DIVERSÃO

24 horas em Copacabana

Nos 120 anos de Copacabana, listamos o que fazer durante as 24 horas do dia no bairro que nunca dorme

Por: Daniela Pessoa e Ernesto Neves - Atualizado em

"Um bom lugar para encontrar: Copacabana. Pra passear à beira-mar: Copacabana. Depois num bar à meia-luz: Copacabana". O trecho da música de Dorival Caymmi sintetiza bem os encantos e o espírito boêmio do bairro apelidado de Princesinha do Mar, que completa 120 anos nesta sexta (6). Para curtir o melhor de sua bela orla com calçadão de pedras portuguesas que simulam as ondas, da gastronomia local, da tarde efervescente e da vida noturna agitada, listamos 24 programas imperdíveis para 24 horas em Copacabana. Anote e divirta-se

6h Fotografar o nascer do sol no Posto 6, de onde os pescadores partem para o mar entre 5h e 5h30. Por volta das 9h, voltam com peixes e outras delícias fresquinhas. Experimente as ostras e aproveite para ouvir as mil e uma histórias que os moradores da colônia têm para contar. Tel. 2523-4151, 2513-1903, 2521-7816 e 8801-8878.

7h Andar de bicicleta, patins ou skate pela orla. Que tal um passeio até as praias de Ipanema e Leblon curtindo a brisa fresquinha da manhã? Toda a orla, aliás, dispõe de estações do Bike Rio. As bicicletas laranjas ficam disponíveis para aluguel diário (R$ 5,00) ou mensal (R$ 10,00), das 6h às 22h. Clique aqui para entender como funciona o sistema e veja dicas para utilizá-lo.

8h Fazer aulas de stand up paddle e surfe. Próximo ao Forte de Copacabana, no Posto 6, a equipe do SupCopa (tel. 7887-6247) ensina a ficar de pé na prancha mais larga destinada ao esporte, a remar e encarar as ondas sem medo. Já a escolinha Surf Rio (tel. 7882-2420 e 9438-2980) ensina o be-a-bá do surfe em qualquer praia da Zona Sul, inclusive Copa, a combinar.

9h Tomar café da manhã no Café do Forte, filial da Confeitaria Colombo no Forte de Copacabana. Entre as delícias servidas na casa, brioches, torrada petrópolis, waffles, sanduíches, bolos e omeletes. Aproveite também para fazer uma aula gratuita de tai chi chuan, que acontece no forte todos os dias das 7h30 às 10h, exceto nos finais de semana e feriados (tel. 3208-3818). Praça Cel. Eugênio Franco, 1, Posto 6, Copacabana, tel. 2247-6168.

10h Curtir a manhã e apreciar o movimento do bairro na companhia do seu cãozinho em uma varanda gostosa, como a do Café & Bistrô Santa Satisfação (Rua Santa Clara, 36, tel. 2255-9349) e a do La Fiducia Café e Bistrô (Rua Duviver, 12, tel. 2275-7449). E tem ainda o restaurante canino Pet Delícia (Rua Anita Garibaldi, 60, loja A, tel. 2236-4493), que serve comidinhas naturais caseiras para cachorros. As receitas foram desenvolvidas com o respaldo de veterinários e especialistas em nutrição animal. Com a cozinha aberta, a casa permite aos acompanhar o preparo da comida enquanto os peludos degustam a refeição.

11h Passear pelo shopping dos antiquários e apreciar as exposições de suas três galerias de arte contemporânea. A dica é começar pelo segundo andar, que concentra lojas de decoração e antiguidades super bacanas, as galerias e o brechó De Salto Alto, também conhecido como brechó do Pantera, apelido do divertido dono da loja de artigos dos anos 50, 60 e 70 que vão desde roupas até bibelôs e vinis. Rua Siqueira Campos, 143.

