$ 6,00, quatro unidades) com recheios de siri, camarão com catupiry, carne ou napolitano. Os escondidinhos de carne-seca (R$ 21,50) e de camarão (R$ 27,50) também ficam bem ao lado do chope Brahma (R$ 4,00 a tulipa), assim como a porção de bolinho de bacalhau (R$ 13,50, oito unidades). Rua Dias Ferreira, 605, loja A, Leblon, ☎ 2512-2413 (60 lugares). 8h/2h (fecha seg.). Cc: todos. Cd: todos. ? Aberto em 1977.

Fonte: VEJA RIO