diversão

Confira 53 atrações gratuitas para curtir o fim de semana

Um guia com programas para se divertir sem gastar dinheiro, com shows, exposições e muito mais

Por: Redação VEJA RIO

TEATRO

✪✪✪ Silêncio!

Silêncio!
Suzana Faini, como a matriarca da família: atuação magistral (Foto: Renato Mangolin/Divulgação)

Renata Mizrahi assina e, ao lado de Priscila Vidca, dirige este envolvente drama. A história se passa durante o jantar de uma família judia, no qual o patriarca David (Léo Wainer), marido de Esther (Suzana Faini, luminosa), conta que está escrevendo um livro sobre sua vida (80min). 14 anos.

Espaço Cultural Eletrobras Furnas — Auditório (192 lugares). Rua Real Grandeza, 219, Botafogo,  2528-5166. → Sexta e sábado, 20h; domingo, 19h. Grátis. Senhas distribuídas às 14h. Para o acesso, é necessário portar documento de identidade com foto. Até 2 de agosto.

Shakespeare no Morro

nós do morro
(Foto: Divulgação)

A 16ª Mostra Nós do Morro homenageia William Shakespeare. Na variada programação gratuita, atores da instituição cultural fundada em 1986, no Vidigal, apresentarão peças e leituras dramatizadas. As atrações ocupam a sede do grupo, o Teatro do Vidigal e a Vila Olímpica do Vidigal. Clique para ver a agenda completa.

Teatro do Vidigal. Rua Doutor Olinto de Magalhães, 16, Vidigal,  3874-9412. A partir de sexta (3), 19h/21h. Até 15 de agosto. Grátis.

CINEMA

Cinema Direto Canadense

Meu Tio Antonie
Meu Tio Antonie, de Claude Jutra (Foto: Jean Duceppe/Divulgação)

A partir desta terça (21), a Caixa Cultural, no Centro, apresenta a mostra Cinema Direto Canadense. O evento, que acontece até o dia 2 de agosto, exibirá vinte filmes, entre curtas, médias e longas-metragens - a maioria inédita no Brasil -, que representam as obras pioneiras do cinema moderno do Canadá. Toda a programação tem entrada gratuita. Clique para saber mais.

SHOWS

MC Marcinho

MC Marcinho
MC Marcinho (Foto: Divulgação)

MC Marcinho será a principal atração do primeiro dia do Circuito Favela Criativa. Acompanhado da sua banda, o Príncipe do Funk vai cantar clássicos do seu repertório e novos sucessos. O evento terá, ainda, oficinas de dança, jogos, literatura e comunicação abertas a todo o público, além de passeios guiados pela comunidade.

GRES Unidos da Vila Kennedy. Av. Brasil, 34.320, Vila Kennedy. Sábado (1º), 14h às 22h.

Trio Pé de Serra

Trio Pé de Serra
Trio Pé de Serra (Foto: Divulgação)

O grupo apresenta o melhor do forró de raiz com repertório que inclui sucessos de artistas como Luiz Gonzaga, Jackson do Pandeiro e Trio Nordestino.

Shoppping Via Brasil fica na Rua Itapera, 500, Irajá. Sexta (31), 20h.

Amanda Chaves

A vocalista da banda Devir, sucesso no programa Superstar apresentará repertório eclético, com sucessos nacionais e internacionais. Durante o evento, também será possível degustar comidinhas de boteco e cerveja artesanal.

Mood Lapa – Gafisa. Rua do Resende, 190, Lapa. Sábado (1º), a partir das 9h.

FESTAS

DUO

DUO
Festa anima o 00, na Gávea, com entrada gratuita até as 20h (Foto: Divulgação)

A festa ocupa o 00, na Gávea, a partir das 17h, com o som no deck, que recebe o DJ Lucas Rios. A partir das 21h, a pista esquenta com os DJs Dri Toscano, Caio Bucker e Andressa Fleming.

00 Gávea. Avenida Padre Leonel Franca, 240, Gávea. Domingo (2), 17h/5h. Grátis (entre 17h e 20h); R$ 20,00 (de 20h às 21h); R$ 30,00 (de 21h às 22h) e R$ 40,00 (após 22h). 

CONCERTOS

Música no Museu - Palácio São Clemente

Os Men the Sá
Os Men the Sá (Foto: Divulgação)

No sábado (1º), o projeto apresenta o coral cênico Os Men the Sá, o Coral Vozes da Globo, e o Grupo Vocal Sofá Sueco. No programa, clássicos brasileiros.  

Hebraica. Rua das Laranjeiras, 346, Laranjeiras. Sábado (1º), 18h.

Música no Museu - MAM

No domingo (2), o projeto apresenta o duo Luiz Sales e Maria Luiza Lundberg. No repertório, clássicos nacionais e internacionais.

Museu de Arte Moderna. Rua Infante Dom Henrique, 85, Flamengo. Domingo (2), 11h30.

