LICENÇA POÉTICA

Ferreira Gullar exibe colagens tridimensionais

Exposição na Graphos: Brasil é a primeira individual do poeta, um atestado de coerência às suas ideias sobre arte

Por: Rafael Teixeira

AVALIAÇÃO ✪✪✪

Ferreira Gullar
Uma das trinta obras em exibição: curvas sinuosas (Foto: Nana Moraes/Divulgação)

As trinta obras do poeta maranhense em sua individual de estreia, em cartaz na Graphos: Brasil, são mais do que belas: atestam a coerência de um pensador que tem se enroscado em querelas ligadas ao valor de certa arte contemporânea, tão fincada em conceitos que parecem bulas, algo pouco adequado à apreciação estética. Pois as colagens tridimensionais de Gullar (originalmente em papel e aqui recriadas em metal) são um deleite visual — o que não é pouco. Fruto de um hobby, as criações trazem a intrigante convivência de geometrismos algo matemáticos com uma evocação do acaso em curvas sinuosas que saltam da superfície e convidam ao toque.

Graphos: Brasil. Rua Siqueira Campos, 143 (Shopping dos Antiquários), sobreloja 129, Copacabana, ☎ 2256-3268 e 2255-8283. → Segunda a sexta, 14h às 19h; sábado,11h às 15h. Grátis. Até sábado (6).     

+ Confira outras exposições em cartaz na cidade

Fonte: VEJA RIO