12h Provar o melhor da culinária internacional do bairro. As empanadas argentinas fazem sucesso no O Rei das Empadas (Rua Barata Ribeiro, 48, tel. 3258-3003). Fabricadas na própria loja com massa importada do país hermano, saem quentinhas em fornadas ao longo do dia. Entre os sabores, margherita, atum com ricota, alfajor e doce de leite. No libanês Amir (Rua Ronald de Carvalho, 55, loja C, tel. 2275-5596 / 4488), tem bufê de almoço com quibe cru, caftas, arroz marroquino e outros quitutes típicos. Outra opção para quem gosta de comida árabe é o Restaurante Arab (Avenida Atlântica, 1936, tel. 2235-1884), com vista privilegiada para a praia. Já para os fãs da culinária japonesa, o tradicional Azumi (Rua Ministro Viveiros de Castro, 127, tel. 2541-4294) oferece receitas clássicas.

13h Comer um doce na Boulangerie Guerin ou na PARADIS. Misto de padaria e confeitaria chique, a Guerin (Avenida Nossa Senhora de Copacabana, 920, loja A, tel. 2547-1326) expõe guloseimas deliciosas em sua vitrine, como o mil-folhas e as belas tarteletes em versões de chocolate belga e de frutas vermelhas. Já na Paradis (Avenida Nossa Senhora de Copacabana, 776, Copacabana, tel. 2255-7654) experimente os diversos sabores de macarrons da colorida vitrine da casa. Entre os sabores brasileiríssimos, brigadeiro, beijinho de coco, caipirinha, banana, cupuaçu, entre outros.

14h Fazer compras por uma pechincha. Ao longo dos doze andares do Edifício Santa Clara 33 (Rua Santa Clara, 33), 264 lojas comercializam roupas para adultos, adolescentes, crianças, acessórios, calçados, lingeries e biquínis. As grifes são pouco conhecidas, mas oferecem um grande diferencial: o preço mais em conta. Clique aqui para saber mais. O bairro também é repleto de lojas off de grandes marcas como Cavendish (Rua Santa Clara, 75, sala 1001, tel. 2256-5826), Elle et Lui (Rua Barata Ribeiro, 739, loja B, tel. 2549-7448), Maria Filó (Rua Santa Clara, 46, loja A, tel. 2255-2121) e Mary Zaide e Essencial (Rua Constante Ramos, 30 B, tel. 2547-4634). Clique aqui para conhecer outras pontas de estoque na cidade.

15h Fazer piquenique ou passear com as crianças no Parque da Chacrinha (Rua Guimarães Natal, s/n, tel. 2503-2134), que engloba uma área de 36 000 m² de Mata Atlântica dos morros São João e da Babilônia. Entre as atrações, campos de futebol soçaite, barras de ginástica e brinquedos infantis, além do relógio de sol montado logo na entrada. Pães, bolos e outras guloseimas para o lanche podem ser comprados na The Bakers (Rua Santa Clara, 86-B, tel. 3209-1212), que completa 18 anos no bairro, ou na rede Cafeína (Rua Barata Ribeiro, 507, tel. 3283-8220), por exemplo.

16h Assistir a um filme no CineJoia (Avenida Nossa Senhora de Copacabana, 680, subsolo, loja H, tel. 2236-5671 / 5624) ou no Roxy, da rede Kinoplex, inspirado no Roxy Theater de Nova York (Avenida Nossa Senhora de Copacabana, 945 A, tel. 2461-2461), os dois charmosos cinemas de rua do bairro. Com cadeirinhas coloridas, o CineJoia exibe filmes nacionais e estrangeiros mais alternativos, apesar de também contar com blockbusters em seu circuito. O vale fidelidade dá direito a uma sessão de graça após dez filmes assistidos.

17h Lanchar uma empada de camarão no O Caranguejo (Rua Barata Ribeiro, 771, tel. 2235-1249 e 2236-1352). Eleita duas vezes a melhor da cidade pela edição especial Comer & Beber, o salgado de massa amanteigada que derrete na boca é um sucesso. O recheio consistente inclui um crustáceo graúdo, creme saboroso e uma azeitona inteira. Sempre quentinho, o principal petisco da casa ofusca outras sugestões atraentes, a exemplo do pastel de siri, do rissole e do camarão empanado.

18h Tomar um sorvete na Amarena (Rua Barata Ribeiro, 516, tel. 2236-1706). Negócio de descendentes de sorveteiros e confeiteiros italianos, a casa tem mais de 30 variedades disponíveis. O sorvete que dá nome ao local, de nata com cereja, é um dos mais procurados, seguido de perto pelas opções morango e tartufo (trufa de chocolate com um leve toque de conhaque).

