PAINÉIS

Caixa exibe murais de azulejos de Athos Bulcão

Trabalhos feitos pelo artista em Brasília e Rio, entre outras cidades, estão na mostra

Por: Rafael Teixeira - Atualizado em

Athos Bulcão 

Athos Bulcão
(Foto: Leonardo-RamadinhadivulgaçÃo)

Avaliação ✪✪✪ 

Invariavelmente associada ao projeto arquitetônico de Oscar Niemeyer e Lucio Costa, a paisagem de Brasília não seria a mesma, no entanto, sem a contribuição pontual dos painéis do artista carioca. São de Bulcão os belos trabalhos de azulejaria que adornam o Aeroporto Juscelino Kubitschek e o Congresso Nacional, entre várias outras edificações públicas da cidade — de cuja construção, aliás, ele participou desde a fase inicial. Dono de vários talentos, Bulcão (1918-2008) tem especificamente essa faceta de sua produção enfocada na mostra Tradição e Modernidade, em cartaz na Caixa Cultural. Sete reproduções oficiais de seus trabalhos estão reunidas em uma das salas, e grande parte delas foi realizada na capital federal. A maior (e uma das mais belas do acervo exposto) é a do painel que enfeita a Igrejinha Nossa Senhora de Fátima, projetada por Niemeyer, com seus pássaros brancos e estrelas negras alternados sobre um fundo azul. Também marcam presença os murais da Rodoferroviária de Brasília e os do já citado aeroporto, além de uma obra feita para o Teatro Nacional Claudio Santoro — esta não com azulejos, mas com cubos de concreto pintados de branco que se elevam da parede. Bulcão ainda colaborou com Niemeyer em trabalhos no Rio, a exemplo do painel criado para a Praça da Apoteose, também presente na mostra. Vale observar as plantas que acompanham os murais, reveladoras das intenções prévias do artista.

Caixa Cultural — Galeria 2. Avenida Almirante Barroso, 25, Centro, ☎ 3980-3815, ↕ Carioca. → Terça a domingo, 10h às 21h. A instituição reabre na quinta (19). Grátis. Até 8 de março.

 

Tem mais: vinte gravuras e dez máscaras produzidas por Bulcão completam a mostra

Fonte: VEJA RIO