ROTEIRO

Os melhores espetáculos de dança da semana

Nêgo (eu.ele.nós.tudo preto), da Companhia Urbana de Dança, estreia na quinta (27)

Por: Rafael Teixeira

Maria Alice Poppe
Maria Alice Poppe: em Máquina de Dançar (Foto: Leo Aversa)

Máquina de Dançar

Thereza Rocha e Maria Alice Poppe assinam o espetáculo que ocupa uma instalação de 80 metros quadrados. O público se desloca por sete ambientes ao longo da encenação, que conta com Maria Alice no palco. As sessões são contínuas entre 12h e 19h, começando a cada hora cheia (50min). 12 anos.

Espaço Cultural Sérgio Porto — Galeria Superior (12 lugares). Rua Visconde Silva, s/nº, Humaitá, ☎ 2535-3846. Sábado (29) a segunda (1º), 12h às 19h (sessões contínuas iniciadas a cada hora cheia). Grátis.

Nêgo (eu.ele.nós.tudo preto)

O espetáculo da Companhia Urbana de Dança evoca a resiliência do cidadão negro diante do preconceito e da violência. A coreografia tem assinatura conjunta de Sonia Destri Lie e do próprio grupo. Nove dançarinos estão em cena (50min). 12 anos.

Espaço Sesc — Mezanino (80 lugares). Rua Domingos Ferreira, 160, Copacabana, ☎ 2548-1088. → Quinta a sábado, 21h; domingo, 20h. R$ 20,00. Bilheteria: a partir das 15h (qui. a dom.). Até 21 de dezembro. Estreia prometida para quinta (27).

Quem Anda no Chão, Quem Anda nas Árvores, Quem Tem Asas

Gustavo Ciríaco, diretor artístico do espetáculo, propõe aqui uma revisita à tragédia por um prisma contemporâneo e pelo viés do humor. Sete dançarinos estão em cena (60min). 14 anos. Estreou em 15/11/2014.

Espaço Tom Jobim — Galpão das Artes (80 lugares). Rua Jardim Botânico, 1008 (Jardim Botânico), ☎ 2274-7012. → Sexta, 15h e 18h30; sábado, 18h30; domingo, 17h30. R$ 30,00. Bilheteria: a partir das 14h (sex. a dom.). Até 7 de dezembro.

Fonte: VEJA RIO