ROCK IN RIO

Achados e perdidos do Rock in Rio

O espaço recebe até 400 objetos por dia. Maioria dos pertences perdidos é encontrada ao amanhecer, durante a limpeza da Cidade do Rock

Por: Ernesto Neves - Atualizado em

achados-perdidos.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Instalado em um contêiner atrás da área Vip, o achados e perdidos do Rock in Rio é um local onde se presenciam fortes emoções. O local recebe até 400 objetos extraviados por dia. O pico de achados aconteceu na última quinta (19), dia dedicado ao metal. Identidades e carteiras são os objetos mais comuns."Recebemos, ainda, cerca de duas câmeras fotográficas por dia", diz Christiana Silver, coordenadora do serviço de atendimento ao cliente do festival.

Chris converteu-se em uma espécie de mãezona dos evento. É ela quem conversa com quem procura o serviço e acaba atuando quase como uma psicóloga. "Muitas vezes, as pessoas chegam aqui desesperadas e chorando", diz. Numa das vezes, uma turista, maior de idade, chegou aos prantos após perder-se das amigas. "Tive de levá-la pela mão até o ônibus. A moça estava realmente nervosa", conta.

Todos os objetos são catalogados e ficam listados no site do Rock in Rio (clique aqui para conferir). http://rockinrio.com/rio/rock-in-rio/achados-e-perdidos/ . A maior parte dos itens são encontrados durante a limpeza do gramado, realizada após o encerramento dos shows. Ela mesma diz o que fazer ao se dar conta de uma perda. "Qualquer problema, chama a Chris do Sac!".

Fonte: VEJA RIO