ESPECIAL

Feira Planetária

Feira Planetária
Feira Planetária será temática de Festa Junina (Foto: Divulgação)

Já faz parte da agenda do carioca apaixonado pela boa comida. No próximo sábado (1º) e domingo (2), a Feira Planetária ocupa novamente os jardins do Planetário da Gávea. A entrada, como sempre, é franca e quem aparecer por lá poderá passear pelos 28 food trucks, incluindo nomes como Carolinas, Delfina, Larica, Va Banne e Viva Orgânico, que estarão estacionados no espaço. No sábado, o horário de funcionamento será das 12h às 23h. Domingo, a feira acontece das 12h às 21h. Clique para saber mais.

Organomix

Organomix
Organomix (Foto: Divulgação)

A ideia de vida saudável agora conquistou os sábados do shopping Fashion Mall. A feira Organomix, responsável por oferecer produtos orgânicos no mundo virtual, estará agora em meio físico com sua extensa variedade em São Conrado. Realizada no segundo andar do shopping, próximo à Livraria Cultura, a feira também irá oferecer palestras sobre alimentação saudável, sempre às 14h.

Shopping Fashion Mall. Estrada da Gávea, 899, São Conrado. Sábado (1º), 10h às 17h.

Por Dentro do Palácio

Por dentro do palácio
Por Dentro do Palácio (Foto: Divulgação)

O Antigo Palácio da Justiça abre as portas para uma visita lúdica e informativa. Guiados por atores que interpretam Justiniano, O Grande, e sua esposa Teodora, os visitantes podem conhecer as instalações do palácio, no Centro do Rio, e suas histórias nas visitas teatralizadas.

Antigo Palácio da Justiça. Rua Dom Manuel, 29, Centro. Tel: 3133-3366 / 3133-3368. Sábado (1º), 16h. Grátis (distribuição de senhas no local, 15 minutos antes de cada sessão).

O Mundo dos Dinossauros

O Mundo dos Dinossauros
O Mundo dos Dinossauros (Foto: Divulgação)

A mostra reúne quatorze réplicas animatrônicas que se mexem, emitem sons e parecem ter vida, como o Pterossauro, o Tricerátopo, o Dilofossauro e o Protocerátopo, em tamanho real. O público pode fazer uma viagem pela Era Mesozoica, com reproduções de fósseis e sessões de cinema 7D.  Os filmes mostram a vida dos dinossauros com efeitos que simulam jatos de água, vento, cadeiras que se mexem e até um rabo de dinossauro que se mexe embaixo das cadeiras.

ParkShoppingCampoGrande. Estrada do Monteiro 1.200, Campo Grande. Diariamente. Até 9 de agosto.

Oficina de leitura e teatro

Em homenagem ao Dia dos Avós, comemorado no último dia 26 de julho. Avós e netos conhecerão o livro A Árvore dos Sonhos, que conta a história de um menino que ganha do seu avô uma muda de árvore do dinheiro, a qual lhe ensinará como poupar sem deixar de comprar e fazer o que gosta. De maneira didática e tecnológica – a história ficará disponível em tablets – netos e avós vão aprender dicas de educação financeira. Também serão realizadas duas apresentações teatrais, sexta (31) e sábado (1º), às 14h e às 17h, com cerca de 40 minutos de duração. A fim de cada apresentação, haverá a distribuição de 50 livros.

São Gonçalo Shopping. Avenida São Gonçalo, 100, Boa Vista, São Gonçalo. Sexta (31) e sábado (1º), 10h às 22h.

CRIANÇAS

Ocupação Sendo Criança

Em ampla programação de férias, o Oi Futuro Flamengo oferece, além de atrações lúdicas, diárias e gratuitas, das 11h30 em diante, oficinas, também com entrada franca: de artes do picadeiro, na quinta (30) e na sexta (31), às 10h e às 14h; de desenho, com o ilustrador Ivan Zigg, no sábado (1º), às 14h30. O espetáculo teatral Galinha, encenado pelas crianças participantes das oficinas, tem sessões no sábado (1°) e no domingo (2), às 11h30. Atenção: para participar das oficinas, é preciso se inscrever pelo e-mail ocupacaosendocrianca@gmail.com.

Oi Futuro Flamengo. Rua Dois de Dezembro, 63, Flamengo, ☎ 3131-3060. → Terça a domingo, a partir das 11h30. Grátis. Até domingo (2).

O Edredom

O Edredom
(Foto: Allan Taissuk)

No monólogo, o ator Tauã Delmiro interpreta uma criança que não sabe se é menino ou menina. Graças à dúvida, ela decide se transformar em peixe, mas, quando vê que o desejo não foi atendido, resolve viver embaixo de um edredom (40min). Rec. a partir de 2 anos. Estreou 18/7/2015.

Centro Cultural Oduvaldo Vianna Filho — Castelinho do Flamengo (20 lugares). Rua Dois de Dezembro, 158, Flamengo, ☎ 2205-0655. Sábado e domingo, 11h. Grátis. Distribuição de senha a partir das 10h30. Até domingo (2).