19h Ir ao sebo Baratos da Ribeiro (Rua Barata Ribeiro, 354, loja D, tel. 2256 8634). São nada menos que 7.000 LPs e 20.000 livros. Para os amantes dos bolachões, há raridades de rock, jazz, bossa nova, soul, tropicalismo e velha guarda do samba.

20h Comer uma pizza na Capricciosa (Rua Domingos Ferreira, 187, Copacabana, tel. 2255-1626). Eleita melhor pizza três vezes pelos jurados do Prêmio Comer & Beber, é a melhor casa dedicada às redondas na cidade. São 40 opções, e uma ótima pedida é a di pata negra. Deliciosa, é feita com presunto cru espanhol, na companhia do cremoso queijo taleggio, rúcula selvagem e tomate pachino, que não tem acidez.

21h Conferir uma peça no Theatro Net Rio (Rua Siqueira Campos - 143 - 2º piso (Shopping dos Antiquários). Aberto em 1971, o antigo Tereza Rachel reabriu em março deste ano totalmente rerformado e com novo nome. Funcionando de segunda a segunda, tem shows de artistas da MPB e ótimas peças em cartaz.

22h Provar as delícias do Adega Pérola (Rua Siqueira Campos, 138, Loja A, tel. 2255-9425). Logo na entrada, chama atenção o balcão envidraçado. Por lá, estão expostas mais de cinquenta variedades de petisco, desde o tradicional polvo ao vinagrete até especialidades como o roll-mops, um enroladinho de sardinha marinada espetado no palito.

23h Que tal um drinque sofisticado? Instalado em frente à piscina do Hotel Copacabana Palace, o bar do Copa (Avenida Atlântica, 1702, tel. 2548-7070) possui 250 metros quadrados e combina elementos clássicos com objetos contemporâneos, com muito requinte. A carta de drinques oferece extravagâncias como o negresco, feito de vodca preta Blavod, sambuca Opal Nera (licor italiano de anis) e folhinhas de ouro.

00h Se jogar na pista da boate Nossa Sem Hora (Avenida Nossa Senhora de Copacabana, 1144, tel. 2576-0300). A programação é eclética e, às sextas e sábados, mistura hip hop, funk, house e sertanejo. Aos domingos, é voltada para o samba e o sertanejo.

1h Matar a fome com um sanduíche enorme do Stalos (Avenida Nossa Senhora de Copacabana, 986, tel. 2521-5143). Quem frequenta, sabe o quanto cai bem o hambúrguer da lanchonete combinado com batata frita e um sundae de chocolate. Para melhorar, a casa funciona 24 horas por dia.

2h Para animar a madrugada, nada melhor do que juntar os amigos para partidas de sinuca no Clube do Taco (Rua Barata Ribeiro, 655, tel. 2255-4934). Em funcionamento desde os anos 70, conta com mesas oficiais de sinuca (snooker), jogos de gamão, dama e xadrez.

3h Sua noite não tem hora para acabar? Em Copa, a pedida é seguir para a Fosfobox (Rua Siqueira Campos, 143, Loja 22A, tel. 2548-7498). Entre as festas mais concorridas está a Bootie, especializada em mash ups, mistura feita por DJs de duas ou mais músicas em apenas uma trilha.

4h Bateu a fome da madrugada? Não tem problema, o Cervantes é o porto seguro dos notívagos há 56 anos (Rua Prado Júnior, 335, loja B, tel. 2275-6147). De recheio farto, os sandubas têm como marca registrada o pão de leite crocante por fora e macio por dentro. De receita caseira, só termina de assar na chapa. Na preferência do público que frequenta o balcão em Copacabana, a sugestão de filé-mignon com queijo e abacaxi.

5h Se o bairro não para nunca, o bar Eclipse (Avenida Nossa Senhora de Copacabana, 1309, tel. 2287-1788) serve chopes estupidamente gelados 24 horas por dia, 7 dias por semana. E, quando o dia amanhece, os boêmios mais resistentes observam de dentro do estabelecimento quem segue para caminhar no calçadão

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

Fonte: VEJA RIO