O MELHOR DA DANÇA

Festival Panorama traz dezoito espetáculos à cidade

O renomado evento de dança tem apresentações de dezesseis companhias, metade delas estrangeira

Por: Rafael Teixeira

Quantum
Os dançarinos de Quantum: atração suíça deste domingo (2) no Carlos Gomes (Foto: Gregory Batardon)

Em sua 23ª edição, o prestigiado festival de dança traz à cidade dezoito espetáculos de oito companhias estrangeiras e oito brasileiras. Os trabalhos começam neste sábado (1º), às 20h, no Theatro Municipal, com Antigone Sr./Paris Is Burning at the Judson Church (L) (135min, 16 anos), criação de nome esquisito do americano Trajal Harrell. No palco, o coreógrafo sugere uma transposição da tragédia grega Antígona para o universo do vogue, estilo de dança popularizado nos Estados Unidos na década de 80. Outro destaque, Quantum (50min, livre), da companhia do suíço Gilles Jobin, ocupa o Teatro Carlos Gomes no domingo (2),às 19h. A coreografia é resultado de uma inusitada residência artística do grupo no maior laboratório de física de partículas do mundo, em Genebra. Também no domingo (2), às 21h, e na segunda (3), no mesmo horário, entra em cena, no Espaço Cultural Sérgio Porto, a primeira atração nacional do evento: Fole (40min,14 anos), de Michelle Moura.     

+ Confira a programação completa do festival

 

 

Fonte: VEJA RIO