Oficina de comidas saudáveis

As crianças poderão aprender a preparar receitas fáceis como saladas de frutas e cookies integrais, sempre de uma forma lúdica, segura e divertida, em pequenas turmas acompanhadas por monitores. Para completar a brincadeira na cozinha, os pequenos também irão customizar fantoches com itens como colheres de pau. A oficina é indicada para crianças de 4 a 12 anos e é aberta ao público.

VillageMall. Avenida das Américas, 3.900, Barra da Tijuca. Diariamente, das 14h às 20h. Até 2 de agosto.

Museu Naval

Com as obras de demolição da Perimetral na Praça XV, os passeios que antes saíam do Espaço Cultural da Marinha agora partem do Museu Naval, ali perto, onde também se encontra a exposição O Poder Naval na Formação do Brasil. De lá os grupos seguem, aos sábados e domingos, para uma volta de barco pela Baía de Guanabara, passando por dezessete pontos turísticos. De ônibus, a visita é à Ilha Fiscal, local do último baile do Império, em 1889 — cenários com informações sobre a ilha foram reformulados recentemente. Rec. a partir de 2 anos. 

Museu Naval. Rua Dom Manuel, 15, Centro,  2532-5992 (seg. a sex.) e 2104-5506 (sáb. e dom.). Terça a domingo, 12h às 17h. Grátis. Passeio de barco (70 lugares): sábado e domingo, 13h15 e 15h15. R$ 20,00. Ilha Fiscal (60 lugares): sábado e domingo, 12h30, 14h e 15h40. R$ 20,00.

Museu Aeroespacial

museu aeroespacial
Museu Aeroespacial: coleção de noventa aeronaves (Foto: Divulgação/Museu Aeroespacial)

Do teco-teco a velozes jatinhos, passando por uma réplica do pioneiro 14-Bis, a história da aviação se encontra guardada nesta tradicional e ampla instituição inaugurada em 1976. A principal atração é a exposição permanente de noventa aeronaves, mas também são exibidos motores usados nas duas guerras mundiais, além de objetos e documentos sobre a vida e a obra de Santos Dumont. Completa a visita a mostra Edu Chaves — Época Heroica da Aviação, sobre o piloto Eduardo Pacheco Chaves (1887-1975), aviador civil pioneiro no voo entre as cidades do Rio e de São Paulo. Rec. a partir de 3 anos. 

Museu Aeroespacial. Avenida Marechal Fontenelle, 2000, Campo dos Afonsos, 2108-8955. Terça a sexta, 9h às 15h. Sábado, domingo e feriados, 9h30 às 16h. Grátis.

Trupe da Alegria

O evento garante a animação da garotada durante as férias. Entre as atrações, oficina de mágica, maquiagem, vareta com fitas, bolinhas de malabares, escultura de balão, confecção de fantoche de dedo, de aviso de porta e de gravata de palhaço, além de apresentações circenses como perna de pau, palhaço, mágico e malabares farão parte do evento. Para crianças de 3 a 12 anos.

Shopping Metropolitano Barra. Avenida Embaixador Abelardo Bueno, 1.300, Centro Metropolitano, Barra da Tijuca. Diariamente, das 14 às 19h30. Até 2 de agosto.

Arena Monster High

Monster High
Monster High - Rio Design Barra (Foto: Divulgação)

O evento terá cinco estações interativas, voltadas para crianças de 4 a 12 anos e responsáveis, além da exposição com 80 bonecas. O espaço temático tem mais de 200 metros quadrados. A exposição conta com um circuito de 30 minutos que permite que as crianças vivenciem experiências como se estivessem em seu primeiro dia de aula na escola de monstros. A ideia é que os pequenos possam se familiarizar com os personagens e também participem de atividades multissensoriais. Ao completarem o trajeto, todos recebem a carteirinha de estudante de Monster High.

Rio Design Barra. Av. das Américas, 7777, Barra da Tijuca. Segunda à sexta, domingos e feriados, 15h às 20h; sábados, 11h às 21h. Sessões a cada 10 minutos. Inscrições devem ser feitas até 30 minutos antes no próprio concierge do shopping. Até 2 de agosto.

Disney Infinity 2.0

Com conceito inovador, interativo e aberto para todas as idades, o evento reúne a temática dos personagens da Marvel, como Homem de Ferro, Hulk, Capitão América, Homem-Aranha e Thor. 

Center Shopping. Avenida Geramário DAntas, 404, Jacarepaguá. Segunda à sexta, 10h às 22h; domingo, 13h às 21h. Até 9 de agosto.

Roda da Galinha Pintadinha

Ilha Plaza - Galinha Pintadinha
Ilha Plaza - Galinha Pintadinha (Foto: Divulgação)

A galinha mais famosa do Brasil chega com um playground repleto de atrações. Entre elas, a roda gigante de 8 metros de altura, além de ovos giratórios, oficinas de pintura e desenho. Tudo em um ambiente decorativo com personagens e imagens da animação, localizado na praça de eventos. Os visitantes ainda conhecem a Casa da Galinha Pintadinha com personagens em 2D da turminha e a presença da anfitriã da festa no local para fotos. Fotografias e atividades são gratuitas, exceto o passeio na roda gigante com capacidade para 24 pessoas (R$ 10). 

