A casa é sua

Em cinco meses de funcionamento, Centro Cultural Casa Porto conquistou visitantes com música, filmes, arte e gastronomia no Largo de São Francisco da Prainha, Zona Portuária do Rio

Por: - Atualizado em

Os organizadores dividiram o espaço entre café, galeria e salão para shows
(Foto: Yara Lopes/Porto Maravilha)

O Rio tem paisagens e programas que encantam moradores e turistas do mundo inteiro. A diversidade aqui existente serve como inspiração para cariocas promoverem ações que deixam a cidade ainda mais atrativa. Apaixonado pelo Rio e especialmente pelo Morro da Conceição, onde mora, o produtor cultural Raphael Vidal criou, com ajuda de quatro parceiros, a Casa Porto, ponto de encontro que concentra música, arte e cultura.

Há cinco meses, o sobrado no Largo de São Francisco da Prainha, perto do tradicional restaurante Angu do Gomes e também do Museu de Arte do Rio (Mar), oferece aos visitantes exposições, exibição de filmes, apresentações musicais de qualidade, cursos gratuitos e bate-papo com artistas. Se a fome bater, o café da Casa Porto tem petiscos, caldos, sucos e cervejas nacionais e importadas, além do café feito em coador de pano. De segunda a sexta-feira, das 16h às 22h; e sábado, das 10h às 17h, a casa está de portas abertas.

A ideia nasceu com o Fim de Semana do Livro no Porto (FIM), evento gratuito com mesas-redondas, feira de livros, oficinas gratuitas e atrações musicais no Morro da Conceição, em 2012. Para Vidal, havia um potencial cultural inexplorado na Região Portuária: "A experiência do FIM nos mostrou a lacuna que ainda existia e que nós gostaríamos de preencher aqui, principalmente com os cursos e formação de profissionais que trabalhem com produção cultural. Desenvolvemos o conceito durante um ano e encontramos esse espaço, que reelaboramos para se encaixar no que a gente sonhava".

Jazz nas noites de sexta-feira

Os clientes fiéis e aqueles que quiserem conhecer o espaço já podem marcar na agenda os dias de programação fixa. Toda segunda-feira, visitantes podem levar seus discos de vinil e ouvir um set list variado no Vitrolas Abertas; em duas quartas-feiras do mês, o Cineclube Atlântico Negro exibe filmes seguidos de debates; sexta-feira é dia de música afro-americana com o Jazz em Casa. A terceira quinta-feira do mês é dedicada à música ao vivo, um happy hour instrumental com guitarra e violão. Na terceira quarta-feira do mês, a casa traz um artista para bater um papo com os convidados na Arte do Encontro.

Cursos gratuitos para moradores da região

A Casa Porto reserva cerca de 60% dos cursos para moradores da Região Portuária, com gratuidade, patrocínio da Concessionária Porto Novo e do Porto Maravilha Cultural. As opções de curso variam entre capoeira, audiovisual e formação de agentes culturais. "Queremos dar oportunidades para os moradores da região e formar mão-de-obra qualificada. O professor nem sempre é daqui, mas o aluno é. O sonho é que, depois, esses alunos possam ajudar na formação de outros moradores", comenta o produtor do espaço, Zeh Gustavo.

Serviço

Endereço: Largo de São Francisco da Prainha, 4, Saúde, Rio de Janeiro.

Inscrições para os cursos: no site www.casaporto.org ou diretamente no local.

Rede social: https://www.facebook.com/acasaporto?fref=ts

Fonte: VEJA RIO