DIVERSÃO

É primavera

Listamos dez atrações para aproveitar a estação que começa na próxima terça (23)

Por: Luna Vale

Em qualquer lugar do mundo, primavera é sinônimo de flores. Mas em uma cidade com tantas belezas naturais como o Rio, pode ser considerada a estação dos programas ao ar livre. Com a temperatura subindo, porém ainda não tão quente como no verão, é possível aproveitar o que de melhor o Rio tem a oferecer quando se fala em natureza. 

Listamos dez programas imperdíveis para curtir essa agradável época do ano.

• Visitar o CADEG 

Centro de Abastecimento do Estado da Guanabara, em Benfica, tem um dos maiores mercados de flores do Rio- e mais baratas, porque vêm direto do fornecedor. No gigantesco galpão são comercializados também frutas, legumes e verduras fresquinhos além de bebidas com preço bem mais em conta. Aproveite o passeio para almoçar em um dos diversos restaurantes que o lugar oferece. CADEG. Rua Capitão Felix, 110, Benfica, tel. 3890-0202 e 3526-5717.

Cadeg
(Foto: Alexandre Macieira)

• Conhecer o Sítio Burle Marx

O Jardim Botânico e o Parque Lage já são velhos conhecidos do carioca em qualquer estação. Então que tal conhecer um lugar novo para apreciar a natureza? Antiga residência do paisagista e arquiteto Roberto Burle Marx, em Barra de Guaratiba, o sítio conserva cerca de três mil e quinhentos exemplares cultivados, com espécies de mata atlântica, manguezal e restinga. Vale uma visita para conhecer a coleção de plantas do antigo morador. Estrada Roberto Burle Marx, 2019, Barra de Guaratiba, tel. 2410-1412.

Sítio Burle Marxs
(Foto: Bia Parreiras)

• Fazer um Piquenique nos jardins do MAM

Seja para comemorar aniversário ou apenas para reunir os amigos, os piqueniques estão em alta com os cariocas. Com a primavera, o tempo melhora, e é a estação ideal para curtir o lanche ao ar livre. O MAM oferece uma área aberta ampla, que costuma receber diversos grupos nos fins de semana. Clique aqui para conhecer 10 lugares onde é possível fazer um pique-nique gostoso.

MAM
(Foto: Pedro Kirilos)

• Ver o pôr do sol na mureta da Urca

O programa já é conhecido dos cariocas. Mas na primavera o tempo fica mais agradável e com o início do horário de verão, em 18 de outubro, o sol fica até mais tarde, dando um belo colorido a já maravilhosa paisagem da cidade. Aproveite para comer um pastel e tomar uma cerveja gelada no Bar Urca. Rua Cândido Gaffrée, 205, Urca, tel. 2295-8744.

Pôr do sol na mureta da Urca
(Foto: Alexandre Macieira)

• Fazer esportes radicais no Parque da Catacumba

Uma ótima opção para gastar a energia da criançada é o Parque da Catacumba. Além de dois tipos de arvorismo (R$20 e R$30) há também uma tirolesa (R$20) liberada para crianças a partir de 6 anos, muro de escalada (R$20) e rapel (R$130). Avenida Epitácio Pessoa, 3000, Lagoa, tel. 4105-0079. Das 9h30 às 16h30. www.lagoaaventuras.com.br.

Tirolesa no Parque da Catacumba
(Foto: Divulgação)

• Passear pela Lagoa de Marapendi

Infelizmente, as lagoas da região são conhecidas apenas por sua poluição. Mas o projeto Expedição Barra oferece passeios ecológicos, com dois roteiros elaborados em parceria com biólogos e educadores, para quem quer conhecer a fauna e flora da região. Os tours regulares acontecem todo domingo (R$ 20) mas podem ser adaptados aos interesses de grupos particulares. Ecobalsas. Avenida Lucio Costa, Lote 1, PAL 31646 – Barra da Tijuca. Cel.: 21 7859 9828. http://www.ecobalsasrio.com.br.

Ecobalsas
(Foto: Divulgação)

• Aproveitar a Primavera dos Museus

A oitava edição do projeto acontece entre os dias 22 e 28 de setembro com o tema Museus Criativos. O evento reúne 761 museus e outras instituições culturais que provem uma programação especial como mais de 2.400 eventos, como exposições, visitas guiadas, palestras, exibição de filme, entre outros em todo o Brasil. Só na cidade do Rio serão cerca de30 lugares participantes. O Museu Nacional de Belas Artes abre a exposição Museu invisível, sobre uma faceta menos conhecida do escritor Ariano Suassuna, falecido em julho: a tapeçaria “A onça do divino”. Já o Museu Villa-Lobos, em Botafogo, realiza, no dia 22, ações educativas como a oficina de musicalização Brincantando e um concerto didático com repertório baseado no cancioneiro infantil de Villa-Lobos.Veja aqui a programação completa

Museu de Belas Artes
(Foto: Selmy Yassuda)

• Se refrescar na cachoeira do Horto

Mesmo antes do início da primavera, as temperaturas já estão altas e as praias lotadas. Para quem quer se refrescar sem enfrentar multidão, a dica é a cachoeira do Horto. O acesso é feito por trilhas simples que saem do final da Rua Pacheco Leão, no Jardim Botânico. Quem não quiser ir de carro ainda tem a opção da linha de ônibus 409, que sai da Saes Peña e tem ponto final próximo às quedas d'água.

Cachoeira do Horto
(Foto: Ricardo Zerrener)

• Curtir um bom café da manhã 

Para relaxar e começar bem o dia, nada melhor do que uma boa refeição. E com tantas paisagens bonitas, o que não falta são opções de lugares com uma boa vista. Se você não costuma tomar café porque gosta de acordar tarde, clique aqui e confira dez lugares que servem a primeira refeição do dia até mais tarde.

Café da manhã
(Foto: Divulgação)

Subir o Morro da Urca

Um dos maiores cartões postais da cidade oferece uma subida alternativa que nem todos conhecem. Com entrada pela pista Claudio Coutinho, uma trilha fácil (curta mas íngreme) leva ao topo do Morro da Urca em cerca de uma hora com paradas para descanso. Após as 19h é possível descer pelo bondinho gratuitamente A trilha fica aberta das 8h as 18h. Pista Claudio Coutinho - Praça Gen. Tibúrcio, 125 – Praia Vermelha/Urca.

Morro da Urca
(Foto: Alexandre Macieira)

Fonte: VEJA RIO