Ilha Plaza. Avenida Maestro Paulo e Silva, 400, Ilha do Governador. Segunda a sexta, das 10h às 22h, e, domingo, das 13h às 21h. Até 9 de agosto.

Star Wars Experience

NorteShopping - Parque Star Wars Experience
NorteShopping - Parque Star Wars Experience (Foto: Divulgação)

A praça de eventos do shopping abriga um playground inspirado nos filmes e na série Star Wars Rebels com os personagens clássicos e monitores interagindo com os participantes. Entre as atrações, há a Escola de Jedi, uma academia individual de treinamento para o manuseio do sabre de luz; a Missão Jedi, em que os participantes têm a missão de ajudar os Ewoks a protegerem suas moradias em um percurso que acaba em uma piscina de bolinhas; a Chuva de Meteoros, um simulador que cria a experiência de atravessar o espaço sem ser atingido pelas rochas; e o Piso Inflável, que dá a sensação de estar flutuando em meio à galáxia. Para a Missão Jedi é preciso retirar senha no local com horário marcado (30 minutos de duração, entre 8 e 12 alunos por vez). 

NorteShopping. Avenida Dom Hélder Câmara, 5.474, Cachambi. Segunda a sexta, 10h às 22h; domingo, 13h às 21h ( com exceção da Escola de Jedi: segunda a sábado, 14h às 22h; domingo, até 21h. Somente para membros do Reino, quem não for pode se cadastrar na hora). Até 9 de agosto.

Barbie a Bordo 

Barbie a Bordo - Via Brasil
Barbie a Bordo - Via Brasil (Foto: Divulgação)

O circuito conta com um navio cor de rosa em que, ao atravessar a ponte, as meninas se reúnem na cabine para aprender a manusear a bússola e comandar a embarcação, além de se produzirem com quepes de marinheira e cangas para desfilar no convés. Há ainda uma exposição de 55 bonecas de edição limitada com looks que retratam a moda clássica e o espírito das viagens de luxo em cruzeiros. No convés do navio, espreguiçadeiras para tomar banho de luz rosa e uma brinquedoteca onde as meninas poderão se divertir com bonecas e acessórios. Além disso, no espaço Fundo do Mar, e se transformar em sereias juntamente com as bonecas que escolhem no início do circuito para acompanhá-las.

Shopping Via Brasil. Rua Itapera, 500, Irajá. Segunda à sexta, 15h às 21h; sábado e domingo,  13h às 21h. Até 9 de agosto.

Conexão Wheels

Conexão Hot Wheels - Via Brasil
Conexão Hot Wheels - Via Brasil (Foto: Divulgação)

O espaço  revela um cenário de cidade e céu infinito que convida os meninos a superar obstáculos e vencer desafios. Na atividade Esquentando os Motores, eles aprendem sobre os quatro mundos cheios de adrenalina de Hot Wheels e escolhem até seis modelos de carrinhos para acompanhá-los durante o percurso. Em seguida, recebem seus capacetes customizados e são levados até a Conexão Infinita, oficina para construírem conexões de pistas com rampas, lançadores, impulsionadores e curvas radicais. Para finalizar o circuito, participam de uma competição com o jogo O Melhor Piloto do Mundo, que testa as habilidades aprendidas nas fases anteriores.

Shopping Via Brasil. Rua Itapera, 500, Irajá. Segunda à sexta, 15h às 21h; sábado e domingo, 13h às 21h. Até 9 de agosto.

Zé Colmeia e Catatau

Oficina de férias Zé Colmeia
Oficina de férias do Zé Colmeia (Foto: Divulgação)

No local, o público infantil poderá conferir e participar de atividades diversas. Entre elas estão Pescaria de Ursos, Confecção de Gravatas, Painel de Fotos, Oficina de Sanduíches e Cineminha. Para crianças de 4 a 12 anos.

Riosul. Rua Lauro Müller, 116, Botafogo. Segunda a sexta, 11h às 21h; sábado, 11h às 22h; domingo, 14h às 21h. Até 2 de agosto.

Clubinho da Alegria

Grupo Mosaicos
Grupo Mosaicos (Foto: Divulgação)

Crianças e adultos poderão ouvir histórias que aconteceram há muitos séculos. A apresentação do Grupo Mosaicos começa em Olímpia, narrando a origem dos jogos na Antiguidade e contando curiosidades sobre os atletas da época, quando os vencedores eram elevados à condição de semideuses entre os moradores de suas cidades. Depois, é a vez de histórias sobre os jogos da Era Moderna, que foram recriados a partir das ações do educador francês, Barão Pierre de Coubertin. Os símbolos e o lema dos jogos também serão apresentados. Durante o espetáculo, quatro artistas se revezam contando histórias e tocando, ao vivo, instrumentos como violão, flauta transversa, harpa, metalofone e outra pequenas percussões.

