COMIDINHAS

O vizinho do lado

Perto da filial da Colombo, café no Forte de Copacabana é menos concorrido e mais em conta

Por: Fábio Codeço - Atualizado em

COMIDA ✪✪ | AMBIENTE ✪✪✪✪ | ATENDIMENTO ✪✪✪

Fernando Lemos
(Foto: Redação Veja rio)

Nos fins de semana a espera é longa. Pudera: a filial da Confeitaria Colombo no Forte de Copacabana alia a tradição do cardápio da casa à vista espetacular do endereço. Nem todo mundo repara, no entanto, que, no mesmo sítio histórico, cerca de 100 metros adiante, funciona o Café 18 do Forte. Ofuscado pela fama do vizinho, o ponto também serve comidinhas, e uma ou outra opção de prato, diante da mesma paisagem deslumbrante. Além disso, é menos concorrido e tem preços mais em conta.

O café da manhã por ali, nas mesinhas ao ar livre, é programa bastante agradável. Na versão para duas pessoas, o combinado (R$ 48,00) inclui suco de laranja, bebida quente, cesta de pães, bolinhos de chuva, frios, iogurte, granola, mamão, mel, geleia e manteiga. Simples, o chá da tarde (R$ 18,00) reúne torradas Petrópolis (altas, fofas e amanteigadas), bolo (estava ótima a receita de banana coberta de chocolate) e bebida quente. Ambos são servidos a qualquer hora.

Da carta de drinques à base de café, o frappuccino (R$ 9,90) é outro acerto: chega em taça de espumante com sorvete de creme, expresso, chocolate e canela, além de chantili. Já o robusto hambúrguer de filé-mignon (R$ 21,00) decepcionou. Veio ressecado, talvez pela falta de gordura do corte escolhido, e um tanto insosso. Saborosa, a salsicha do cachorro-quente (R$ 17,00) divide espaço com queijo e duros cubos de bacon. Melhor optar pelos pratos, a exemplo do nhoque de batata-baroa com carne-seca desfiada e molho branco (R$ 24,00). Hit local, os churros recheados de brigadeiro com sorvete de tapioca (R$ 15,50) encerram os trabalhos.

Café 18 do Forte. Praça Coronel Eugenio Franco, 1 (Forte de Copacabana), ☎ 2523-0171 (40 lugares). 10h/20h. Cc: D, M e V. Cd: todos. ⑤ ⑥ ? ↔ Aberto em 2010.

Fonte: VEJA RIO