Códigos Primordiais

Oi Futuro terá mostra de arte computacional

Quatro grandes nomes desse segmento artístico, Paul Brown, Harold Cohen, Ernest Edmond e Frieder Nake, exporão obras, algumas criadas com exclusividade para a casa

Por: Redação Veja Rio - Atualizado em

Ernest Edmons
Obra do autor de arte computacional, Ernest Edmons (Foto: Divulgação)

Pela primeira vez na América Latina, os quatro principais nomes da arte computacional mundial, Paul Brown, Harold Cohen, Ernest Edmond e Frieder Nake, exporão obras produzidas utilizando códigos gerados no computador – algumas delas têm mais de 40 anos. A mostra Códigos Primordiais, que começa segunda (15), no Oi Futuro, - com cerimônia de abertura marcada às 19h30 - e encerra no dia 16 de agosto, tem curadoria de Caroline Menezes e Fabrizio Poltronieri, e aborda a conexão entre a arte e a tecnologia. A entrada é franca.

+ Festa da Música traz atrações especiais à Fnac

Na sexta (19), a partir das 19h30, Paul, Ernest e Frieder participarão de um debate com o público – somente Harold não estará presente, por questões de saúde. Todos os quatro têm obras expostas em museus renomados internacionalmente, como a Tate Gallery e The Victoria & Albert Museum, em Londres, e Kusthalle Bremen, na Alemanha.

Harold Cohen
Obra de Harold Cohen, artista computacional (Foto: Divulgação)

Entre os destaques da exibição no Oi Futuro, está o projeto Cidades Tangos, de Ernest Edmonds, que conecta diferentes cidades em tempo real – com a participação de artistas de dois municípios brasileiros, além de gente de outros endereços no mundo. Também chamará a atenção do público uma obra de Harold Cohen exposta ao ar livre, produzida especialmente para a casa carioca. Outros trabalhos exclusivos dos autores também comporão a exibição. 

Fonte: VEJA RIO