São Gonçalo Shopping. Avenida São Gonçalo, 100, Boa Vista, São Gonçalo. Domingo (2), 17h.

EXPOSIÇÕES

✪✪✪As Primeiras Cores do Rio

Auguste León
Vista da Lagoa Rodrigo de Freitas a partir da estrada do Sumaré: primeiras imagens em cores do Rio (Foto: Reprodução/Auguste Léon)

Primeiro método economicamente viável de obtenção de imagens em cores, o autocromo começou a ser comercializado pelos irmãos Louis e Auguste Lumière, pioneiros do cinema, na Europa em 1907. Apenas dois anos depois, paisagens do Rio já eram registradas pelo mesmo processo graças ao banqueiro e mecenas francês Albert Kahn, que mandou à época uma série de fotógrafos para diversas partes do mundo com o objetivo de documentar os mais variados aspectos da vida humana. Vinte dessas imagens preciosas, atribuídas a Auguste Léon, estão reunidas em mostra enxuta, mas de incontestável valor histórico, no CCBB. No caminho inverso das pinturas hiper-realistas, as fotografias por vezes enganam os olhos e se assemelham a telas algo nostálgicas. Como de hábito nesse tipo de exposição, as fotos propiciam a viagem ao passado de uma Rua Paissandu, no Flamengo, ainda repleta de casarões, e do Corcovado sem a estátua do Cristo Redentor.

Centro Cultural Banco do Brasil. Rua Primeiro de Março, 66, Centro, ☎ 3808-2020. → Quarta a segunda, 9h às 21h. Grátis. Até 21 de setembro.

Antonio Bokel

Antonio Bokel
Obra de Antonio Bokel: na individual La Nature D'Or (Foto: Divulgação)

Em La Nature d’Or, o artista exibe dez trabalhos em técnica mista, sete gravuras, nove fotografias, quatro esculturas e um vídeo. R$ 2 000,00 a R$ 30 000,00.

Mercedes Viegas Arte Contemporânea. Rua João Borges, 86, Gávea, ☎ 2294-4395. →Segunda a sexta, 12h às 20h; sábado, 15h às 19h. Grátis. Até 28 de agosto. A partir de quarta (29).

Marc Chagall

A mostra apresenta uma série de 100 gravuras em metal realizadas pelo artista russo entre 1927 e 1930, baseadas nas fábulas do francês Jean de La Fontaine. Além de admirar os trabalhos, o público pode ouvir e ler os textos em áudios e livros disponíveis na exposição. Até 20 de setembro.

Rua Visconde de Itaboraí, 20, Centro, ☎ 2253-1580. → Terça a domingo, 12h às 19h. Grátis.

✪✪✪ Maria de Todos Nós

O universo de Maria Bethânia inspira ou se relaciona com as obras de mais de uma centena de artistas que integram a coletiva. Entre os nomes reunidos estão Batman Zavareze, Carlos Bracher, Chicô Gouvêa, Mana Bernardes e Ziraldo. Até 13 de setembro.

Praça XV de Novembro, 48, Centro, ☎ 2215-2093. → Terça a domingo, 12h às 18h. Grátis.

✪✪✪ Ricardo Ventura

Ricardo Ventura
Obra de Ricardo Ventura: esculturas dominam a exposição (Foto: Divulgação)

A individual conta com dezenove trabalhos escultóricos e uma instalação. Até 13 de setembro.

Praça XV de Novembro, 48, Centro, ☎ 2215-2093. → Terça a domingo, 12h às 18h. Grátis.

✪✪✪Eduardo Sued

Um dos mais destacados coloristas da arte brasileira — de talento comparável, pela crítica, ao de Alfredo Volpi (1896-1988) —, o carioca Sued esbanja vitalidade aos90 anos, completados no mês passado. Pertencem a uma leva recém-saída de seu ateliê em Jacarepaguá as catorze obras sem título (doze telas e dois objetos) exibidas nesta individual. Em todas, evidencia-se a notória maestria do autor, espraiando-se em variada paleta cromática, do amarelo luminoso aos tons escuros. Nas telas, várias formas geométricas se mostram aparentemente isoladas, quando, na verdade, podem estar sobrepostas. Não saber ao certo instiga no visitante a especulação sobre qual cor está por cima e qual fica embaixo. Nesse surgimento de tons intermediários causado pela sobreposição de tintas (investigação obsessiva na carreira do artista), alguns trabalhos podem exibir variações da mesma cor. Novidade em sua trajetória, certos quadros trazem linhas diagonais que cruzam a tela, também presentes nas extremidadesdos objetos exibidos, algo como uma sucessão de faixas multicoloridas enfileiradas.

Mul.ti.plo Espaço Arte. Rua Dias Ferreira, 417, sala 206, Leblon,  2259-1952. Segunda a sexta, 10h às 18h30; sábado, 10h às 14h. Grátis. Até 15 de agosto.

