Rio 2016

Rio começa a ensaiar esquema operacional para a Olimpíada

Prefeitura apresentou o esquema operacional nos eventos-teste para os Jogos

Por: Agência Brasil

Maracanãzinho
Liga Mundial de Vôlei acontece até domingo (19), no Maracanãzinho (Foto: Divulgação)

O Rio de Janeiro vai receber 45 eventos-teste para as Olimpíadas Rio 2016, até maio do ano que vem, e o primeiro deles começou na quarta (15), no ginásio do Maracanãzinho, que recebe o torneio da Liga Mundial de Vôlei até domingo (19). Além dos equipamentos esportivos, os testes também envolvem a mobilidade urbana e restrições de acessos, principalmente para as provas de rua.

A prefeitura apresentou nesta quinta (16) o esquema operacional que será adotado para o Mundial de Paratriatlo e o Qualificatório de Triatlo Olímpico, nos dias 1 e 2 de agosto, em Copacabana, e para o Concurso Completo Internacional de Hipismo, entre os dias 6 e 9 de agosto em Deodoro.

De acordo com o prefeito Eduardo Paes, o Maracanãzinho já está acostumado a receber grandes públicos e o evento-teste não envolve estratégias novas de operação: “Estamos entrando numa fase em que vamos discutir menos obras e mais a operação dos Jogos Olímpicos. Uns são mais simples, como o que começou no Maracanãzinho. Outros, são mais importantes porque vamos testar arenas, estádios ou equipamentos esportivos novos, em Deodoro e no Parque Olímpico da Barra”.

+ Para finalizar VLT e Túnel até a Olimpíada, Centro tem obras 24 horas

Para o prefeito, o maior desafio da cidade são os eventos de rua, porque “vão mobilizar muito a cidade, chamar muito atenção, criar uma série de restrições para a circulação das pessoas e vamos ter que contar com a colaboração dos cariocas para isso”.

O Mundial de Paratriatlo vai reunir 60 atletas de 15 países no dia 1º de agosto e a seletiva de triatlo recebe 125 atletas de 25 países no dia 2. As interdições em Copacabana começam no dia 28 de julho, na faixa da Avenida Atlântica junto à praia, para a construção do deque de transição do evento.

No dia 29 começam as proibições de estacionamento no bairro. A circulação de carros será restrita e várias linhas de ônibus terão o percurso alterado. A recomendação da prefeitura é que as pessoas utilizem o metrô para chegar ou sair de Copacabana.

O evento-teste de hipismo vai contar com 30 competidores e as interdições de vias ocorrerão apenas no fim de semana. Para os dois eventos, o município vai mobilizar oito órgãos, com 2.500 agentes e 464 veículos, além de 21 painéis de mensagens variáveis com informações sobre as principais alterações no tráfego.

De acordo com a prefeitura, o evento que vai exigir o maior planejamento operacional será o Desafio Internacional de Ciclismo de Estrada, marcado para o dia 16 de agosto. O percurso de 165 quilômetros vai atravessar a cidade de Copacabana até o Pontal, no Recreio dos Bandeirantes, na zona oeste, e volta para a zona sul.

O calendário completo dos eventos-teste está disponível no site Aquece Rio.

Fonte: Agência Brasil