CINEMA

Suspense com Philip Hoffman estreia essa semana

O ator, morto em fevereiro deste ano, aparece em seu penúltimo trabalho no cinema

Por: Miguel Babieri

o homem mais procurado
Philip Seymour Hoffman: em seu penúltimo trabalho nas telas (Foto: Divulgação)

Também em cartaz em O Último Concerto, Philip Seymour Hoffman aparece em seu penúltimo trabalho no cinema — o ator, que ainda será visto em Jogos Vorazes: a Esperança — Parte 1, morreu em julho, aos 46 anos. O grande intérprete abraçou com garra o papel de Günther Bachmann. A serviço do departamento de espionagem alemão, ele investiga os passos de Issa Karpov (Grigoriy Dobrygin). Esse checheno muçulmano chegou clandestinamente a Hamburgo e, segundo as primeiras informações recebidas por Bachmann, pode estar envolvido com terroristas islâmicos. Como tem dúvidas sobre o caráter do estrangeiro, o protagonista é cauteloso na apuração dos fatos, mesmo pressionado por mandachuvas da CIA. Descobre, então, que Karpov, auxiliado por uma advogada especializada em imigração ilegal (Rachel McAdams), está tentando entrar em contato com um poderoso banqueiro (Willem Dafoe) a fim de reaver a fortuna deixada por seu pai. Extraído do livro homônimo de John le Carré, o thriller mantém o interesse da plateia em suas duas tensas horas. Arrasador, o desfecho faz uma crítica à prepotência dos americanos. Direção: Anton Corbijn (A Most Wanted Man, EUA/Inglaterra/Alemanha, 2014, 122min). 12 anos. Estreou em  9/10/2014.

Fonte: VEJA RIO