Claudia Andujar

Claudia Andujar
Fotografia de Claudia Andujar: suíça radicou-se no Brasil em 1955 e percorreu o país produzindo imagens (Foto: Claudia Andujar/Divulgação)

Nascida na Suíça, em 1931, a fotógrafa Claudia Andujar cresceu na Romênia, voltou ao seu país para fugir do antissemitismo durante a II Guerra Mundial, emigrou para os Estados Unidos e, em 1955, radicou-se definitivamente no Brasil. Essa trajetória nômade se reflete no espírito desbravador de sua obra, perceptível em No Lugar do Outro, individual com abertura prevista para domingo (26), no Instituto Moreira Salles. Fruto de dois anos de pesquisa no arquivo da fotógrafa, a exposição faz um apanhado de seu trabalho no período que se estende da chegada de Claudia a São Paulo, em 1955, às suas primeiras viagens para a Amazônia, no começo dos anos 1970 — que resultariam em uma parte expressiva de sua produção, uma fração desta presente no acervo, de fotografias de natureza. Registros do cotidiano de quatro famílias, feitos entre 1962 e 1964, reportagens desenvolvidas para a revista Realidade e ensaios experimentais produzidos em São Paulo completam a mostra.

Instituto Moreira Salles. Rua Marquês de São Vicente, 476, Gávea,  3284-7400 e 3206-2500. → Terça a domingo, 11h às 20h. Grátis. Estac. grátis. Visitas guiadas na quinta e na sexta, às 17h. Até 15 de novembro.

Fernando Limberger

Desmoronamento, Azul é o nome da exposição e também da única obra presente: uma instalação pensada especificamente para o espaço, com 20  000 quilos de areia tingida de azul, formando uma elevação topográfica irregular.

Centro Cultural Banco do Brasil. Rua Primeiro de Março, 66, Centro,  3808-2020. → Quarta a segunda, 9h às 21h. Grátis. Até 17 de agosto.

Ficções

O ato de narrar é evocado nas obras presentes à coletiva. O acervo reúne mais de quarenta trabalhos de 33 artistas brasileiros, entre eles Adriana Varejão e Luiz Zerbini. Até 6 de setembro.

Caixa Cultural. Avenida Almirante Barroso, 25, Centro,  3980-3815, ↕ Carioca. → Terça a domingo, 10h às 21h. Grátis.

✪✪✪✪ Pablo Picasso

Pablo Picasso
O Pintor e a Modelo (1963), de Picasso: modernidade espanhola (Foto: Coleção do Museo Nacional Centro de Arte Reina Sofía, Madrid © Succession Pablo Picasso / AUTVIS, Brasil, 2015/Divulgação)

Em Picasso e a Modernidade Espanhola — Obras da Coleção do Museo Nacional Centro de Arte Reina Sofía, o foco recai sobre o pai do cubismo: Pablo Picasso (1881-1973) assina praticamente metade das quase 100 obras reunidas. O acervo é completado por trabalhos de outros espanhóis que impulsionaram a história da arte, a exemplo de Dalí, Gris e Miró. Até 7 de setembro. As Primeiras Cores do Rio. Com curadoria de Milton Guran e Cristianne Rodrigues, a coletiva integra a programação do FotoRio 2015. Até 21 de setembro.

Centro Cultural Banco do Brasil. Rua Primeiro de Março, 66, Centro,  3808-2020. → Quarta a segunda, 9h às 21h. Grátis.

✪✪✪✪✪ Rio: Primeiras Poses — Visõesda Cidade a Partir da Chegada da Fotografia (1840-1930)

Rio Primeiras Poses
Visitantes diante do telão: a projeção passeia por fotos ampliadas (Foto: Selmy Yassuda)

Cerca de 450 imagens, registros do Rio entre meados do século XIX e o início do XX, compõem esta imperdível exposição. Há fotografias de pioneiros como Marc Ferrez, Augusto Malta e Georges Leuzinger. Recursos multimídia permitem a ampliação de parte das imagens. Até 31 de dezembro.

Instituto Moreira Salles. Rua Marquês de São Vicente, 476, Gávea,  3284-7400 e 3206-2500. → Terça a domingo, 11h às 20h. Grátis. Estac. grátis. Visitas guiadas na quinta e na sexta, às 17h.

✪✪✪ Apreensões e Objetos do Desejo: Obras Doadas pela Receita Federal ao MNBA

Dezenove obras de arte apreendidas pela Receita Federal em outubro do ano passado agora integram a coleção do MNBA e são exibidas nesta coletiva. Há criações de nomes importantes, como Michelangelo Pistoleto, Anish Kapoor, Antony Gormley, Daniel Senise, Cildo Meireles e Beatriz Milhazes. Até 9 de agosto. Eduardo de Martino. Oficial da Marinha de seu país, o italiano, radicado no Brasil em 1868, levou para a arte sua experiência no posto: tornou-se especialista em marinhas. Uma fatia dessa produção compõe a maior parte do acervo da individual de Martino (1838-1912), com cinquenta obras. Até 20 de setembro. João Turin. Embora seu nome seja pouco conhecido do grande público, o paranaense Turin (1878-1949) é tido como um dos mais importantes escultores brasileiros. Oitenta peças de sua autoria estão na individual. Até 9 de agosto.

Museu Nacional de Belas Artes. Avenida Rio Branco, 199, Centro,  3299-0600, ↕ Cinelândia. → Terça a sexta, 10h às 18h; sábado, domingo e feriados, 12h às 17h. R$ 8,00 (pelo mesmo valor, o ingresso-família contempla até quatro parentes) e grátis aos domingos.

Efrain Almeida

Efrain Almeida
Detalhe de uma obra de Efrain Almeida: esculturas de pássaros (Foto: Eduardo Ortega/Divulgação)

Em Uma Pausa em Pleno Voo, o artista cearense apresenta séries de trabalhos inéditos na cidade, além da instalação Uma Coisa Linda, com 150 esculturas de pássaros. Até 13 de setembro. Maria de Todos Nós. O universo de Maria Bethânia inspira ou se relaciona com as obras de mais de uma centena de artistas que integram a coletiva. Entre os nomes reunidos estão Batman Zavareze, Carlos Bracher, Chicô Gouvêa, Mana Bernardes e Ziraldo. Até 13 de setembro. Ricardo Ventura. A individual conta com dezenove trabalhos escultóricos e uma instalação. Até 13 de setembro.

Paço Imperial. Praça XV de Novembro, 48, Centro,  2215-2093.→ Terça a domingo, 12h às 18h. Grátis.

Trajetórias em Processo 3

Dez artistas selecionadas pelo curador Guilherme Bueno comparecem à coletiva com 28 obras em diferentes técnicas e suportes, como pintura, desenho, fotografia, objetos, escultura e instalação.

Anita Schwartz Galeria de Arte. Rua José Roberto Macedo Soares, 30, Gávea, 2274-3873 e 2540-6446. → Segunda a sexta, 10h às 20h; sábado, 12h às 18h. Grátis. Até 22 de agosto.

A Mão Negativa

Segunda mostra do Programa Curador Visitante, a coletiva ficou a cargo de Bernardo José de Souza. O acervo exibido reú­ne 38 artistas brasileiros e estrangeiros em diversos espaços da EAV. Até 6 de agosto.

Escola de Artes Visuais do Parque Lage. Rua Jardim Botânico, 414, Jardim Botânico, 3257-1800. → Diariamente, 10h às 17h. Grátis.

Antonio Guerreiro — O Homem que Amava as Mulheres

Antonio Guerreiro
Monique Evans em foto de Antonio Guerreiro: referência em retratos de personalidades (Foto: Antonio Guerreiro/Divulgação)

Nascido na Espanha e radicado ainda criança no Brasil, para onde se mudou com a família, Antonio Guerreiro construiu, entre os anos 70 e 90, uma sólida reputação como fotógrafo de personalidades — na maioria das vezes com cliques carregados de sensualidade. Cerca de trinta registros compõem o acervo da individual, em cartaz na Galeria da Gávea a partir de sexta (10). A seleção inclui fotografias célebres para revistas de moda e capas de disco, além de retratos inéditos em Polaroid. Como sugere o nome da exposição, boa parte das imagens traz musas que posaram para Guerreiro, entre elas duas atrizes com quem o artista foi casado: Sônia Braga e Sandra Bréa. A ala das beldades inclui ainda Luiza Brunet e Monique Evans, esta em curioso registro, de maiô cavado, ao lado do ator Tarcísio Meira.

Galeria da Gávea. Rua Marquês de São Vicente, 431, loja A, Gávea,  2274-5200. Segunda a sexta, 11h às 19h (visitas agendadas por telefone). Grátis. Até 14 de setembro.

Kilian Glasner

Em Horizontes Artificiais, o pernambucano exibe desenhos, feitos com carvão, pastel e tintas, que retratam cidades iluminadas.

Marsiaj Tempo Galeria. Rua Teixeira de Melo, 31-C, Ipanema,  2513-2074. → Terça a sexta, 10h às 19h; sábado, 11h às 16h. Grátis. Até 15 de agosto.

Códigos Primordiais

Pioneiros da arte computacional no mundo, os britânicos Paul Brown, Harold Cohen e Ernest Edmonds, além do alemão Frieder Nake, apresentam suas obras, incluindo trabalhos feitos especialmente para a exposição. Impressões digitais, instalações, pinturas, vídeos, aplicativos e projeções interativas compõem o acervo.

Oi Futuro Flamengo. Rua Dois de Dezembro, 63, Flamengo,  3131-3060, ↕ Largo do Machado. → Terça a domingo, 11h às 20h. Grátis. Até 16 de agosto.

João Turin

João Turin
Luar do Sertão, de João Turin: artista é tido como um dos mais importantes escultores brasileiros (Foto: Maringas Maciel/Divulgação)

Embora seu nome seja pouco conhecido do grande público, o paranaense Turin (1878-1949) é tido como um dos mais importantes escultores brasileiros. Oitenta peças de sua autoria estão na individual.

Museu Nacional de Belas Artes. Avenida Rio Branco, 199, Centro,  3299-0600, ↕ Cinelândia. → Terça a sexta, 10h às 18h; sábado, domingo e feriados, 12h às 17h. R$ 8,00 (pelo mesmo valor, o ingresso-família contempla até quatro parentes) e grátis aos domingos. Até 2 de agosto.

Tatuagens Urbanas e o Imaginário Carioca

Ícones da cidade, as pedras portuguesas são o tema da mostra. Fotografias, vídeos, documentos e objetos vindos de museus brasileiros e estrangeiros contam a história desse tipo de calçamento, herdeiro histórico dos mosaicos romanos, convertido em instituição de Portugal e, posteriormente, difundido em países lusófonos. Exemplares marcantes desses pisos na cidade, como o calçadão da orla de Copacabana, aparecem em fotos de várias épocas.

Museu Histórico Nacional. Praça Marechal Âncora, s/nº, Centro,  2550-9220. → Terça a sexta, 10h às 17h30; sábado, domingo e feriados, 14h às 18h. R$ 8,00 (ter. a sáb.). Grátis aos domingos. Até 1º de agosto.

Eduardo de Martino

Eduardo de Martino
O Combate Naval do Riachuelo, na pintura de Eduardo de Martino: um dos grandes autores de marinhas de seu tempo (Foto: Diretoria do Patrimônio Histórico da Marinha/Divulgação)

Oficial da Marinha de Guerra de seu país entre 1849 e 1855, o italiano Eduardo de Martino (1838-1912) levou para a arte sua experiência no posto. Radicado no Brasil em 1868, o pintor especializado em marinhas foi oficialmente encarregado por dom Pedro II de registrar os eventos da Guerra do Paraguai. Uma fatia dessa produção compõe a maior parte do acervo da individual que o Museu Nacional de Belas Artes abre na terça (16). Episódios como a Batalha Naval do Riachuelo, uma das mais importantes pelejas do conflito, travada em 1865, são retratados em toda a sua dramaticidade. Cenas marítimas de outras épocas e lugares completam a seleção de aproximadamente cinquenta obras.

Museu Nacional de Belas Artes. Avenida Rio Branco, 199, Centro,  3299-0600, ↕ Cinelândia. → Terça a sexta, 10h às 18h; sábado, domingo e feriados, 12h às 17h. R$ 8,00 (pelo mesmo valor, o ingresso-família contempla até quatro parentes) e grátis aos domingos. Até 20 de setembro.

Aos Olhos de Caymmi - Exposição de Canções Ilustradas

Um dos artistas mais importantes da música popular brasileira, Dorival Caymmi embalou gerações com músicas que revelam os hábitos do povo baiano. Mas o que os admiradores de canções como “Marina” e “O que é que a baiana tem?” pouco conhecem é a faceta de ilustrador do cantor. Com curadoria da arquiteta Rose Lima, a mostra fica em cartaz até 30 de agosto. Clique para saber mais.

Eva

Eva - Panmela Castro
Eva (Foto: Divulgação)

Conhecida por utilizar a arte urbana para promover os direitos das mulheres, a artista visual Panmela Castro inaugura, nesta quarta (8), a exposição Eva. A mostra, que fica em cartaz até o dia 19 de agosto, reúne quatorze obras em spray e óleo sobre tela que retratam a figura deste mito feminino sob diversas perspectivas. Há ainda desenhos, aquarelas, fotos, vídeo e uma instalação que seguem a temática central, com foco no gênero e no corpo feminino. Clique para saber mais.

Newman Schutze

O artista paulista apresenta a exposição individual Sobre Águas, na Sergio Gonçalves Galeria. Na mostra, Schutze apresenta dezesseis obras inéditas incluindo seis telas e dez desenhos sobre papel.

Sérgio Gonçalves Galeria. Rua do Rosário, 38, Centro. Terça a sexta, 11h às 19h; sábados, 11h às 18h. Até 29 de agosto.

Sobre Papel

John Nicholson Sobre Papel
Sobre Papel: aquarela de John Nicholson (Foto: Divulgação)

A mostra reúne 50 obras de 13 artistas que utilizam o papel como suporte ou protagonista de seus trabalhos. Guaches, colagens, grafites, esculturas, vídeos e assemblages celebram a respeitada matéria-prima, que ganha diferentes interpretações pelas mãos de John Nicholson, Raimundo Rodriguez, Paulo Vieira, Valério Ricci Montani, Luiz Paulo Rocha, Ana Luiza Rego, Clarisse Tarran, Mirela Luz, Leonardo Etero, Maurício Noblat, Marcelo Catalano, Rodrigo Munhoz e Mario Carneiro (participação especial com obras da coleção de Hileana Menezes de Carneiro).

Parque das Ruínas. Rua Murtinho Nobre, 169, Santa Teresa. Terça a domingo, 8h às 18h. Até 30 de agosto.

Fonte: VEJA RIO